7 perguntas incomuns para fazer ao ginecologista

14 de abril de 2019
Embora possamos nos envergonhar, o ginecologista é a pessoa que melhor pode tirar nossas dúvidas no âmbito sexual, que incluem desde a depilação íntima até o uso de lubrificantes.

Uma vez que começamos nossa vida sexual, é importante ir ao ginecologista pelo menos uma vez por ano. No caso de você notar algum problema ou sintoma estranho, você deve ir o mais rápido possível.

No entanto, sendo honestos, essas visitas são um pouco desconfortáveis ​​para muitas mulheres. Portanto, não é incomum que existam aquelas que chegam e tentam sair o mais rápido possível.

Porém, é importante que você tenha tempo de conversar com o ginecologista para fazer algumas perguntas importantes. Hoje diremos a você o que não deve deixar de perguntar ao seu médico.

Mulher fazendo perguntas incomuns que você deve fazer ao ginecologista

1. É normal que minha menstruação seja irregular?

O normal é que o ciclo menstrual dura cerca de 28 dias. No entanto, algumas mulheres podem ter ciclos mais curtos ou mais longos e variações ocasionais.

  • É importante que você mencione este tópico com o seu ginecologista para saber se é normal ou se será necessário realizar alguns exames ou tomar outras medidas.
  • Caso você viva com uma doença crônica, o ginecologista pode lhe dar algumas instruções extras.

2. Que exames médicos devo fazer em casal?

Se você está namorando um novo parceiro, antes de fazer sexo, é importante que você fale sobre a saúde sexual de ambos.

Além disso, nunca é demais realizar exames médicos para garantir que não haja doenças sexualmente transmissíveis.

  • Embora você possa ir a um laboratório e pedir uma série de exames, seria bom que você primeiro consultasse seu ginecologista para descobrir quais exames pedir.
  • Então, você deve retornar a ele para que explique os resultados e fale sobre quaisquer dúvidas que possam existir.

Talvez te interesse: As 5 piores mentiras que você pode ter dito ao seu médico

3. Uma pergunta simples ao ginecologista: posso me depilar e quanto?

A depilação na área vaginal é uma questão um pouco controversa. Por um lado, tem uma função estética e pode ser atraente para algumas pessoas que querem evitar cheiros e outras situações semelhantes.

  • No entanto, pelos pubianos tem o objetivo funcional de impedir que bactérias e detritos entrem no canal vaginal.
  • Portanto, mesmo que pareça a você que esta é uma questão muito pessoal, você deve conversar com seu ginecologista ao invés de com sua depiladora.

O médico indicará se é aconselhável depilar toda a área ou apenas uma parte de acordo com a sua saúde vaginal e antecedentes.

No caso de você sofrer infecções regularmente, o médico possivelmente te recomendará evitar a depilação ou fazê-la com certas precauções.

Perguntas incomuns que você deve fazer ao ginecologista: sobre depilação

4. Devo usar lubrificante íntimo?

Em qualquer supermercado, farmácia e sex shop você encontra lubrificantes de todos os tipos. Portanto, não é comum pensar que antes de usar um você tenha que perguntar ao seu ginecologista se há precauções ou considerações que você deve tomar.

  • No entanto, é importante saber que nem todos os produtos podem ser usados ​​da mesma maneira e com igual regularidade.
  • Por exemplo, o lubrificante usado para facilitar o sexo anal pode ser completamente diferente do necessário para combater o ressecamento causado pela menopausa.

Seu médico considerará outros fatores, como alergias e condições específicas, ao te indicar qual produto usar.

5. Quais são as melhores posições para engravidar?

É comum pensar em visitar o ginecologista quando você descobre que está grávida. No entanto, você deve visitar quando você e seu parceiro começaram a planejar a chegada do novo membro da família.

  • Mesmo que pareça estranho, seu ginecologista pode lhe dar algumas dicas para facilitar a gravidez.
  • Um bom exemplo são as melhores posições sexuais, porque nem todas facilitam a chegada do espermatozoide ao óvulo.

Veja também: Alimentos para a gravidez que você deveria incluir

6. Outra pergunta ao ginecologista: o fluxo vaginal que tenho é normal?

Embora a lubrificação vaginal aumente naturalmente durante a ovulação, o fluxo vaginal abundante pode ser um sinal de problemas e infecções.

  • Caso você note mudanças na cor, textura ou quantidade, é importante que pergunte ao seu médico se há algum problema ou se é algo regular.
  • Lembre-se que outros sinais de aviso são odores desagradáveis ​​e cores incomuns.

Embora você possa tomar algumas medidas sozinha, apenas seu ginecologista pode determinar as causas reais e o melhor tratamento possível.

7. É natural sangrar depois de ter relações sexuais ou durante o sexo?

Dependendo da sua idade e características pessoais, é possível que, ocasionalmente, você sangre ao fazer sexo.

Isso pode acontecer se for feito com muita força ou se alguns cuidados não forem tomados. Também pode acontecer que você não tiver relações sexuais há muito tempo e, depois de fazer sexo, começar a sangrar um pouco.

Em qualquer caso, você deve informar seu ginecologista para descartar um problema maior. Preste atenção especial ao problema ao se repetir com frequência.

Perguntas incomuns que você deve fazer ao ginecologista: dores da região pélvica

Não subestime a visita ao seu ginecologista

O que você acha dessas perguntas? Certamente, você já ignorou alguma delas, mas é aconselhável que não repita isso no futuro.

Sua saúde depende em grande parte do que acontece com sua sexualidade. Portanto, falar abertamente com esse médico é vital, então reserve um tempo para fazê-lo.