8 sintomas da deficiência de vitamina C

· 2 de março de 2017
Muito além de reforçar nosso sistema imunológico, a vitamina C é essencial para o reparo celular e a recuperação das lesões, por isso, caso falte, as feridas tardam mais em cicatrizar.

Não é segredo para ninguém que as vitaminas desempenham um papel fundamental em tudo o que tem a ver com a saúde e o bom funcionamento do organismo. Entre elas, a vitamina C é uma das mais conhecidas e importantes. Sendo, então, a deficiência de vitamina C um grande problema.

Ela não apenas é essencial para fortalecer o sistema imunológico, mas também participa em muitos processos do corpo.

Está comprovado que seu consumo regular melhora a circulação do sangue, promove o crescimento celular e minimiza os efeitos negativos do dano oxidativo.

Além disso, a vitamina C é necessária para uma correta absorção do ferro e a utilização do cálcio, o que permite obter outros interessantes benefícios.

Por todas estas razões, sua deficiência no organismo pode desencadear uma série de reações negativas que afetam de forma direta o estado físico e mental.

No início é difícil notá-las, mas com o passar do tempo manifestam-se alguns sintomas que as tornam evidentes.

Sinais de alerta da deficiência de vitamina C

1. Enfraquecimento e queda de cabelo

Mulher com queda de cabelo devido a deficiência de vitamina C

Em primeiro lugar, o enfraquecimento e a queda de cabelo costumam estar associados a vários fatores que podem deteriorar o couro cabeludo e os fios.

Entre eles, a deficiência de vitamina C é uma causa comum, já que se trata de um nutriente essencial para manter o colágeno e as proteínas que dão força aos fios.

Uma dieta pobre nos alimentos que a contêm pode provocar ressecamento, queda, e suscetibilidade à caspa, por exemplo.

Leia também: 4 remédios naturais para a queda de cabelo

2. Infecções recorrentes

As pessoas com uma deficiência de vitamina C costumam desenvolver mais infecções do que aquelas que a consomem nas quantidades necessárias para a saúde.

Este nutriente é essencial para os mecanismos de defesa do corpo e, por isso, uma redução de seus níveis reduz a capacidade do organismo de destruir os patógenos que causam todo tipo de doenças.

As contínuas infecções urinárias, os problemas bucais e as alergias na pele são sinais de que devemos aumentar seu consumo.

3. Mudanças de humor

Mulher estressada devido a deficiência de vitamina C

Mesmo que na maior parte das vezes ignoremos, a vitamina C também tem um estreito vínculo com a saúde emocional.

Isso porque seus níveis adequados trazem estabilidade mental, tranquilidade e controle sobre os hormônios que causam mal humor.

Dessa forma, uma redução da vitamina pode provocar estados de irritabilidade, estresse, e outras emoções negativas que nos afetam.

4. Fadiga

A fadiga ou contínua sensação de cansaço é um sintoma que se manifesta por várias causas e problemas de saúde.

A deficiência de vitamina C não é exceção, pois este nutriente é necessário para um bom rendimento físico e mental.

Desse modo, não ingerir as quantidades adequadas nos impede de alcançar um bom descanso e prolonga a sensação de esgotamento.

5. Feridas difíceis de curar

As feridas podem se tornar difíceis de curar devido a deficiência de vitamina C

Já que este nutriente é necessário para uma correta oxigenação e reparação celular, sua redução no corpo impede que as feridas se curem em um tempo bom.

Sendo assim, é comum que as lesões demorem a cicatrizar e as manchas roxas apareçam da noite para o dia.

6. Dor corporal

As contínuas dores corporais devem ser analisadas por um especialista, pois são muitas as causas que podem desencadeá-las.

Entre estas, as deficiências nutricionais são muito comuns, principalmente porque influenciam de forma direta a saúde muscular e articular.

Por exemplo, a falta de vitamina C reduz a correta absorção de alguns minerais, o que conduz ao enfraquecimento muscular.

Além disso, impede a síntese correta de colágeno e provoca um enfraquecimento na cartilagem que protege as articulações.

Visite este artigo: Alimentos que trazem colágeno para a pele

7. Pele seca

Sua pele pode ficar seca por conta da deficiência de vitamina C

O consumo diário dessa vitamina é um dos melhores hábitos para ter uma pele suave, bonita e livre de doenças.

Isso porque este nutriente impede a perda precoce de colágeno e elastina, duas substâncias que se encarregam de manter sua firmeza e elasticidade.

Sua ingestão regular minimiza os efeitos negativos dos radicais livres, promove a eliminação das toxinas e reduz o risco de envelhecimento precoce.

Como se fosse pouco, a vitamina C é essencial para uma correta hidratação cutânea, já que facilita a absorção de nutrientes e líquidos.

8. Doenças cardiovasculares

O desenvolvimento precoce de algumas doenças cardiovasculares pode estar muito relacionado com a falta de vitamina C na dieta.

Mesmo que estas estejam condicionadas por muitos fatores, os baixos níveis deste nutriente influenciam o seu desenvolvimento.

Sua ação antioxidante reduz o acúmulo de colesterol, favorece a limpeza do sangue e estimula a eliminação das toxinas.

É essencial para melhorar o tecido conectivo de nossos órgãos, pois apoia a funcionalidade de nossas células, veias e artérias.

Você suspeita que pode ter esta deficiência nutricional? Então, informe-se principalmente sobre as fontes naturais que a contêm e procure melhorar seus hábitos alimentares para receber a dose correta.