Mejor con Salud
 

6 vitaminas para combater a inflamação

Uma dieta saudável, variada e equilibrada pode ser fundamental na hora de combater os processos inflamatórios, assim como uma alimentação pouco saudável pode proporcionar seu aparecimento.
6 vitaminas para combater a inflamação

Última atualização: 04 Dezembro, 2018

Neste artigo, descubra 6 vitaminas para combater a inflamação. A inflamação é a reação que se desencadeia em uma parte do organismo.

Ela se caracteriza pela vermelhidão, aumento de volume, dor e dificuldade de mobilidade, e surge como consequência da presença de micro-organismos, substâncias irritantes ou devido a uma batida.

As vitaminas têm o poder de combater a inflamação no corpo porque são ricas em antioxidantes. Por isso, é importante manter uma alimentação balanceada e completa.

Entre elas, encontramos:

1. Vitamina A

A vitamina A é capaz de aliviar a dor nos músculos e nas articulações, além de ser necessária para manter visão e a pele saudáveis.

Também contribui para fortalecer o sistema imunológico. Outro dos benefícios da vitamina A é que ajuda no crescimento e cuidado do tecido muscular, assim como no metabolismo dos ossos.

Também foi comprovado que este nutriente regula os processos inflamatórios, pois ajuda a diminuir os níveis sistêmicos do mediador inflamatório conhecido como MCP-1.

Como obter a quantidade necessária de vitamina A?

Entre os alimentos que contêm esta vitamina estão:

  • A páprica;
  • A pimenta vermelha;
  • A batata;
  • As cenouras;
  • A alface.

2. Vitamina E

combater a inflamação

A vitamina E é um composto orgânico essencial para a saúde do corpo humano.

Devido ao fato de que o organismo não pode fabricá-la de forma natural, é necessário adicioná-la à dieta em boas quantidades. Recomenda-se consumir pelo menos 15 miligramas deste nutriente por dia no caso de adultos.

Segundo um estudo realizado em 2008, o consumo de vitamina E ajuda a reduzir os níveis de citoquinas, marcadores inflamatórios do corpo.

Como obter a quantidade necessária de vitamina E?

Para obter vitamina E de forma natural devemos aumentar o consumo de:

  • Oleaginosas (nozes, avelãs, etc);
  • Sementes de girassol;
  • Óleos vegetais;
  • Vegetais (espinafre, brócolis, tomate);
  • Frutas (manga, kiwi);

É uma boa ideia incluir estes alimentos quando sofremos alguma lesão ou algum tipo de inflamação.

3. Vitamina C

A vitamina C ajuda a aliviar a dor muscular e articular através da proteção e cura dos tecidos musculares.

Além disso, nos ajuda a:

  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Manter um desenvolvimento celular adequado que intervém na manutenção e no reparo muscular.

Como obter a quantidade necessária de vitamina C?

A quantidade diária recomendada (CDR) de vitamina C é de 1 grama, que devemos complementar com 500 mg de flavonoides (antioxidantes naturais).

Para obter os flavonoides, recomenda-se aumentar o consumo de:

  • Vegetais (alcachofras, espinafre, brócolis);
  • Frutas (maçãs, limão, romã, damasco, ameixas);
  • Chá verde;
  • Cacau.

Segundo várias pesquisas, um alto consumo de vitamina C ajuda a reduzir a quantidade de inflamação no corpo. A vitamina C pode ser encontrada em alimentos como:

  • Laranjas
  • Pimentões
  • Kiwi
  • Tomilho
  • Couve-flor
  • Pimenta
  • Goiaba

Veja também: 9 benefícios que você obtém ao comer maçã

4. Vitamina B

As vitaminas pertencentes ao complexo B, além de serem essenciais para manter uma pele saudável, regular o metabolismo e fortalecer o sistema imunológico, contribuem para reduzir a dor e inflamação a nível muscular e articular.

As vitaminas do complexo B se encarregam de manter o tônus muscular e reduzir a inflamação nas articulações.

Isto é muito útil em problemas crônicos como a artrite ou infecções agudas, tais como os diferentes tipos de vírus. É recomendável consumir, pelo menos, 50 mg de vitaminas do complexo B, dividido em 2 doses por dia.

Entre os alimentos que contêm estes nutrientes se encontram:

  • Ovos;
  • Carnes magras;
  • Fígado;
  • Manteiga de amendoim;
  • Nozes;
  • Lentilhas.

5. Vitamina D

combater a inflamação

A vitamina D é um esteroide solúvel e natural fabricado por nosso organismo a partir da luz solar. Assim, as pessoas expostas a uma quantidade normal de sol por dia não precisam de suplementos adicionais.

A vitamina D é um elemento útil para combater a inflamação, principalmente em pessoas que sofrem de câncer.

Além de com luz solar, a vitamina D pode ser obtida ao consumir:

  • Peixe;
  • Ostras;
  • Presunto;
  • Tofu
  • Laticínios.

Visite este artigo: Os benefícios do óleo de peixe para a saúde

6. Vitamina K

A vitamina K previne a inflamação ao inibir os marcadores pró-inflamatórios produzidos pelos glóbulos brancos, denominados monócitos.

Em níveis altos, a vitamina K nos ajuda a melhorar a saúde cardiovascular e óssea.

Além disso, reduz a calcificação e a rigidez do tecido vascular, por isso minimiza a incidência de infartos. A vitamina K está presente principalmente nos vegetais:

  • Espinafre;
  • Folhas de nabo;
  • Acelga;
  • Salsa;
  • Alface romana;
  • Brócolis;
  • Couve-flor.

Assegure-se de consumir vitaminas para combater a inflamação

Seguir uma dieta variada é a melhor forma de proporcionar ao organismo os nutrientes necessários para estar bem.

Além disso, e como você vai ver, combater a inflamação pode ser bem agradável e simples, pois a lista de opções é ampla. Procure incluir alimentos de todos os tipos em cada refeição.

Recomendamos também manter um estilo de vida saudável para que a inflamação tenha menos oportunidade de surgir. Não se esqueça também do exercício!

Os riscos da deficiência de vitaminas

Os riscos da deficiência de vitaminas

Saiba quais são os riscos da deficiência de vitaminas e como esta situação pode afetar negativamente o nosso organismo e saúde.



  • Anker SD & Von Haehling S (2004). Inflammatory mediators in chronic heart failure: an overview. Heart 90, 464470.
  • Holick, M. F., Binkley, N. C., Bischoff-Ferrari, H. A., Gordon, C. M., Hanley, D. A., Heaney, R. P., … Weaver, C. M. (2011). Evaluation, treatment, and prevention of vitamin D deficiency: An endocrine society clinical practice guideline. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. http://doi.org/10.1210/jc.2011-0385

  • Stern, C., Young, C. F., & Skorga, P. (2014). Vitamin D supplementation for prevention of mortality in adults. International Journal of Evidence-Based Healthcare. http://doi.org/10.1097/XEB.0000000000000016