Os 9 melhores analgésicos naturais

Existem alimentos cujos componentes têm propriedades anti-inflamatórias e analgésicas similares a de químicos. Se você prefere alternativas naturais em vez de medicamentos tradicionais, irá se interessar por este artigo.
Os 9 melhores analgésicos naturais

Última atualização: 31 Outubro, 2018

O objetivo dos analgésicos é amenizar as dores do corpo, sobretudo na cabeça, nos músculos e articulações. Existem vários analgésicos que podemos comprar nas farmácias, mas para aqueles que preferem alternativas caseiras, recomendamos a leitura deste artigo. Aqui você encontrará quais são os melhores analgésicos naturais.

1. Analgésicos naturais: azeite de oliva

O azeite de oliva é um dos remédios que a natureza nos oferece para muitas afecções e mal-estares, além de ser delicioso. Você deve consumi-lo em sua forma extravirgem, que é mais saudável do que as vendidas no mercado. É possível encontrá-lo diretamente em uma loja de produtos naturais ou feira orgânica.

analgesicos2

Este azeite contém uma substância natural que atua igual ao ibuprofeno e outros medicamentos anti-inflamatórios não-esteroides. As pesquisas comprovaram que o azeite de oliva se compara com estes fármacos porque pode reduzir as dores.

A boa notícia é que este é um remédio natural e, por sua vez, oferece menos riscos à saúde, como formar coágulos sanguíneos, Alzheimer ou câncer (para os que continuamente consomem este tipo de medicamento químico).

2. Analgésicos naturais: cúrcuma

Esta especiaria contém curcumina, um potente analgésico que ajuda a bloquear a dor no corpo e, por sua vez, a combater a inflamação. Pode-se consumi-la no lugar dos fármacos, sem nenhum efeito colateral.

Como foi demonstrado em vários estudos, a cúrcuma pode ajudar a deter as dores da artrite reumatoide ao “anular” o envio de neurotransmissores ao cérebro.

Curcuma

A dose que se aconselha de cúrcuma é por volta de 600 mg, a qual deve ser consumida três vezes por dia para conseguir melhores benefícios.

3. Analgésicos naturais: óleo de peixe

Por conter ácidos graxos ômega 3, o óleo de peixe pode bloquear a produção de substâncias químicas inflamatórias, como os leucotrienos e as citocinas, causadores de muitas dores intensas, que também são uma das causas da artrite.

analgesicos4

Consumir periodicamente o óleo de peixe pode reduzir notavelmente a gravidade da doença de Crohn e também serve para que as pessoas deixem de depender dos esteroides e fármacos, os quais podem viciar e levar à necessidade de doses cada vez maiores para amenizar a dor.

4. Analgésicos naturais: mirtilos

Muitas são as propriedades que são atribuídas a esta fruta deliciosa de cor azulada e de tamanho pequeno. É um anti-inflamatório ideal porque possui muitos antioxidantes, os quais eliminam os radicais livres, responsáveis por inflamar a mucosa digestiva.

Isto causa úlceras, infecções urinárias e mal-estar digestivo, entre outras doenças.

analgesicos5

As pesquisas afirmam que consumir uma xícara de mirtilo por dia evita quase 60% das infecções do sistema urinário, por exemplo. Além disso, é excelente para limpar o sangue, reduzir a inflamação e retenção de líquidos, e ajuda os pacientes com diabetes a reduzir o açúcar no organismo.

5. Analgésicos naturais: uvas

As uvas servem para tratar as dores nas costas, tão típicas na sociedade atual devido ao uso de computadores ou em função da má postura em frente à televisão. As propriedades anti-inflamatórias das uvas fazem com que aumente a circulação sanguínea na região lombar, o que melhora a dor.

analgesicos6

Estudos demonstraram que a dose diária para se aproveitar das propriedades das uvas é de uma xícara. Isto aliviará suas dores nas costas, pescoço, ombros e cintura.

