8 alimentos que você deve evitar para ter um fígado saudável

08 Outubro, 2020
O fígado desempenha funções essenciais no corpo. Para manter a saúde do fígado, você deve evitar certos alimentos e manter um estilo de vida saudável.

Para ter um fígado saudável é fundamental sempre manter bons hábitos de vida e não apenas quando se deseja obter um benefício específico. Nesse sentido, é necessário levar em consideração que, dentro do que pressupõe um estilo de vida saudável, ter uma alimentação adequada é essencial.

Com uma boa alimentação, o corpo pode obter todos os ingredientes que necessita para funcionar adequadamente. Portanto, uma alimentação saudável não é apenas uma questão de “cuidar da figura”, mas de investir em saúde.

Em relação a esse ponto em particular, a seguir vamos comentar mais sobre quais são os alimentos que devemos evitar para ter um fígado saudável.

O fígado, um órgão multifuncional

O fígado desempenha mais de uma função no organismo. Portanto, quando esse órgão falha, a saúde é notoriamente afetada. Basicamente, ele é o grande “distribuidor” do corpo de nutrientes e energia: processa, armazena, transforma e encaminha a várias partes do corpo.

Por outro lado, é preciso lembrar que é o maior órgão sólido do corpo. Está localizado na parte superior direita do abdômen e tem o tamanho aproximado de uma bola de futebol.

Funções hepáticas

  • Desintoxicar o sangue.
  • Ajudar a coagular o sangue.
  • Armazenar vitaminas e minerais.
  • Produzir bile (que ajuda a digerir gorduras).
  • Armazenar energia na forma de açúcar, chamado glicogênio.
  • Participar da produção do colesterol que o corpo necessita.

Quer conhecer mais? Leia: 9 alimentos que cuidam do fígado

Sintomas de doença no fígado

Uma alimentação pouco saudável contribui para o desenvolvimento de doenças hepáticas, incluindo hepatites, cirrose, fígado gorduroso, entre outras.

Alguns dos sinais e sintomas que podem alertar sobre doença hepática são:

  • Fadiga crônica
  • Perda de apetite
  • Náusea ou vômito
  • Urina de cor escura.
  • Inchaço e dor abdominal.
  • Inchaço nas pernas e tornozelos.
  • Cor amarelada da pele e dos olhos (icterícia).
  • Fezes de cor pálida ou com sangue ou cor de alcatrão.

Por que o fígado pode adoecer?

As causas são muitas, mas há duas que podemos destacar:

  • Má alimentação. Cometer excessos de diversas naturezas, não priorizar o consumo de alimentos saudáveis ​​e frescos (como vegetais, verduras e legumes), consumir gorduras saturadas em excesso, embutidos e comestíveis industriais, ultraprocessados, etc.
  • Consumo excessivo de álcool.

Alimentos que impedem ter um fígado saudável

É preciso saber quais são os alimentos que devemos evitar comer em excesso para ter um fígado saudável.

1. Açúcar

O consumo abundante de açúcares adicionados está associado a doenças metabólicas. Portanto, se aparecer nos rótulos em grandes proporções, é melhor procurar outras alternativas.

A ingestão de sobremesas, bebidas açucaradas, balas e todo tipo de doces preparados com açúcar refinado é um fator de risco, já que açúcar em excesso se transforma em gorduras no organismo.

Isto é, uma esteatose hepática, ou o que é popularmente conhecido como fígado gorduroso.

2. Sal

O consumo excessivo de sal aumenta a pressão arterial e aumenta o risco de desenvolver fígado gorduroso. Portanto, é importante ler os rótulos dos produtos que consumimos para checar a quantidade de sódio adicionado.

3. Alimentos muito temperados

Embora a ênfase geralmente seja no consumo moderado de sal, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde, é igualmente aconselhável enfatizar o uso moderado de especiarias e outros condimentos.

Alimentos apimentados ou muito condimentados também podem causar vários desconfortos e danos ao sistema digestivo. Por isso é tão importante manter a moderação ao usá-los na cozinha.

4. Álcool

As bebidas alcoólicas interferem nas funções normais do fígado. Isso produz um desequilíbrio químico e  uma destruição de células hepáticas que pode levar eventualmente a uma hepatite ou cirrose.

5. Gorduras saturadas

Os alimentos gordurosos têm muitas calorias e aumentam os níveis de triglicerídeos que danificam o fígado. Por isso, é importante reduzir o consumo de manteiga, carnes gordurosas, maionese, creme de leite ou embutidos.

6. Farinhas brancas e refinadas

O consumo excessivo de carboidratos pode evitar que as gorduras sejam utilizadas como energia. Assim, caso gorduras não sejam queimadas, elas são armazenadas no fígado e isso pode levar ao desenvolvimento de problemas de saúde como sobrepeso e obesidade.

7. Frituras

As gorduras ou lipídios consumidos em excesso são prejudiciais à saúde, pois podem se depositar nas células de gordura, principalmente na adiposidade abdominal.

Por sua vez, esse é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças, como diabetes tipo 2 ou doenças cardiovasculares.

8. Medicamentos

Alguns medicamentos podem ter efeitos secundários se forem ingeridos de maneira incorreta ou se são misturados com álcool. A lesão hepática é um desses efeitos indesejáveis.

Portanto, você deve consultar seu médico para avaliar a medicação e a dose que você toma.

Recomendamos também a leitura: Calorias escondidas: sua salada não é sempre tão saudável

Como ter um fígado saudável?

Os especialistas da Associação Catalã de Pacientes com Hepatite (ASSCAT) recomendam o seguinte:

“Considerando as diferentes funções de cada órgão, somos feitos daquilo que comemos. Portanto, certifique-se de escolher o combustível certo para o corpo, a ferramenta mais valiosa para enfrentar todos os desafios que o inspiram”.

Portanto, o ideal é manter uma alimentação balanceada, uma boa hidratação e, em geral, um estilo de vida saudável. Ao mesmo tempo, é aconselhável evitar o consumo de álcool, alimentos industrializados e ultraprocessados, além do cigarro.