A proteção solar durante a gravidez

· 9 de dezembro de 2018
Durante a gravidez os cuidados com a pele devem se multiplicar, já que esta fica mais sensível devido aos hormônios e mudanças corporais.

A proteção solar durante a gravidez é fundamental, pois a pele se torna mais sensível. É comum que exista hiperpigmentação ou aumento da melanina presente na pele.

Portanto, detalhes como manchas, pintas ou cicatrizes que antes passavam despercebidas, agora poderão ser mais notadas.

A melanina, o pigmento natural da pele, se produz em maior quantidade durante o período da gravidez.

Até o momento não se conhece a causa exata dessa superprodução de pigmento na pele. Uma maior quantidade melanina nos deixa mais propensos a sofrer manchas cutâneas, ou o conhecido “melasma da gravidez”.

Manchas e marcas na pele

A pele da mulher grávida, especialmente na área da barriga, está exposta a mudanças drásticas.

O aumento de melanina escure a cor de pintas, manchas e cicatrizes. A cor da linha que atravessa a barriga desde o umbigo até o púbis também escurece.

Excesso de pigmentação na gravidez

As áreas dos mamilos, axilas e dobras do pescoço, da mesma forma, tornam-se mais escuras.

E, mesmo que seja uma manifestação que deveria desaparecer logo após o parto, a proteção solar durante a gravidez pode ajudar a situação não permanecer.

Nessa etapa, notam-se mais a manchas que aparecem no rosto, logo depois de uma longa exposição ao sol.

Ademais, não só se trata de proteger a pele por estética. A insolação, além de gerar lesões e queimaduras, pode produzir enjoos e febre, situações que a grávida deve evitar.

Também é importante proteger a área da barriga e os seios durante o período da gravidez, pois estes costumam aumentar drasticamente de tamanho.

Este último provoca a aparição de marcas e estrias. Esta possibilidade se minimiza se a pele está hidratada e protegida, assim poderá se esticar com menos consequências.

A pele após se bronzear pode ficar seca e perder flexibilidade, por isso aumentam-se as chances de ficarem marcas.

Além disso, caso não se possa evitar as estrias, se não as expomos ao sol, não serão nem mais claras ou escuras do que a pele da mãe, e poderão ser dissimuladas.

Não perca: Como se alimentar durante a gravidez

Proteção solar durante a gravidez

Existem dois tipos de raios UV dos quais devemos nos proteger. Os UVA, que bronzeiam, mas são perigosos, pois penetram profundamente na pele.

E os raios UVB, que penetram menos na pele, porém causam queimaduras. Nesse caso, a proteção solar durante a gravidez deve proteger de ambas radiações, a fim de correr menos riscos.

O fator de proteção solar (FPS ou SPF) determina quão forte é a defesa da pele ante os raios UVB, mas não ante os UVA.

Portanto, no momento de escolher um protetor solar, é importante observar se conta com um amplo espectro de proteção para ambos tipos de raios ultravioleta.

Descubra: O protetor solar de acordo com o tipo de pele

Outras precauções

Ainda que seja recomendado o uso de protetor solar durante todo o ano, as grávidas devem tomar precauções especiais na hora de se expor ao sol, como por exemplo:

  • Utilizar protetores solares com mais de 30 FPS autorizados pelo médico.
  • Verificar se o protetor solar seja de amplo espectro.
  • Escolher um protetor solar que seja resistente à água e ao suor.
  • Proteger-se com chapéus e óculos.
  • Tentar permanecer o maior tempo possível na sombra.
  • Evitar longas exposições ao sol, tanto para proteger a pele como para evitar enjoos e desmaios.
  • Não se expor ao sol durante o meio-dia.
  • Aplicar o protetor solar a cada hora ou logo após se banhar na piscina ou praia.
Protetor solar para a gravidez

Ainda que muitas vezes demos como certo a proteção e saúde da pele, devemos dar a importância merecida.

Expor-se ao sol indiscriminadamente causa envelhecimento, rugas, manchas, queimaduras e até mesmo câncer.

Também recomenda-se incluir o uso de protetor solar durante todo o ano, não só no verão.

Em todo momento devemos nos cuidar dos raios de sol e das consequências que a superexposição pode trazer.

Com estas recomendações, poderá ter um lindo e saudável bronzeado que aumente seu “brilho de grávida” e passar um verão inesquecível.

Além disso, graças à proteção solar durante a gravidez sua pele não ficará com manchas tão difíceis de atenuar ou eliminar.

Megaw, L., Clemens, T., Dibben, C., Weller, R., & Stock, S. (2017). Pregnancy outcome and ultraviolet radiation; A systematic review. Environmental Research. https://doi.org/10.1016/j.envres.2017.02.026