Aparência física: barreira para encontrar um parceiro?

Alguns dizem que os mais bonitos têm maior probabilidade de conseguir um parceiro, embora outros digam que não. Contamos aqui sobre a verdadeira importância da aparência física no momento do amor.
Aparência física: barreira para encontrar um parceiro?

Última atualização: 26 Maio, 2021

A aparência física é geralmente uma maneira de descrever o homem ou a mulher ideal. Essa descrição é frequentemente delimitada pelos cânones culturais ou sociais de beleza de cada época.

Às vezes, até algumas celebridades chegam para definir tendências em certas épocas. Assim, há quem comece a imitar o penteado ou o estilo de roupa daquele cantor ou ator que tanto gosta.

Por tudo isso, não faltam questionamentos sobre a importância da aparência física na busca por um parceiro. Esta é uma condição determinante? Como isso influencia as relações interpessoais?

Se você estiver interessado neste tópico e se já se fez alguma dessas perguntas, continue lendo. A seguir, compartilharemos algumas reflexões sobre isso.

A aparência física é realmente uma barreira para você encontrar seu parceiro?

A aparência física é realmente uma barreira para você encontrar seu parceiro?

No primeiro encontro, a aparência física é um dos detalhes que costuma chamar a atenção. Parece que uma pessoa bonita para nós gerará atração com mais facilidade. Isso deu origem à ideia de que as mais bonitas têm mais sorte no amor.

No entanto, se olharmos para parceiros duradouros, descobriremos que um bom físico por si só é insuficiente para sustentar um relacionamento. Além disso, também não existe uma definição específica do que é bonito ou feio. Na verdade, depende da ótica de cada um.

Olhos pretos ou azuis, ser alto ou baixo, com mais ou menos peso, ser loiro ou moreno… tudo pode ser bonito para determinada pessoa. Qual é o problema, então? Em que ponto surgem as limitações? Vamos examinar o assunto mais detalhadamente nas seções a seguir.

1. Insatisfação com o próprio corpo

A insegurança que vem de preconceitos ou complexos torna muito difícil para alguém lidar com uma concepção positiva de si mesmo. Essa autopercepção às vezes é traduzida em frases como: “Não gosto do corpo que tenho; ninguém vai gostar de mim assim; Como vou fazer outra pessoa se apaixonar por essas gordurinhas?”, etc.

Mas tais apreciações, longe de favorecerem interações agradáveis, acabam por supor uma clara interferência nas relações interpessoais. Acontece, assim, que quem tem uma imagem corporal pobre tende a se esconder, a ocultar sua própria figura com prensas escuras ou até mesmo a evitar o sexo se for precisar ficar nu.

Insatisfação com o próprio corpo

Agora, o que nesses casos está atuando como um impedimento real não é a própria aparência física. O que causa o distanciamento é a atitude com que essas pessoas se mostram nos encontros sociais.

Ou seja, mais do que a aparência, é a falta de confiança que elas manifestam que os retarda, o que representa uma barreira para que outros se aproximem. De fato, estudos como o realizado pelo Departamento de Ciências do Comportamento da Universidade de Utrecht (Holanda) encontram evidências a esse respeito.

2. A fobia às pessoas muito bonitas

Por outro lado, também pode ocorrer a situação de sentir medo ou mal-estar ao interagir com pessoas consideradas quase “perfeitas” do ponto de vista físico. Esse tipo de incerteza está associado principalmente a sentimentos de inferioridade em relação a esse padrão.

Ao mesmo tempo, também pode haver a falsa conclusão de que esse parceiro nos deixará facilmente se tiver oportunidade. Novamente, esse tipo de avaliação responde a um autoconceito negativo de si mesmo e, com alguma probabilidade, a uma baixa autoestima também.

Diante dessas condições, o atendimento psicológico torna-se uma fonte inevitável de apoio. Se o desconforto for persistente e causar interferência significativa nas atividades diárias, é importante procurar ajuda profissional.

Então, a aparência física é determinante para ter um parceiro?

Casal feliz

Como podemos ver, na verdade, as limitações têm mais a ver com o que se pensa do que com o que os outros pensam. O que faz alguém se apaixonar é a atitude que o outro demonstra.

Você é bonito para os outros quando irradia luz, proximidade e autoconfiança. É inútil ter o corpo dos sonhos ou o rosto perfeito se não nos ‘conectamos’ com aquele que temos ao nosso lado.

Pode interessar a você...
Como construir um amor duradouro entre casal?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como construir um amor duradouro entre casal?

Quase todos buscamos uma pessoa que se encaixe perfeitamente com a gente para começar uma história de amor duradoura, que perdure no tempo. Saiba c...



  • Pujols, Y., Seal, B. N., & Meston, C. M. (2010). The association between sexual satisfaction and body image in women. The Journal of Sexual Medicine7(2 Pt 2), 905–916. https://doi.org/10.1111/j.1743-6109.2009.01604.x
  • Spreckelsen, P. V., Glashouwer, K. A., Bennik, E. C., Wessel, I., & de Jong, P. J. (2018). Negative body image: Relationships with heightened disgust propensity, disgust sensitivity and self-directed disgust. PloS One13(6), e0198532. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0198532
  • van den Brink, F., Smeets, M. A., Hessen, D. J., & Woertman, L. (2016). Positive Body Image and Sexual Functioning in Dutch Female University Students: The Role of Adult Romantic Attachment. Archives of Sexual Behavior45(5), 1217–1226. https://doi.org/10.1007/s10508-015-0511-7