8 alimentos que ajudam a acelerar seu metabolismo

26 Janeiro, 2019
Você sabia que o consumo de alimentos picantes pode acelerar seu metabolismo em até 25% por algum tempo? Eles também ajudam a reduzir a sensação de fome e aumentam o gasto energético.

Ao falarmos de metabolismo, muitas pessoas acreditam que trata-se do principal responsável pela incapacidade de se perder peso facilmente. Pensando nisso, hoje falaremos sobre 8 alimentos que ajudam a acelerar seu metabolismo.

É importante saber que o metabolismo é um processo mediante o qual o organismo transforma os alimentos em energia.

O corpo queima energia a todo momento, inclusive com o simples ato de respirar. Essas calorias que utiliza para funcionar a cada dia são conhecidas como taxa metabólica basal.

São muitos os fatores que determinam esta taxa, como o peso, a altura, o sexo e a idade. No entanto, a prática de certos hábitos pode alterá-la, seja para o bem ou para o mal.

Por exemplo, o sedentarismo e o consumo excessivo de alimentos pouco saudáveis tornam suas funções mais lentas e reduzem sua capacidade de queimar energia.

Por outro lado, graças às qualidades de alguns alimentos, podemos estimular o corpo para melhorar o ritmo do metabolismo e promover a perda de peso.

1. Pimenta para acelerar seu metabolismo

pimentas

A pimenta jalapeño, a pimenta-caiena e outras variedades de pimentas são excelentes aliadas do metabolismo e da circulação sanguínea.

Elas têm a capacidade de aumentar o gasto energético do corpo e, além disso, diminuem a sensação de fome.

Estes benefícios se devem ao seu alto teor de capsaicina, um composto ativo que estimula os receptores de dor no corpo, aumentando o fluxo sanguíneo e o ritmo metabólico.

Acredita-se que, após ingerir alimentos picantes, uma pessoa pode acelerar seu metabolismo em até 25% durante umas duas horas.

2. Brócolis para acelerar seu metabolismo

O brócolis é um dos vegetais com maior teor de cálcio e compostos antioxidantes. Possui poucas calorias e grandes quantidades de vitaminas A, C e K.

Uma pequena porção fornece bastante ácido fólico e fibras, dois nutrientes essenciais que protegem o cérebro, melhoram a saúde cardíaca e óssea.

Devido à sua composição e propriedades, é considerado um dos alimentos com mais qualidades desintoxicantes para o organismo.

Não esqueça de ler: 6 benefícios de consumir brócolis

3. Mirtilos para acelerar seu metabolismo

Mirtilos para obter iodo

O principal benefício destes pequenos frutos se deve a seu alto teor de antioxidantes.

Essas moléculas são encarregadas de interromper os danos oxidativos causados pelos radicais livres, cujos efeitos prejudicam as células e o tecido muscular.

Seu consumo regular melhora os processos metabólicos e pode controlar os desequilíbrios nos níveis de açúcar do sangue, reduzindo, por sua vez, os desejos por alimentos doces.

4. Amêndoas para acelerar seu metabolismo

As amêndoas e várias frutas secas contêm muitos nutrientes e calorias saudáveis, que dão suporte à dieta para emagrecer.

Oferecem quantidades importantes de vitamina E, outro poderoso antioxidante, além de fibras e ácidos graxos essenciais.

Ao incluí-las em seu plano de alimentação, pode-se reduzir os índices de lipídios do sangue e prolongar a sensação de saciedade por mais tempo.

5. Espinafre para acelerar seu metabolismo

espinafre

Considerado um dos vegetais verdes mais saudáveis e completos do ponto de vista nutricional, o espinafre é excelente para o metabolismo.

Contém fibras, proteínas e antioxidantes que freiam o estresse oxidativo e seus efeitos a nível celular.

Comer espinafre regularmente diminui o risco de osteoporose, doenças cardíacas, câncer e outras patologias graves.

Por ter tão poucas calorias, o espinafre se adapta a qualquer dieta e serve para controlar o peso sem deixar de ingerir nutrientes importantes para o organismo.

6. Aveia para acelerar seu metabolismo

A aveia contém fibras solúveis e insolúveis, necessárias para muitas funções o corpo, inclusive para o processo metabólico.

Este cereal tem a capacidade de regular os níveis de açúcar do sangue, promover a eliminação dos dejetos do corpo e diminuir a constante sensação de fome.

