Combater a depressão! 8 alimentos para ganhar essa batalha de forma natural

· 8 de dezembro de 2018
O chocolate ao leite, rico em cacau, contém antioxidantes que ajudam a frear a ação dos radicais livres e estimulam a produção de serotonina, que melhora o humor e, assim, combate a depressão e a tristeza.

Combater a depressão às vezes não é uma tarefa fácil, e atualmente, é um dos transtornos que mais afeta as pessoas.

Está relacionada com emoções como a tristeza, a falta de interesse por muitos aspectos que antes eram importantes, e inclusive desperta o desejo de morrer.

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a depressão era causada por uma situação meramente emocional.

Entretanto, várias pesquisas determinaram que a origem da depressão envolve desde fatores ambientais até fatores genéticos.

A maioria dos casos tem solução com a adoção de hábitos de vida saudáveis e a prática de algumas atividades prazerosas; no entanto, existem aqueles que sofrem com episódios crônicos que somente podem ser tratados com a ajuda de um especialista.

Como ocorre com outras doenças modernas, este transtorno psicológico continua sendo estudado para observar o que acontece em cada caso.

Neste sentido, os pesquisadores descobriram que consumindo de forma regular determinados alimentos pode-se combater grande parte dos sintomas da depressão.

Não deixe de ler. A tristeza e a depressão. Veja as 4 diferenças entre elas.

A seguir iremos mostrar 8 alimentos saudáveis que podem ser usados para combater a depressão. Conheça-os!

1. Peru para combater a depressão

Peru para combater a depressão

O peru, assim como outros tipos de carnes magras, é rico em proteína. Contém um aminoácido essencial, conhecido como triptofano, que ajuda a combater a depressão.

O triptofano ajuda na secreção de serotonina, uma substância química conhecida por causar sensação de bem-estar no organismo.

2. Nozes

São recomendadas para a saúde do sistema cardiovascular e para o bom humor, porque constituem uma fonte natural de ácidos graxos monoinsaturados.

Os ácidos graxos ômega 3 das nozes, muito positivos para a saúde cerebral, são uma verdadeira arma  contra a depressão e os estados de ânimo irritáveis.

Ingeri-las de forma regular favorece a concentração, mantém o cérebro ativo e, a longo prazo, o protege do deterioramento cognitivo.

3. Chá verde

chá verde para combater a depressão

O chá verde é uma das bebidas mais populares hoje em dia. Rico em compostos antioxidantes e outros nutrientes é famoso porque ajuda na perda de peso.

Conta com diversos fatores antidepressivos graças a um aminoácido conhecido como teanina, cuja ação relaxante reduz o estresse e evita a depressão.

4. Chocolate ao leite

Chega de medo! O chocolate ao leite, em quantidades moderadas, é um alimento muito saudável que pode ser ingerido sem remorsos como parte regular da dieta.

Aquelas barras que contêm 70% de cacau trazem antioxidantes que ajudam a frear o dano causado pelos radicais livres.

Além disso, estimula a produção de serotonina no cérebro, reduzindo o cortisol e melhorando o humor rapidamente.

Isso também pode interessar você. Isso é o que acontece no seu corpo quando você come chocolate amargo

5. Aveia

Aveia para combater a depressão

Não é nada estranho que a aveia faça parte desta lista, pois esta está presente nos alimentos que são bons para quase tudo.

Este cereal, considerado como o mais completo, é uma fonte rica em vitaminas B1, B6 e ácido fólico. Além de melhorar a digestão, a aveia equilibra os níveis de açúcar no sangue para evitar recaídas.

6. Levedo de cerveja

Mesmo que não seja tão frequente nas dietas, o levedo de cerveja é um alimento com muitas propriedades medicinais.

Neste caso em especial, fornece vitamina B e aminoácidos essenciais que fortalecem o sistema nervoso reduzindo o estresse e a depressão.

7. Peixe azul

Peixe azul para combater a depressão

Retomando aos benefícios que o ômega 3 traz para a saúde física e mental, cabe mencionar que não existe melhor fonte desta substância que os peixes azuis ou de água fria.

O ácido graxo ômega 3 melhora a saúde cerebral e desempenha um papel fundamental na secreção daquelas substâncias que geram sensação de bem-estar no organismo.

Além disso, melhoram a circulação sanguínea, reduzem a inflamação e evitam as doenças cardiovasculares.

Algumas fontes naturais de ômega 3 são:

  • Salmão selvagem
  • O atum
  • As sardinhas.
  • A cavala.
  • O bacalhau.

8. Cúrcuma

Este tempero utilizado em milhões de cozinhas ao redor do mundo é bom para prevenir doenças e evitar transtornos emocionais.

Os curcuminoides, e sua potente ação anti-inflamatória, ajudam na prevenção do câncer e, principalmente, na redução dos sintomas de problemas articulares.

A cúrcuma, incorporada regularmente na alimentação, é um preventivo da depressão, estresse e da ansiedade, porque possui efeito a nível nervoso e cerebral.

A ingestão destes alimentos tem um impacto positivo naquelas pessoas que com frequência sofrem de tristeza ou depressão.

No entanto, sempre é necessário que a pessoa tenha vontade e adote uma atitude positiva sem importar o momento pelo qual estiver passando.

E lembre. Sempre é recomendável consultar seu médico antes de começar qualquer tratamento, porque ele é o mais indicado para dar a você as orientações necessárias.

As dicas foram úteis pra você? Sendo assim, não deixe de ler nossos próximos artigos.

 

Duailibi, K., Da Silva, A. S. M., & Bonifácio Jubara, C. F. (2015). Depressão. Revista Brasileira de Medicina. https://doi.org/10.1093/mnras/stv1076