6. Analgésicos naturais: aveia

A aveia tem muitas propriedades, por isso se aconselha consumi-la no café da manhã com leite, suco de laranja ou iogurte. É um anti-inflamatório ideal para as mulheres porque desinflama a área pélvica no período da menstruação.

analgesicos7

Além disso, é um perfeito e completo alimento para melhorar a quantidade de zinco no organismo, trazendo mais alívio aos que sofrem com a endometriose. Você também pode consumi-la empanando as carnes vermelhas, frango, vegetais, em saladas ou sopas.

7. Analgésicos naturais: alho

Como não poderia ser de outra maneira, o alho oferece mil e uma propriedades, entre elas, as analgésicas. Ele serve para amenizar os níveis de dores sentidos nas articulações devido à artrite.

Para poder aproveitar seus benefícios, pique um dente de alho e o aqueça com uma colher de óleo. Aplique na região dolorida e deixe agir. Em seguida, notará que o mal-estar ou a dor vai passar ou amenizar.

analgesicos8

Também pode ser usado para tratar as dores de dente. Para isso, você deve amassar três dentes de alho e misturar com um pouco de sal. Aplique em cima da parte do dente que está doendo e deixe por alguns minutos.

Com a saliva que se produzirá e os sucos que o alho produz, você poderá amenizar as dores de dente (que são uma das piores que existem).

8. Analgésicos naturais: vinagre de maçã

É um dos condimentos para saladas ou para conservas que você pode usar, pois é um excelente analgésico. Tem efeitos alcalinizantes que percorrem todo o corpo.

Sem dúvidas, nos servirá como um alívio diante da vida agitada que levamos. O vinagre de maça alivia a acidez e a inflamação na parte alta do estômago.

analgésicos naturais

Para poder aproveitar seus benefícios, misture uma colher deste vinagre com uma xícara de água. Beba quando sentir refluxos gástricos e obterá excelentes resultados.

9. Analgésicos naturais: camomila

O chá de camomila é ideal para desinflamar os músculos e também tranquilizar os nervos. Contém uma grande quantidade de propriedades para o seu corpo. Ele o ajudará a aliviar a dor nas costas, no pescoço e na cintura.

analgesicos10

Para isso, consuma até três xícaras de chá de camomila durante o dia. À noite, você observará que os músculos e as articulações já quase não doem.

Pode interessar a você...
Como aliviar a dor muscular sem tomar analgésicos
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como aliviar a dor muscular sem tomar analgésicos

Para muitos, a dor muscular é uma constante. Neste artigo contaremos como lidar com as dores nos músculos sem recorrer aos analgésicos.

 



  • Caballero-Gutiérrez, L., & Gonzáles, G. F. (2016). Alimentos con efecto anti-inflamatorio. Acta Médica Peruana, 33(1), 50-64.
  • de Cos, P. S., & Pérez-Urria, E. (2014). Cúrcuma I (Cúrcuma Longa L.). Reduca (Biología), 7(2).
  • Jurenka, J. S. (2009). Anti-inflammatory properties of curcumin, a major constituent of Curcuma longa: a review of preclinical and clinical research. Alternative medicine review, 14(2).
  • Puertollano, M., Puertollano, E., Álvarez de Cienfuegos, G., & De Pablo, M. A. (2010). Aceite de oliva, sistema inmune e infección. Nutrición Hospitalaria, 25(1), 1-8.
  • Basu A, Du M, Leyva MJ, Sanchez K, Betts NM, Wu M, Lyons TJ. Blueberries Decrease Cardiovascular Risk Factors in Obese Men and Women with Metabolic Syndrome. The Journal of Nutrition 2010; 140 (9): 1582-1587. Available at: https://doi.org/10.3945/jn.110.124701.
  • Vélez-Marín, M., Uribe-Velásquez, L. F., & Souza, M. I. L. (2012). Papel del resveratrol de uva como antioxidante. Revista luna azul, (34), 240-256.
  • García Bacallao, L., Rojo Domínguez, D. M., García Gómez, L. V., & Hernández Ángel, M. (2002). Plantas con propiedades antiinflamatorias. Revista Cubana de Investigaciones Biomédicas, 21(3), 214-216.