Também foram encontradas provas que indicam que seu consumo regular diminui os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares.

Quer saber mais? Leia: 8 razões pelas quais a aveia não deve faltar na sua dieta

7. Chá verde para acelerar seu metabolismo

cha-verde-500x334

O chá verde é talvez uma das bebidas mais populares entre as pessoas que querem emagrecer. Além de ser muito medicinal, tornou-se popular mundialmente quando foi comprovado que pode ser de grande ajuda para motivar a perda de peso.

Seu alto teor de antioxidantes protege o corpo dos danos oxidativos e contribui para o processo que se encarrega de transformar calorias em energia.

8. Frutas cítricos para acelerar seu metabolismo

Todas as frutas cítricas são uma grande ajuda para a dieta. No entanto, mencionamos de maneira especial a toranja, porque ela demonstrou a maior capacidade de manter o metabolismo elevado.

Isso se deve a seu alto teor de vitamina C e poucas calorias, ao mesmo tempo em que aumenta o gasto energético.

Para concluir, queremos lembrar que os alimentos aqui citados devem ser considerados um complemento para uma dieta equilibrada, e não fontes exclusivas de alimentação ou a base da sua dieta.

Se o objetivo é perder peso, lembre-se de que os resultados são melhores quando se combinam os hábitos alimentares com os exercícios físicos.

  • Burns, A. M., Zitt, M. A., Rowe, C. C., Langkamp-Henken, B., Mai, V., Nieves Jr, C., … & Dahl, W. J. (2016). Diet quality improves for parents and children when almonds are incorporated into their daily diet: a randomized, crossover study. Nutrition research, 36(1), 80-89.
  • Caldas, A. P. S., Coelho, O. G. L., & Bressan, J. (2018). Cranberry antioxidant power on oxidative stress, inflammation and mitochondrial damage. International Journal of Food Properties, 21(1), 582-592.
  • Mulvihill, E. E., Burke, A. C., & Huff, M. W. (2016). Citrus flavonoids as regulators of lipoprotein metabolism and atherosclerosis. Annual review of nutrition, 36, 275-299.
  • Roberts, J. L., & Moreau, R. (2016). Functional properties of spinach (Spinacia oleracea L.) phytochemicals and bioactives. Food & function, 7(8), 3337-3353.
  • Shannon, E., Jaiswal, A. K., & Abu-Ghannam, N. (2017). Polyphenolic content and antioxidant capacity of white, green, black, and herbal teas: a kinetic study.
  • Varghese, S., Kubatka, P., Rodrigo, L., Gazdikova, K., Caprnda, M., Fedotova, J., … & Büsselberg, D. (2017). Chili pepper as a body weight-loss food. International journal of food sciences and nutrition, 68(4), 392-401.
  • Wolever, T. M., van Klinken, B. J. W., Spruill, S. E., Jenkins, A. L., Chu, Y., & Harkness, L. (2016). Effect of serving size and addition of sugar on the glycemic response elicited by oatmeal: A randomized, cross-over study. Clinical nutrition ESPEN, 16, 48-54.
  • Yoshida, K., Ushida, Y., Ishijima, T., Suganuma, H., Inakuma, T., Yajima, N., … & Nakai, Y. (2015). Broccoli sprout extract induces detoxification-related gene expression and attenuates acute liver injury. World Journal of Gastroenterology: WJG, 21(35), 10091.
  • Taghizadeh M., Farzin N., Taheri S., Mahlouji M., et al., The effect of dietary supplements containing green tea, capsaicin and ginger extracts on weight loss and metabolic profiles in overweight women: a randomized double blind placebo controlled clinical trial. Ann Nutr Metab, 2017. 70 (4): 277-285.
  • Maldini M., Natella F., Baima S., Morelli G., et al., Untargeted metabolomics reveals predominant alterations  in lipid metabolism following light exposure in broccoli sprouts. Int J Mol Sci, 2015. 16 (6): 13678-91.
  • Rebello CJ., O’Neil CE., Greenway FL., Dietary fiber and satiety: the effectsof oats on satiety. Nutr Rev, 2016. 74 (2): 131-47.
  • Hoofnagle JH., Wright EC., Weight loss from green tea extracts. Clin Nutr, 2016. 35 (1): 238.
  • Johnston CS., Corte C., Swan PD., Marginal vitamin C status is associated with reduced fat oxidation during submaximal exercise in young adults. Nutr Metab (Lond), 2006.