8 alimentos que você acredita serem saudáveis (mas não são)

· 28 de maio de 2017
Ainda que existam muitos alimentos que são vendidos como “saudáveis”, a verdade é que, muitas vezes, o melhor é prepará-los nós mesmos para, assim, garantirmos que não incluem ingredientes prejudiciais.

Você decidiu levar uma vida saudável? Algumas pessoas podem se motivar pelo desejo de serem mais saudáveis, terem um corpo mais esbelto ou enfrentarem uma doença. Se você planeja isso, independentemente da razão, será sempre uma boa decisão.

O que é importante é saber que existem alguns alimentos que você acredita serem saudáveis, mas que não são, e que podem sabotar todos os seus esforços.

Isso acontece muito por causa da desinformação ou das estratégias de marketing do mercado. Assim, esses alimentos são as causas pelas quais você não vê os resultados que deseja, no prazo que deveria.

Esses alimentos são muito enganosos, já que muitos são naturais ou se dizem baixos em calorias. Por esse motivo, hoje vamos lhe dar uma lista de alimentos que você acredita serem saudáveis (mas que não são).

Alimentos que, na realidade, não são saudáveis

1. Saladas prontas

saladas-saudaveis

Saladas prontas que podemos comprar nos supermercados são um desses alimentos que acreditamos serem saudáveis.

Ainda sejam à base de vegetais, às vezes são de baixa qualidade.

Além disso, é comum que passem várias semanas congeladas. Isso significa que os alimentos não são frescos e que contêm conservantes.

Como se o argumento anterior não bastasse, a maioria dessas saladas vem acompanhada de molhos com alto teor de sódio, adoçantes e saborizantes.

O melhor é que você mesmo prepare suas saladas. Fazendo isso, não apenas economizará dinheiro, como também conseguirá perder peso.

Ver também: Como preparar saladas que irão ajudá-lo a perder peso e se sentir saciado

2. Vitaminas comerciais

Nem todas as vitaminas são iguais e, algumas vezes, consideramos que são alimentos saudáveis. O que está rotulado como uma “vitamina” não significa necessariamente que é saudável.

As vitaminas comerciais podem conter:

  • Açúcar refinado
  • Gordura
  • Calorias extra desnecessárias
  • Produtos químicos

É muito mais barato e mais fácil preparar sua própria batida pela manhã. Assim, você se assegura de utilizar frutas e vegetais frescos e da estação.

Além disso, pode controlar as porções a todo momento, e evitar os químicos que poderiam lhe fazer mal.

3. Mix de frutas secas e oleaginosas

frutos-secos-oleaginosas

Certamente mais de uma vez você já comprou essas misturas de frutas secas e oleaginosas que existem nos supermercados ou lojas de conveniência, porque são alimentos considerados saudáveis.

Se você compra essas misturas de frutas secas em grandes quantidades, deve saber que podem conter:

  • Alto teor de gordura
  • Sulfitos que servem como conservantes
  • Sementes velhas
  • Sal em excesso

Se você realmente gosta dessas frutas secas ou quer algo para beliscar entre as refeições, escolha sementes secas e frutas e vegetais frescos.

4. Barras de cereais ou energéticas

Muitas das barras energéticas e granola comerciais têm, entre seus ingredientes, o xarope de milho, com alto teor de frutose, açúcar refinado, gorduras saturadas e trans.

É muito mais saudável preparar sua própria barra de cereais caseira. Experimente várias receitas até encontrar sua favorita.

5. Produtos sem gordura

Os alimentos processados sem gordura não garantirão a perda de peso que talvez você esteja buscando. Na verdade, as gorduras saudáveis proporcionam uma sensação de saciedade.

No entanto, você deve ter muito cuidado com esses alimentos que se anunciam como livres de gordura, pois poderiam estar dando ao seu corpo calorias vazias (desprovidas de nutrientes – não alimentam e só fazem o corpo engordar).

O melhor que você pode fazer é comer, pelo menos, 80% de alimentos preparados por você ou orgânicos.

6. Sorvete de iogurte

O sorvete de iogurte é o maior engano deste século. Muitas pessoas acreditam que, ao consumi-lo, estão escolhendo a opção mais saudável, quando na verdade não é assim.

Esses sorvetes contêm uma grande quantidade de açúcar refinado, e os mesmos saborizantes que os sorvetes normais.

Se você realmente quer uma opção de sorvete de iogurte, o melhor é prepará-lo você mesmo, com iogurte natural. Adoce-o com estévia, acrescente frutas, e lembre-se de não abusar.

Recomendamos ler: 10 maneiras criativas de reutilizar a casca de laranja

7. Bebidas “saudáveis”

As bebidas energéticas ou qualquer outra similar devem ser eliminadas de sua lista de alimentos supostamente saudáveis. Esses preparados químicos não são melhores do que um copo de refrigerante.

Podem estar repletos de adoçantes químicos sintéticos que já foram ligados ao câncer, portanto, sempre devem ser evitadas.

Em seu lugar, beba água de coco ou simplesmente prepare um pouco de água saborizada com frutas.

8. Pão integral

pao-integral

Este é outro alimento que você acredita ser saudável, mas que não é. O rótulo desses pães pode indicar que são super saudáveis, e que você pode consumi-los diariamente.

No entanto, a realidade é que comer esses pães é o mesmo que comer um pão branco normal.

Muitos dos pães que vêm rotulados como “multigrãos” ou “trigo integral” são feitos, geralmente, com grãos refinados.

Portanto, você não obterá o benefício nutricional completo do grão integral.

Leia sempre a lista de ingredientes, ou, melhor ainda, prepare seu próprio pão com farinha sem glúten. Não é difícil e você vai adorar prepará-lo.