6 remédios alternativos e naturais para curar o ressecamento ocular

Os exercícios oculares e as massagens localizadas são uma forma muito efetiva de combater o ressecamento ocular. Também deveremos nos hidratar corretamente, tanto por dentro quanto por fora.
6 remédios alternativos e naturais para curar o ressecamento ocular

Última atualização: 24 Fevereiro, 2021

O ressecamento ocular é um problema muito incômodo que pode chegar a causar coceira e irritação. Embora a alimentação seja fundamental para a hidratação interna, também podemos recorrer a algumas soluções naturais, sempre sob acompanhamento profissional.

Portanto, neste artigo, vamos compartilhar 6 remédios alternativos e caseiros para aliviar os olhos secos. Não só notaremos certa melhoria, como também iremos devolver o brilho ao nosso olhar.

6 remédios para o ressecamento ocular

Quando sofremos da síndrome do olho seco, além do forte desconforto e do desejo de alívio, muitas vezes nos perguntamos o que pode causar isso. A Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos indica que as principais causas seriam a exposição ao sol ou ao cigarro, o ambiente (vento, ar-condicionado, aquecimento …), medicamentos ou o uso de lentes de contato. E como podemos aliviar a o ressecamento?

Nota: recomenda-se consultar um oftalmologista antes de aplicar qualquer remédio natural nos olhos.

1. Movimentos oculares

Em alguns casos, o ressecamento ocular pode ser causado pela tensão facial que afeta em grande medida os olhos. Quando não piscamos os olhos e a presença da rigidez atrapalham a hidratação contínua que precisamos para lubrificá-los adequadamente. No entanto, existem exercícios para combater o ressecamento dos olhos, como:

  • Piscar frequentemente, em especial quando estamos diante de uma tela.
  • A cada certo tempo, fechar os olhos com força por alguns segundos e relaxá-los.
  • Várias vezes ao dia, olhar em todas as direções sem mexer a cabeça (para cima e para baixo, de um lado para o outro e nas diagonais).
  • De vez em quando, olhar para a ponta do nariz durante alguns segundos. Desse modo, trabalhamos uma musculatura ocular pouco frequente.

2. Automassagem facial

Outra maneira de combater as tensões faciais e oculares é por meio de automassagem. Desse modo, ativamos a circulação no rosto e aumentamos a lubrificação nos olhos.

Ideias para a automassagem:

  • Pressione com os dedos o osso da bochecha várias vezes.
  • Massageie as têmporas fazendo movimentos circulares.
  • Belisque as sobrancelhas.
  • Pressione ponto a ponto ao redor dos olhos, seguindo o caminho das sobrancelhas e das maçãs do rosto.
  • Acaricie as pálpebras fechadas fazendo círculos suaves.
Mulher fazendo exercícios para o ressecamento ocular

3. Ghee ou manteiga clarificada

Na medicina ayurvédica da Índia, recomenda-se a aplicação de ghee ou manteiga clarificada para hidratar e nutrir os olhos e qualquer parte do corpo. Não encontramos estudos científicos que respaldem essa teoria.

  • Deveríamos aplicar uma gota de ghee em cada olho pela manhã ao levantar e repetir o mesmo procesimento à tarde.
  • Durante alguns segundos a visão ficará borrada. Porém, instantaneamente você vai notar os olhos muito hidratados e terá brilho no olhar.

4. Sementes de linho

As sementes de linho ou linhaça são um alimento efetivo para melhorar a qualidade da lágrima natural. Seu teor de ácidos graxos essenciais ômega 3 é responsável por nutrir o olho desde o interior.

Uma pesquisa publicada na Enciclopédia Médica WebMD descobriu que pessoas que consumiram um suplemento de óleo de linhaça apresentaram menos ressecamento ocular e desconforto do que aquelas que não consumiram. Contudo, mais estudos são necessários.

Para nos beneficiarmos dessas virtudes deveríamos consumir sementes de linhaça todos os dias. Podemos fazer isso de duas maneiras:

  • Moídas na hora, já que se oxidam com muita facilidade por seu alto teor de gorduras.
  • Em forma de óleo de extração a frio, uma colher de sopa diária (15 ml) ou em forma de cápsulas (dose recomendada).

As sementes inteiras de molho são habitualmente consumidas para favorecer o trânsito intestinal. Porém, se o que queremos é assimilar seus nutrientes, deveremos comê-las de uma dessas duas maneiras.

Óleo essencial para o ressecamento ocular

5. Eufrásia

A eufrásia é conhecida na medicina alternativa como a “planta medicinal por excelência para os olhos”, graças à sua riqueza em vitaminas, minerais e outros nutrientes benéficos para a visão:

  • Combate a conjuntivite.
  • Alivia a coceira, a irritação e a vermelhidão ocular.
  • Reduz a inflamação e o inchaço.
  • Equilibra o lacrimejamento e previne o ressecamento ocular.
  • Trata o terçol e a blefarite.

Vale a pena esclarecer que não encontramos pesquisas científicas com dados conclusivos que corroborem algum desses usos. Na verdade, a WebMD observa que os resultados atualmente são insuficientes.

A melhor maneira de usar a eufrásia é por meio de sua aplicação em forma de colírio. Pode ser à base do princípio ativo da planta ou homeopático. Se, em contrapartida, optarmos por aplicar compressas oculares de infusão de eufrásia, devemos usar tudo muito bem esterilizado.

6. Água do mar

Uma das práticas mais difundidas hoje é usar água do mar como colírio caseiro. Quem a utiliza argumenta que, se diluída corretamente, a água do mar teria propriedades antissépticas e descongestionantes que respeitariam a delicada natureza do olho.

A verdade é que um artigo publicado na revista Scientific African argumenta que essa prática pode ser extremamente perigosa para os olhos e desaconselha seu uso. Por esse motivo, recomendamos consultar o médico antes de experimentar.

A consulta com o oftalmologista é a maior recomendação

Embora seja possível encontrar todos os tipos de recomendações on-line para melhorar o ressecamento ocular, a verdade é que consultar um médico especialista é a melhor opção para obter um diagnóstico e tratamento adequados.

Lembre-se de que os remédios naturais também podem causar reações alérgicas. Assim, antes de iniciar o uso de qualquer uma das opções tópicas incluídas neste artigo, recomendamos consultar um profissional.