Atitudes que mantêm você preso a pensamentos negativos

· 31 de agosto de 2018
Para evitar ficar amarrado a pensamentos negativos você deve começar a se livrar de todas as atitudes e comportamentos que, longe de ajudar, o lhe afundam ainda mais no ciclo da infelicidade.

Para resolver um problema, antes de tudo, devemos reconhecer que precisamos de ajuda. Devemos ser honestos conosco mesmos e conhecer nossas limitações. Frustrações, complexos de inferioridade, conflitos não resolvidos, ressentimento e inveja, são atitudes que nos mantêm presos a pensamentos negativos.

É muito importante deixar de lado esse fardo psicológico e parar de complicar nossa vida com pensamentos destrutivos que não nos levarão nada. A vida já é difícil o suficiente para perdermos tempo em pensamentos negativos.

Atitudes que provocam pensamentos negativos

1. O rancor

Há um velho provérbio oriental que diz: O ressentimento é como beber veneno e esperar que o outro morra. O ódio e o rancor nos autodestroem por dentro. Eles nos tornam pessoas desconfiadas e insociáveis. Além disso, quando alimentamos esses pensamentos negativos, nossos medos também começam a crescer, e isso pode levar à infelicidade.

Viver com pensamentos de vingança provoca um estado de inquietação e frustração contínua. Sem dúvida, a melhor opção é aprender a virar a página, e seguir a nossa vida sem esse peso. E isso só é possível se perdoarmos com o coração, e estivermos em paz conosco mesmos.

Ter a sensação de que todos nos devem algo, ou que o mundo é culpado por nossa infelicidade, é viver com uma venda nos olhos. Nossa situação só depende de nós mesmos, e nos ancorar ao passado não é prático, nem atrai prosperidade.

Atitudes que provocam pensamentos negativos: ignorância

2. Culpa

Nós todos sabemos que cometer erros é humano. No entanto, há erros que, seja por sua gravidade, por sua intencionalidade ou pelo mal irreversível que causamos aos outros, são difíceis de esquecer. Uma infidelidade, um acidente de trânsito involuntário, uma má decisão que arrisca  o nosso salário, etc…, podem nos levar a desenvolver um sentimento de culpa.

Esse tipo de pensamento negativo nos desanima tanto que podemos entrar em um estado depressivo. Devemos entender que não podemos voltar no tempo, e aceitar com resignação a causa de nossa dor. Todos nós merecemos uma segunda chance.

3. A inveja e o ciúme

A inveja é um dos traços psicológicos que nos mantêm ligados a todos os tipos de pensamentos negativos. É um aspecto da nossa personalidade que se manifesta, no início, em pequenos detalhes que podem passar despercebidos. Com o tempo, se alimentarmos esse tipo de pensamento em nossa psique, nos tornaremos mal-humoradas, gananciosas, conflitivas, e com dúvidas insanas.

Você inveja um vestido, uma casa, uma posição social ou econômica, a beleza dos outros, a natureza amável de alguém, etc… Não há lógica comum para se ter esse tipo de pensamento ruim. Portanto, é uma escolha nossa vivermos com eles.

Não perca: 9 tipos de pessoas que você deve tirar de sua vida pela sua saúde mental

O ciúme também gera pensamentos negativos que muitas vezes explodem em atitudes de raiva e agressão. O sentimento de posse do amado, o complexo de inferioridade, e o caráter autoritário ou machista, são atitudes muito perigosas que não devemos alimentar, ou nos permitir.

Atitudes que mantêm você preso a pensamentos negativos: discusões

4. A subvalorização

A baixa autoestima cria pensamentos autodestrutivos. Devemos aplicar o bom senso e entender que cada pessoa tem uma característica que a torna única.

Uma atitude que nos prende a pensamentos negativos é idealizar as vidas de outras pessoas. Não há razão para acreditar que alguém seja superior a nós. Estudiosos ou pessoas com muita cultura não são melhores que qualquer camponês. O dinheiro também não nos torna seres humanos melhores.

Pensar que os outros não têm problemas, sonhar em ser como eles, e querer o seu modo de vida gera um tipo muito sutil de subvalorização, e nos leva à infelicidade. E, no final, é um desrespeito pela nossa própria vida. A subvalorização é tão prejudicial quanto o seu oposto, orgulho.

Leia: 8 comportamentos que ajudam a reconhecer se uma pessoa está se fazendo de vítima

Uma atitude vital

Portanto, em conclusão, devemos tentar ser positivos e ter uma atitude vitalista. Não prejulgue ou pense mal sobre ninguém, mas não os idealize, porque cada pessoa tem seus motivos para agir de certa maneira.

É melhor não nos isolarmos, e compartilharmos nossos sentimentos e pensamentos com amigos de confiança. Precisamos aprender a administrar as frustrações e os maus momentos da vida. Por sua vez, um estilo de vida ativo e social nos ajudará a evitar pensamentos negativos.