8 produtos para o lar que afetam a nossa tireoide

· 8 de agosto de 2015
As pastas de dentes e os produtos antibacterianos podem conter um ingrediente que, embora ajude a eliminar alguns micro-organismos, pode ser muito prejudicial para o funcionamento da glândula da tireoide.

A tireoide é uma pequena glândula em forma de mariposa que se encontra localizada exatamente na parte inferior do pescoço e que cumpre uma função muito importante por ser responsável por todos os processos metabólicos do corpo.

Quando há alterações na glândula da tireoide, muitos órgãos do corpo podem ser afetados e, como consequência, a qualidade de vida pode diminuir devido ao surgimento de diferentes transtornos e doenças.

O acúmulo de toxinas é uma das causas principais do aumento dos problemas na tireoide. Embora manter uma alimentação saudável possa contribuir para diminuir o impacto das toxinas no organismo, há outros hábitos e elementos que são ignorados e que também podem afetar o seu funcionamento.

O uso de certos produtos para o lar está influenciando o surgimento de problemas na tireoide pela quantidade de químicos e toxinas que contêm. Evitar ou reduzir seu uso é outra maneira de diminuir os riscos de sofrer esse tipo de problema.

Pesticidas

produtos para o lar

Vários estudos conseguiram determinar que as pessoas que estão em contato, de uma ou outra maneira, com pesticidas, correm maior risco de sofrer problemas na tireoide.

Além disso, um desses estudos identificou que mulheres casadas com homens que usam pesticidas em seu trabalho diário correm um risco muito maior de ter problemas na tireoide em comparação com outras mulheres.

Outra pesquisa adverte que 60% dos pesticidas utilizados atualmente causam alterações na glândula da tireoide.

Não há dúvida de que antifúngicos, herbicidas e inseticidas e, em geral, qualquer pesticida, são produtos nocivos para a tireoide.

Leia também: Como remover os pesticidas das frutas e verduras

Retardadores de chama

Os retardadores de chama causam alterações no funcionamento da glândula da tireoide. Esse tipo de produto é encontrado nas telas da televisão e de computadores, assim como na espuma usada em móveis e recheio de almofadas.

Como se fosse pouco, ainda estão relacionados com problemas de comportamento e de desenvolvimento.

Plástico

produtos para o lar

Além de ter um impacto negativo no corpo, os plásticos podem ser perigosos para o funcionamento do organismo.

Uma das preocupações relacionadas à saúde é uma substância química que se filtra a partir das garrafas de plástico, conhecida como antimônio.

Cientistas da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, encontraram uma concentração de antimônio 2,5 vezes superior à quantidade segura nas bebidas de frutas e sucos em garrafas plásticas .

Também foi comprovado que os ftalatos em alguns plásticos afetam o funcionamento da tireoide.

Antiaderentes

Os antiaderentes são compostos por ácido perfluorooctanoico (PFOA), um químico utilizado na fabricação de teflon, embalagens de comida e outros produtos de uso habitual em nosso lar.

Essa substância afeta a tireoide mesmo se estivermos expostos a ela apenas em níveis moderados. Por isso, é melhor evitar o seu uso.

Pasta de dentes com triclosan

Algumas pastas de dentes populares contêm um ingrediente conhecido como triclosan que afeta o funcionamento da tireoide, da testosterona e dos estrogênios, além de evitar que os antibióticos funcionem.

O triclosan é um componente que interfere nos hormônios produzidos pela tireoide, ao mesmo tempo que altera o desenvolvimento normal do sistema reprodutor e do metabolismo.

Leia também: Dieta do metabolismo acelerado, como funciona?

Produtos antibacterianos

produtos para o lar

Existem sabonetes e loções antibacterianas que também contêm triclosan.

O triclosan atua como um antibiótico para controlar as bactérias que se proliferam em pés, mãos, dentes e outras áreas do corpo. No entanto, é danoso para outras funções do corpo, como é o caso da glândula da tireoide.

Metais pesados

Muitos produtos químicos que são utilizados em nosso lar possuem alguma quantidade de metais pesados como o mercúrio, o chumbo e o alumínio, que, ao atingir os anticorpos, podem causar doenças autoimunes da tireoide, como as doenças de Hashimoto e Graves.

Soja

A soja contém fitoestrógenos em suas proteínas, os quais podem inibir a peroxidasse tireoidiana.

Esse produto interrompe o funcionamento normal da tireoide ao bloquear a capacidade do corpo de utilizar iodo, um mineral envolvido na produção dos hormônios da tireoide.

Outra desvantagem da soja é que, atualmente, a maioria dos grãos é geneticamente modificada, o que também pode causar um impacto negativo para a saúde.

  • Aw, T. C., & Yap, C. Y. F. (2011). Thyroid function tests. Proceedings of Singapore Healthcare. https://doi.org/10.1177/201010581102000212

  • The Association for Clinical Biochemistry, British Thyroid Association, & British Thyroid Foundation. (2006). UK Guidelines for the use of thyroid function tests [PDF]. Consultant.