8 alimentos para se evitar e ter um fígado saudável

Ter um fígado saudável e limpo é fundamental para estar saudável. Muitas dores de cabeça, distensão abdominal e problemas de pele se originam por causa de um fígado intoxicado.

O fígado é um órgão indispensável para que o sistema digestivo trabalhe de forma ótima sem se sobrecarregar e que tudo funcione corretamente.

Por que é tão importante ter um fígado saudável?

  • É um órgão responsável por desintoxicar o sangue de toxinas, já que age como um filtro.
  • Armazena vitaminas e minerais.
  • Converte o açúcar armazenado em energia utilizável para o organismo.
  • Produz bile que ajuda a digerir as gorduras.
  • Também atua para nos ajudar a manter o peso.
  • Uma dieta pouco saudável favorece o desenvolvimento de doenças hepáticas como hepatite, cirrose, fígado gorduroso e câncer.

Quer conhecer mais? Leia: 9 alimentos que cuidam do fígado

Alimentos que impedem ter um fígado saudável

1. Açúcar

Açúcar impede de ter um fígado saudável

A ingestão de sobremesas, bebidas açucaradas, balas e todo tipo de doces preparados com açúcar refinado é um fator de risco, já que pode agir como desencadeador de doenças hepáticas como a fibrose.

2. Sal

O consumo excessivo de sal aumenta a pressão arterial e aumenta o risco de sofrer fígado gorduroso.

É importante ler os rótulos dos produtos que consumimos, para revisar a quantidade de sódio adicionado.

3. O álcool

Álcool impede de ter um fígado saudável

As bebidas alcoólicas interferem nas funções normais do fígado.

Isso produz um desequilíbrio químico e uma destruição de células hepáticas que pode derivar em uma hepatite ou cirrose.

4. Gorduras saturadas

Os alimentos gordurosos têm muitas calorias e aumentam os níveis de triglicerídeos (que danificam o fígado).

Para ter um fígado saudável é importante reduzir o consumo de manteiga, carnes gordurosas, maionese, creme de leite ou embutidos.

5. Farinhas brancas e refinadas

Farinhas brancas impedem de ter um fígado saudável

Os carboidratos em grandes quantidades podem evitar que uma grande quantidade de gorduras seja utilizada como energia. Assim, caso não sejam queimadas, isso causa um aumento de gordura armazenada.

  • Aumenta os níveis de insulina, gerando muitas das doenças coronárias.
  • O organismo transforma o excesso de carboidratos em glicogênio e o armazena no fígado, e nos músculos.
  • Sendo assim, os carboidratos se convertem em gordura e são armazenados no tecido adiposo. O resultado é o sobrepeso e a obesidade. 

6. Os alimentos muito temperados

O excesso de condimentos contribui para danificar o fígado. É importante não consumir pratos muito picantes ou temperados, já que podemos sofrer problemas digestivos.

Nosso fígado pode inclusive ficar danificado de forma irreversível.

7. Frituras

Frituras impedem de ter um fígado saudável

As gorduras ou lipídios são nutrientes contidos nos alimentos e que são usados para construir membranas celulares tecidos e hormônios.

  • O problema é que consumidas em excesso são nocivas para a saúde e para nosso fígado.
  • As gorduras que são ingeridas e não são queimadas em forma de energia, se convertem em células adiposas.
  • Tornam-se principalmente em tecido adiposo abdominal, que é um fator de risco importante, já que pode levar ao desenvolvimento de diferentes doenças como:
    • Diabetes tipo 2
    • Doença cardiovascular
    • Câncer de cólon e de mama.

8. Medicamentos

Alguns medicamentos podem ter efeitos secundários se são ingeridos de maneira incorreta ou se são misturados com álcool.

Em caso de automedicação, nosso fígado pode sofrer danos importantes. Por isso o mais recomendado é visitar um especialista para obter um diagnóstico e que este nos receite o medicamento necessário.

Para ter um fígado saudável devemos seguir estas recomendações

  • Siga uma dieta equilibrada com fibras, vitaminas e minerais.
  • Aumente o consumo de frutas, verduras e legumes.
  • Consuma carnes brancas baixas em gorduras, peixes ou frango sem pele.
  • Aposte nas saladas cruas.
  • Beba de dois a três litros de água por dia.
  • Tome infusões de ervas que ajudem no processo digestivo (camomila, malva, lúcia-lima, marcela…).
  • Limite o consumo de álcool.
  • Vigie seu peso corporal, tanto a obesidade como o baixo peso produzem alterações no tecido hepático.
  • Realize exercícios regularmente.
  • Descanse as horas necessárias.
  • Evite o tabaco.
  • Realize alguma atividade para manter baixo os níveis de estresse.

Lembre-se de que uma má alimentação não tem a ver com a quantidade alimento que ingerimos, e sim com a qualidade da alimentação.

Uma pessoa pode ter sobrepeso e ter deficiência de vitaminas e nutrientes, apesar de comer uma grande quantidade de alimentos, sua dieta não está balanceada.

Se tiver dúvidas com relação a sua alimentação, é importante visitar um nutricionista para tirar todas as dúvidas e se orientar com uma dieta correta e saudável.

Uma boa alimentação é indispensável para cuidar da saúde!

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com

Recomendados para você