Alimentos não permitidos em uma dieta vegana

3 de dezembro de 2019
Se seguirmos uma dieta vegana, é importante garantir que não consumimos produtos de origem animal, incluindo alguns aditivos que você talvez não conheça.

Os alimentos proibidos na dieta vegana são os de origem animal. O termo foi cunhado em 1941 por Donald Watson, fundador da Vegan Society.

Os chamados “veganos” se distinguem daqueles que praticam o vegetarianismo. As pessoas que seguem uma dieta vegana, não apenas rejeitam carne ou peixe, mas também não usam produtos industrializados cuja origem seja animal. Esse tipo de categoria inclui por exemplo, itens de limpeza, higiene ou cosméticos, entre muitos outros.

Embora alguns alimentos sejam claramente de origem animal, há outros nos quais a presença de produtos de origem animal não é evidente para a maioria.

Se você está pensando em seguir essa dieta, seja por razões éticas, ambientais ou dietéticas, este artigo o ajudará a descobrir quais são os alimentos proibidos na dieta vegana. Aliás, conhecerá também os aditivos que não são permitidos.

Alimentos proibidos na dieta vegana

Garota vegana comendo frutas

Muitos dos alimentos e produtos que você consome diariamente possuem ingredientes que geralmente são de origem animal. Se você quiser se tornar vegano, é importante que sempre leia os rótulos dos alimentos e de qualquer outro produto que pretenda comprar, para saber exatamente quais ingredientes contêm.

A seguir, explicamos quais alimentos são geralmente de origem animal para que você saiba como evitá-los.

Descubra: A proteína vegetal é suficiente para um atleta?

Gorduras animais nos alimentos proibidos na dieta vegana

Os alimentos proibidos na dieta vegana possuem gordura animal

As gorduras animais são o principal alimento a evitar em uma dieta vegana.

Um vegano evitará a compra de alimentos cujo rótulo nutricional indique que provêm de gorduras animais. Mas lembre-se de que muitos desses produtos geralmente são definidos como “gordura comestível”.

  • Você pode encontrar gorduras animais em itens de padaria e doces industriais – a maioria deles é composta de ovos e leite.

Aditivos alimentares

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define aditivos como “substâncias que são adicionadas aos alimentos para preservá-los, torná-los mais seguros ou melhorar seu sabor, frescura, aparência ou textura”.

Existem aditivos tanto de origem vegetal como animal. O aditivo mais utilizado nos produtos de consumo diário é o E441. É uma gelatina proveniente do tratamento com álcalis ou ácidos de peles, tecidos ou ossos de animais, principalmente porcos.

Também o aditivo E120, conhecido como ácido carmínico. É obtido do inseto Dactylopius coccus Costa, um tipo de cochonilha. A substância é combinada com amônia, alumínio ou cálcio, para extrair os tons vermelhos.

Bebidas alcoólicas

Durante o processo de clarificação do vinho ou da cerveja, geralmente é usado um colágeno natural proveniente da bexiga natatória do peixe, gelatina, quitina (proveniente de caranguejos) ou sangue seco. Também das proteínas encontradas no leite e no ovo.

Gelatina

Gelatina de origem animal

A gelatina vem do colágeno animal, portanto, é um dos alimentos proibidos na dieta vegana.

Este alimento contém colágeno, que na maioria dos casos é extraído da pele do boi ou do porco. Aliás, os Marshmallows e outras balinhas de goma também contêm gelatina de origem animal, a menos que no rótulo haja outro tipo de especificação.

Entretanto, se você precisar de gelatina para cozinhar, uma opção vegana ideal é o ágar-ágar, um tipo de gelatina vegetal derivada de algas.

Aspic

É uma gelatina proveniente de animais (carne ou peixe). É outro dos alimentos proibidos na dieta vegana.

Molho inglês

Geralmente, as empresas que produzem molho inglês usam anchovas, um dos peixes azuis mais conhecidos na culinária mundial.

Aromas e condimentos naturais

Alguns temperos ou aromas naturais têm ingredientes de origem animal. Um exemplo claro disso são os “castores ou castóreos”. Funcionam como estabilizador e provêm das secreções das glândulas de odor anal nos castores. Esse produto não consta da lista de aditivos alimentares autorizados pela União Europeia.

É usado para dar sabor a certos alimentos, especialmente àqueles que têm sabor a baunilha.

Interessado em produtos veganos? Então leia: 3 maneiras de preparar um queijo vegano

L-Cisteína ou E-920

Este aminoácido é usado como um agente amaciador e geralmente vem das penas de aves e suínos. Aliás, alguns produtos presentes em padarias, como rosquinhas e pães, contêm cisteína.

Outros alimentos proibidos na dieta vegana

Além dos alimentos listados acima, os produtos veganos também excluem produtos derivados do mel e balas e doces feitos com goma-laca ou shellac, uma substância secretada pelo inseto Kerria lacca. Em vez disso, opte pela opção vegana.

Como você pode ver, seguir estritamente uma dieta vegana não é tão simples se você comprar alimentos processados. Portanto, preste atenção aos ingredientes de tudo o que você comprar no supermercado para garantir que não contenham nenhum aditivo de origem animal.

Você se interessou por este tipo de dieta? Sendo assim, continue conosco porque temos muitos outros artigos com dicas e receitas veganas.

  • Dieta vegana. (2018). Dieta Vegana: Cómo hacerla BIEN y qué Alimentos están Permitidos. Retrieved December 20, 2018, from http://dietavegana.pro/
  • E-aditivos. (n.d.). Aditivos alimentarios no nocivos aptos para veganos y vegetarianos. Retrieved December 20, 2018, from https://e-aditivos.com/Vegetarianos