7 diuréticos naturais que você deve incorporar à sua dieta

· 4 de dezembro de 2016
Em vez de recorrermos a medicamentos para nos ajudar a estimular a função renal podemos usar diuréticos naturais. Desta forma vamos garantir que sejam evitados possíveis efeitos colaterais.

Os diuréticos ajudam o seu corpo a se livrar do excesso de líquido, principalmente a água e o sódio. A maioria deles estimula os seus rins a expelir mais sódio na urina.

Quando os diuréticos atuam sobre o sódio, eles forçam o seu corpo a expelir a água. Se o seu corpo retém líquido é provável que seja devido a outras doenças e que este seja um sintoma.

Pode ser um mau funcionamento da tiroide, hipertensão, cirrose, disfunção ou pedras nos rins, edema, síndrome do ovário policístico, e até diabetes.

Não deixe de ler: 5 bebidas à base de ervas para prevenir pedras nos rins

Conheça esses 7 diuréticos naturais que você deve incorporar à sua dieta:

1. Dente de leão

Esta é uma planta selvagem comum em nossos jardins, e para algumas pessoas é apenas uma erva daninha.

Entretanto, várias pesquisas descobriram que um dos compostos do dente de leão aumenta a atividade dos rins. Isso, portanto, aumenta a frequência com a qual urinamos.

Tanto suas folhas verdes quanto os caules e as raízes são diuréticos. Além de ajudar a regular o açúcar, promove a desintoxicação do cólon e do fígado.

Leia também: Incrível dieta depurativa para limpar o cólon

2. Espinheiro-alvar

Este é um parente da família Rosácea e, acredite ou não, é um diurético potente.

Ele tem o poder de reduzir o acúmulo de líquido, o que significa que pode ajudar a melhorar os sintomas de insuficiência cardíaca congestiva.

Os nutrientes dessa planta também têm demonstrado aumentar a frequência e o fluxo da micção.

Por outro lado, os frutos do espinheiro-alvar são ricos em vitamina C, B e minerais. Além de servir como um diurético, também pode ajudar a:

  • Tratar de problemas renais
  • Bombear o sangue do coração com mais força
  • Reduzir a febre

3. Cavalinha

Cavalinha é um dos diuréticos naturais

Em um estudo realizado em 2014 se constatou que o extrato de cavalinha teve os mesmos resultados que os obtidos com outros diuréticos, mas com menos efeitos colaterais.

A cavalinha pode ser uma boa alternativa em relação aos medicamentos habituais, especialmente se você está sofrendo com reações indesejadas.

  • Entretanto, o efeito pode ser tão poderoso que não é recomendado em casos de gravidez.
  • Mas, se você tiver retenção de ácido úrico, a cavalinha pode ajudar muito.
  • Os pacientes com gota estão entre os principais consumidores.

4. Zimbro

O zimbro tem sido usado como um diurético natural desde os tempos medievais.

Embora sejam poucos os estudos modernos realizados sobre os seus benefícios, foi observado que ele tem um efeito significativo no aumento do volume de urina em animais.

Como muitos diuréticos naturais, ele não parece diminuir os níveis de potássio como alguns medicamentos normalmente diminuem.

Recomenda-se comer seus frutos em casos como cistite. Entre outras qualidades desta planta estão incluídos benefícios antirreumáticos e sua contribuição para a eliminação de toxinas.

5. Chá verde e chá preto

Chá verde é um dos diuréticos naturais

Toda vez que você desfruta de uma xícara de chá quente está fazendo com que o excesso de líquido flua para fora do seu corpo. Portanto, o chá preto e o verde provaram ser potentes diuréticos naturais.

Possuem alto teor de cafeína, portanto, ajudam o corpo a produzir mais urina, reduzindo a quantidade de água, especialmente na sua corrente sanguínea. Assim, reduzem também a sua pressão arterial.

6. Salsinha

Embora a salsinha seja usada normalmente como um condimento, ela pode ser útil para aqueles que estão tendo problemas com o consumo de medicamentos diuréticos.

Estudos mostraram que é um dos diuréticos naturais mais recomendados para ajudar a aumentar o volume de urina.

Para obter o seu benefício podemos preparar a seguinte infusão:

Ingredientes

  • 1 ramo de salsinha
  • 1 copo de água (200 ml)

Preparação

  • Primeiramente, coloque um punhado de salsa fresca para ferver por 10 minutos. Deixe esfriar e logo depois, reserve o líquido na geladeira.
  • Consuma um copo deste chá por dia durante uma semana para obter melhores resultados.

7. Hibisco ou flor da Jamaica

Hibisco é um diurético natural

O Hibisco é uma planta da família das Malváceas, e costuma ter grandes flores avermelhadas geralmente conhecidas como “flor da Jamaica”, embora exista uma grande variedades de cores.

Devido a seus efeitos diuréticos, a flor da Jamaica aumenta a filtração renal, reduz o inchaço e além disso, combate a retenção de líquidos 

Conselhos para aumentar a eficácia desses diuréticos naturais

A diminuição da ingestão de sódio e a prática de exercícios físicos também irão beneficiar sua saúde, porque permitem reduzir a retenção de líquidos.

Comer mais frutas e vegetais em geral também pode aumentar o efeito diurético em seu corpo.

Entre os mais benéficos incluem-se:

  • Melancia
  • Uvas
  • Frutas silvestres
  • Aipo
  • Aspargos
  • Cebola
  • Alho
  • Pimenta.

É importante que antes de alterar a medicação prescrita pelo seu médico você converse com ele, porque qualquer mudança drástica no seu tratamento pode ser prejudicial para a sua saúde.

Este artigo foi útil pra você? Então, continue na nossa página com mais dicas para a sua saúde e bem-estar.

  • Delgado, C., & Portolés, J. (2008). Fármacos diuréticos. Farmacología Básica y Clínica. https://doi.org/10.1128/AEM.00546-13.
  • Jimenes, J. M. (2017). Mecanismo de acción de los diuréticos. Facultad de Farmacia.
  • Arroyave, N. V., & Gómez, M. A. (2007). Orina. Medicina & Laboratorio. https://doi.org/10.1016/B978-84-458-2585-3/00004-X.