Acne conglobata: causas e sintomas

04 Julho, 2020
A acne conglobata é um tipo especial de acne que causa sintomas mais graves. Envolve cicatrizes mais extensas, facilmente visíveis, que prejudicam a autoestima do paciente.

A acne conglobata é uma variante crônica da acne. Difere por apresentar cravos, nódulos císticos, fístulas e abscessos, que dão origem a cicatrizes deformantes. Afeta predominantemente os homens.

Geralmente ocorre entre os 15 e 25 anos de idade. Pode aparecer por si só, mas geralmente está associada a pacientes com acne vulgar. As lesões estão localizadas principalmente na face, pescoço, peito e ombros. Neste artigo, explicaremos o que é e quais são as suas características específicas.

O que é acne e acne conglobata?

A acne é uma doença inflamatória da pele. É uma das patologias mais comuns em adolescentes e jovens. De fato, é a causa mais frequente de consulta dermatológica nesta fase da vida.

Especificamente, é um distúrbio do folículo pilossebáceo. Sua etiologia é multifatorial. Acredita-se que seja causada por uma combinação de fatores, como aumento da produção de sebo, inflamação secundária, aumento da sensibilidade a andrógenos, entre outros.

Ação hormonal

As lesões de acne são os cravos. No entanto, estes podem evoluir e levar a pápulas e pústulas, e até nódulos e cistos. Portanto, existem diferentes maneiras de classificar a acne:

  • De acordo com a idade da apresentação. Pode ser neonatal, do lactante, infantil, pré-adolescente, adolescente e adulta.
  • De acordo com a lesão predominante. Aqui encontramos acne comedônica, pápula-pustular ou nódulo-cística.
  • Pode ser leve, moderada ou grave.
  • Formas especiais. É aqui que encontramos a acne conglobata.

Esta é considerada uma forma especial porque é mais grave. A acne conglobata tende a deixar cicatrizes mais extensasAlém disso, seus ferimentos se estendem além dos locais típicos da acne. Eles podem afetar os glúteos, abdômen, axilas, etc. Em suma, é definida como uma das variantes mais graves e crônicas da acne.

Leia também: Cúrcuma para a acne: benefícios e modo de uso

Sintomas da acne conglobata

O quadro clínico é caracterizado por:

  • Cravos, pápulas e pústulas.
  • Nódulos e abscessos inflamados.
  • Dor em cada lesão. A maioria das lesões fica altamente inflamada. É por isso que elas doem tanto.
  • Ulceração.
  • Supuração malcheirosa.
  • Danos e deformações da pele.
  • Cicatrizes irregulares. Elas podem evoluir para cicatrizes hipertróficas e queloides.

Às vezes, a acne conglobata é acompanhada por doenças do sangue, como anemia e leucocitose. As lesões podem ser estéreis ou infectadas por alguns microrganismos. A bactéria mais comum é a Propionibacterium acnes.

Os sintomas físicos são evidentes. No entanto, o impacto psicológico dessa patologia deve ser destacado. A acne conglobata causa inúmeros problemas de autoestima. Além disso, o paciente pode se sentir inseguro.

Você pode se interessar: O chá verde pode ajudar no tratamento da acne?

Causas

Mulher com acne leve

Como já mencionamos, as causas da acne conglobata são múltiplas. Contrariamente à crença popular, a dieta não demonstrou influenciar diretamente a sua origem. Os principais gatilhos são:

  • Aumento na produção de sebo. Parece que a sua composição também é alterada. As glândulas sebáceas também aumentam de tamanho.
  • Alteração da queratinizaçãoIsso leva à formação de cravos. Isto é, o sebo, alterado, irrita a parede folicular. As células queratinizadas descamam e não podem ser removidas. Assim, elas se acumulam. Forma-se um conglomerado de células e gordura, que é o cravo.
  • Presença de Propionibacterium acnesÉ uma bactéria que se alimenta de sebo. Por isso, ela se prolifera mais facilmente.
  • Processo inflamatório. Acredita-se que seja devido à erosão folicular e às bactérias.

Além disso, o aparecimento da acne conglobata está relacionado aos hormônios andrógenos. Eles são os hormônios que causam um aumento da produção de sebo. Esta relação está associada a diferentes processos. Primeiro, acredita-se que haja um aumento da sensibilidade dos folículos aos andrógenos. Também pode ser devido a um nível muito alto dos mesmos.

Por último, foi observado que existem fatores que agravam a patologia. A exposição ao sol e o estresse são dois exemplos.

Conclusão

A acne conglobata é uma patologia complicada. Causa lesões muito dolorosas que afetam a vida do paciente. Não apenas influenciam fisicamente, mas comprometem a autoestima e a estabilidade da pessoa.

Portanto, é importante detectá-la e tratá-la o quanto antes, pois o tratamento precoce reduzirá a incidência de cicatrizes e a sua gravidade.

  • Norris-Squirrell, F., & Pereira, M. (2017). Abordaje terapéutico de acné conglobata Acne conglobata therapeutic approach. Revista Mexicana Dermatologica, 61(4), 308–311.
  • Acné conglobata: : Causas, Síntomas y Mejores Tratamientos para cada tipo – Unisima.com. (n.d.). Retrieved May 11, 2019, from https://unisima.com/belleza/acne-conglobata/
  • Grant, R. N. R. (1951). The History of Acne. Journal of the Royal Society of Medicine, 44(8), 647–652. https://doi.org/10.1177/003591575104400802
  • Gollnick, H. P. M., Finlay, A. Y., & Shear, N. (2008). Can we define acne as a chronic disease? If so, how and when? American Journal of Clinical Dermatology, 9(5), 279–284. https://doi.org/10.2165/00128071-200809050-00001
  • Holland, D. B., & Jeremy, A. H. T. (2005). The role of inflammation in the pathogenesis of acne and acne scarring. Seminars in Cutaneous Medicine and Surgery, 24(2), 79–83. https://doi.org/10.1016/j.sder.2005.03.004