9 recomendações para evitar a prisão de ventre

· 8 de novembro de 2017
É muito importante que, ao aumentarmos o consumo de fibra, façamos o mesmo com a água, já que, do contrário, podemos obter o efeito contrário e piorar o problema.

Saiba como evitar a prisão de ventre, uma doença digestiva que se apresenta quando o intestino fica mais lento, o que afeta sua capacidade de eliminar os dejetos.

Seu aparecimento reduz a qualidade de vida dos pacientes, já que muitos resíduos ficam retidos no cólon, causando reações inflamatórias, gases e dor.

O mais preocupante é que muitas pessoas não sabem como preveni-la e tratá-la, o que facilita o aparecimento de outras complicações da saúde digestiva.

Felizmente, grande parte do tratamento é realizado com mudanças nos hábitos de vida, adotando algumas medidas que facilitam a digestão.

Neste artigo, compartilhamos 9 recomendações para que você evite a constipação intestinal.

Como evitar a prisão de ventre

1. Aumente o consumo de fibras

Fibras para evitar a prisão de ventre

As dietas com um alto teor de fibras são fundamentais para promover a digestão dos alimentos e o movimento intestinal.

Entre outras coisas, esse nutriente previne problemas digestivos como:

  • Síndrome do intestino irritável
  • Diverticulite
  • Hemorroidas
  • Úlceras

Os alimentos que contêm fibras são:

  • Cereais integrais
  • Chia e linhaça
  • Folhas verdes
  • Maçãs e peras
  • Frutas cítricas
  • Oleaginosas
  • Frutas vermelhas
  • Leguminosas

2. Limite o consumo de gordura

Os alimentos com alto teor de gordura não apenas causam dificuldades no funcionamento metabólico, como também na digestão.

Eles demoram mais tempo para se decompor e aumentam a probabilidade de sofrer com a constipação.

Dentre esses alimentos, destacamos:

  • Embutidos
  • Frituras
  • Óleos vegetais de soja e de palma
  • Molhos industrializados
  • Pizza
  • Hambúrgueres
  • Cachorro quente

3. Consuma carnes magras

Carnes magras

As carnes são uma das fontes principais de proteínas de alta qualidade. No entanto, por seu teor de gorduras de difícil digestão, o mais recomendável é escolher as partes magras.

Opte por consumir:

  • Lombo de porco
  • Peito de frango e de peru

4. Respeite o horário das refeições

Para evitar problemas no movimento do intestino, as refeições principais devem ser realizadas sempre no mesmo horário.

Ainda que seja inofensivo comer fora do horário de vez em quando, o melhor é ter uma hora fixa para o café da manhã, o almoço e o jantar.

5. Aumente o consumo de água

Mulher bebendo água

Beber água todos os dias é um dos hábitos mais importantes para evitar a prisão de ventre e as digestões pesadas.

Esse líquido vital se une à fibra para criar fezes mais moles e volumosas, o que facilita sua passagem pelo cólon.

6. Faça exercícios regularmente

A prática regular de exercícios físicos é ideal para ajudar o sistema digestivo e, assim, diminuir episódios de prisão de ventre.

Os movimentos que realizamos com o corpo otimizam a passagem dos dejetos através do intestino, o que facilita a expulsão das fezes.

7. Incorpore probióticos à dieta

 

Alimentos probióticos

Os probióticos são alimentos repletos de cultivos vivos que, ao serem assimilados pelo intestino, regulam a flora bacteriana para melhorar a saúde digestiva e do sistema imunológico.

Seu consumo regular previne o desenvolvimento de infecções gastrointestinais e, ao mesmo tempo, favorece a decomposição dos alimentos pesados.

Alguns recomendados são:

  • Kefir
  • Iogurte natural
  • Kombucha
  • Sopa de missô
  • Pepinos em conserva

8. Consuma laxantes naturais

Os laxantes naturais são ingredientes cujas propriedades digestivas ajudam a melhorar o movimento intestinal e evitar os quadros crônicos de prisão de ventre.

Em geral, são alimentos ricos em fibras, água e antioxidantes que, ao serem assimilados, facilitam a digestão das substâncias que retardam as funções digestivas.

Entre eles, destacamos:

  • Gel de aloe vera
  • Suco de papaia
  • Suco de abacaxi
  • Pitaia
  • Água morna com limão
  • Kiwi
  • Água de sementes de linhaça
  • Figos

9. Vá ao banheiro quando o corpo pedir

Mulher ao computador com dor de barriga

Muito cuidado! Assim como segurar a vontade de urinar, reter as fezes é prejudicial para a saúde intestinal e digestiva.

Ainda que, às vezes, seja inevitável, o ideal é ir ao banheiro toda vez que o corpo pedir.

  • Isso evita que o cólon se inflame, previne a formação de gases e o surgimento de dor.

Você tem dificuldade para eliminar as fezes? Sente-se pesada e seu ventre parece inflamado? Preste atenção a estes conselhos para evitar a prisão de ventre.