Amor passional e racional: eles podem ser combinados?

· 20 de janeiro de 2018
Com a combinação de amor passional e racional obtemos um equilíbrio que nos permitirá viver os melhores aspectos de ambos os mundos, sem cair na parte negativa

O amor racional pode ser definido como sentimento e pensamento ao mesmo tempo. Idealmente, deve ser um sentimento recíproco, não basta que apenas uma pessoa sinta.

O amor passional e racional pode ser combinado e então vamos descobrir como alcançá-lo.

Algumas diferenças importantes entre amor passional e racional

O amor racional não pode existir se um dos membros dá sem receber nada em troca. Ao longo do tempo, aqueles que compõem o casal acabam entediados e fracassando.

Quando uma pessoa duvida ou não tem certeza de amar o outro, ele simplesmente não o ama.

Se em um relacionamento alguém sempre se machuca, a outra pessoa simplesmente não sabe como amá-la ou não sabe como corresponder corretamente. Neste caso, você deve acabar com esse relacionamento para evitar se machucar.

O amor racional deve ser mútuo, equilibrado, harmonioso, justo, equilibrado e honesto. Quando você obtém o oposto, é hora de se valorizar e encontrar outro caminho.

No amor passional, age-se de acordo com as emoções, deixando para trás o raciocínio. É um sentimento onde se destacam a atração sexual, o desejo, a excitação, as emoções e outros.

Às vezes, uma pessoa apaixonada não mede suas ações, porque ela se deixa levar pela emoção do momento.

Por outro lado, diz-se que a paixão pode causar danos muito fortes e frequentes em um relacionamento. Em alguns casos, a violência é atingida e situações muito desagradáveis ​​podem ser experimentadas.

Leia também: 5 comportamentos que indicam o fracasso do relacionamento

Emoções e raciocínio

Mulher falando com homem

Quando o equilíbrio entre emoções e raciocínio é perdido, frustrações e decepções são experimentadas, prejudicando a autoestima.

Entre outros sentimentos são desencadeados:

  • Desilusão
  • Tédio
  • Violência
  • Tortura
  • Angústia

O amor passional e racional excessivos podem se tornar muito tóxicos para o casal. Em ambos há consequências muito nocivas capazes de afetar os hormônios, e destruir a essência e a felicidade de uma pessoa.

Em alguns casos, quando uma pessoa vive consecutivamente esse tipo de situação, pode ficar doente. O estresse, a depressão, as doenças cardíacas e a hipertensão são consequências frequentes desse problema.

Se você agir imediatamente sabendo que corre o risco de viver esses problemas, você pode evitar tanto sofrimento. É melhor afastar-se a tempo de uma pessoa prejudicial antes de se tornar um problema sério.

Como combinar amor passional e amor racional?

Amor passional e racional no casal

Não existe uma fórmula perfeita para combinar amor passional e racional, pois isso varia de acordo com a situação que surge. O problema em que a relação amorosa está sendo confrontada deve ser estudado primeiro.

O importante de tudo isso é fazer uma combinação de ambos os dois, que é o ideal para atacar esse problema.

Dependendo do caso, tome a proporção que deseja ou sinta que é ideal antes de tudo isso. Tomando apenas decisões juntas sem voltar ao problema e evitar danos ou complicações.

Se não houver racionalidade em um relacionamento, é muito difícil continuar e estará condenado ao fracasso. É por isso que a paixão e a racionalidade sempre devem ir de mãos dadas.

Recomendamos que você leia: O experimento social que alertou sobre o perigo que as crianças correm em redes sociais

Você precisa ser apaixonado ou racional?

Casal separado

A solução para o enigma de ser apaixonado ou racional é ser ambos ao mesmo tempo. Ou seja, por um lado, devemos ser sensíveis e analíticos, ter a capacidade de argumentar e ter objetividade.

No entanto, por outro lado, é uma boa opção usar os instintos pessoais de cada pessoa, em determinadas situações. A forma de andar, vestir, comer, dançar, tudo isso traz sensualidade e poder de atração.

Como ser mais atraente? Cultivando a parte racional, a cultura que se possui, passatempos relacionados ao intelectual, bom senso, inteligência, etc.

Além de tudo isso, trata- se de combiná-lo com o “eu animal” de cada pessoa, dando espaço para a capacidade de se apaixonar pela maneira de comer e viver da outra pessoa.

Em certas ocasiões, você deve permitir que a felicidade, paixão, raiva e angústia saiam.

A chave para um relacionamento próspero é sempre manter a chama do desejo acesa.

Amar implica querer o melhor para a outra pessoa e viver cada momento completamente. O amor passional e racional é uma combinação ideal para concretizar um relacionamento.