8 alimentos que são mais saudáveis quando consumidos crus

· 6 de janeiro de 2019
Ainda que no caso do tomate o licopeno aumente se o cozinharmos, o fato é que outros alimentos perdem grande parte de suas propriedades, por isso é recomendável comê-los crus.

Os métodos de cozimento e preparo dos alimentos nos permitiram, durante séculos, desfrutar de uma ampla variedade de pratos cheios de propriedades nutricionais para o nosso corpo.

Assar e cozinhar ao vapor são algumas das técnicas saudáveis para maximizar os benefícios de alguns alimentos que requerem cozimento.

Porém, há certos alimentos que, pelo contrário, podem ser muito mais nutritivos se consumidos em seu estado 100% natural.

Apesar de alguns melhorarem de sabor quando submetidos a algum processo de cozimento, foi comprovado que outros oferecem mais vitaminas e minerais quando consumidos crus.

Isto se deve ao fato de que o calor e os aditivos que usamos ao cozinhar quebram alguns de seus nutrientes, portanto, diminuem seus benefícios para a saúde.

Por essa razão, hoje iremos compartilhar uma lista de 8 alimentos que podem ser mais proveitosos quando consumidos crus.

Conheça-os agora!

Alimentos que devem ser consumidos crus

1. Beterraba

Alimentos como a beterraba são melhores se consumidos crus.

A beterraba é conhecida como um dos vegetais com mais teor de açúcares naturais e nutrientes essenciais que beneficiam a saúde.

Oferece grandes quantidades de:

  • Vitaminas (A, B e C)
  • Minerais (potássio, magnésio, ferro)
  • Fibra

Além disso, seu consumo regular promove a atividade do sistema imunológico, a circulação, e outras funções importantes para a saúde física e mental.

A razão pela qual não se recomenda cozinhá-la é porque este processo faz com que ela perca 25% de ácido fólico. Esta substância é muito importante para a saúde cerebral.

2. Brócolis

O brócolis é um dos alimentos com mais teor de vitamina C, cálcio, potássio e outros nutrientes essenciais. Todos oferecem uma ampla variedade de benefícios ao corpo.

Reduz o risco de câncer e a prevenção de doenças cardiovasculares e imunológicas, porque possui uma quantidade importante de sulforafano.

De acordo com uma pesquisa publicada na revista  Journal of Agricultural and Food Chemistry, quem o consome cru absorve esta substâncias e seus minerais e vitaminas de forma mais fácil.

3. Cebola

A cebola é um alimento que é mais benéfico se consumido cru.

As cebolas contêm um composto ativo chamado alicina. Depois de absorvido, previne o câncer, controla a ansiedade e, principalmente, melhora a saúde cardiovascular.

Porém, ao submetê-las a algum processo de cozimento, este fitonutriente diminui seus níveis e é mais difícil de absorver.

O ideal é adicioná-la nas saladas e sucos, assim,  desfrutamos ao máximo dos benefícios que obtemos ao consumi-la crua.

4. Pimentão vermelho

Este vegetal contém até três vezes o consumo diário recomendado de vitamina C. Além disso, é uma boa fonte de vitamina B6, vitamina E e magnésio.

O cozimento por um período curto de tempo manterá seu sabor doce e muitas de suas propriedades. Porém, submetê-lo a altas temperaturas fará com que perca tanto sua vitamina C quanto o resto das qualidades nutricionais.

5. Oleaginosas

Melhor consumir alimentos crus, como frutos secos.

Apesar de oferecerem mais calorias em comparação com outros alimentos, as oleaginosas são uma fonte significativa de gorduras saudáveis, proteínas e antioxidantes.

Estes nutrientes diminuem o colesterol ruim, os problemas de circulação e outros transtornos do sistema cardiovascular.

Porém, o ideal é escolher as versões cruas, já que oferecem mais vitaminas e minerais e não contêm óleos transgênicos.

Algumas opções deliciosas são:

  • Amêndoas
  • Castanha de caju
  • Avelãs
  • Nozes

6. Frutas vermelhas

A adição de frutas vermelhas desidratadas aos cereais e oleaginosas embaladas se transformou em uma tendência de alimentação saudável para os lanches e cafés da manhã.

Infelizmente, as frutas secas não contam com as mesmas propriedades nutricionais. Aliás, o processo ao qual são submetidas aumenta até três vezes seu teor de açúcar e calorias.

Visto que se desidratam por completo, carecem das vitaminas e minerais solúveis em água que oferecem quando estão em seu modo natural.

7. Coco

Consumir coco como alimento cru

Este delicioso fruto é muito mais saudável quando consumido em seu estado cru, ao invés de adicionado em barras, doces e bolos.

Famoso por seu óleo e sua água saudável, conta com gorduras essenciais de cadeia média que fortalecem a saúde cardíaca e cerebral.

Seu processamento faz com que se perca uma parte importante de seus nutrientes essenciais e, portanto, afeta os benefícios que oferece ao organismo.

Visite este artigo e Saiba o que o óleo de coco pode fazer pelo seu cabelo

8. Alho

O alho é um alimento muito benéfico para o corpo, pois contém grande quantidade de alicina e antioxidantes.

 

Uma pesquisa revelou que consumi-lo cru diminui o risco de câncer de pulmão.

Além disso, qualquer processo de cozimento pode destruir até 90% de suas vitaminas e minerais.

E você, costuma cozinhar estes alimentos? Agora que sabe o quão benéficos são em seu estado cru, então não duvide em adicioná-los em sua alimentação com receitas que não alterem seus nutrientes!

Gostou deste artigo? Sendo assim, continue na nossa página com mais dicas para a sua saúde, beleza e bem-estar.

Heidi Rubí Ramírez-Concepción, Liliana Narcedalia Castro-Velascoa, E. M.-S. (2016). Efectos Terapéuticos del Ajo. Salud y Administración.

Clement, C. R., Zizumbo-Villarreal, D., Brown, C. H., Ward, R. G., Alves-Pereira, A., & Harries, H. C. (2013). Coconuts in the Americas. The Botanical Review. https://doi.org/10.1007/s12229-013-9121-z

Marcussi, F., Lyra Villas Bôas, R., José Grava de Godoy, L., & Goto, R. (2004). Macronutrient accumulation and partioning in fertigated sweet pepper plants. Sci. Agric. (Piracicaba, Braz.). https://doi.org/10.1590/S0103-90162004000100011

Alonso Pineda, D., Salucci, M., Lázaro, R., Maiani, G., & Ferro-Luzzi, A. (1999). Capacidad antioxidante y potencial de sinergismo entre los principales constituyentes antioxidantes de algunos alimentos. Revista Cubana de Alimentación y Nutrición.