6 razões pelas quais comer salmão melhora sua saúde

O salmão pode ser um grande apoio na hora de perder peso. Ele nos fornece proteínas e gorduras magras que favorecem a formação de tecido muscular e a queima de calorias.
6 razões pelas quais comer salmão melhora sua saúde

Última atualização: 09 Maio, 2021

Comer salmão traz grandes benefícios para o organismo em geral, pois é uma das variedades de peixes mais saudáveis ​​e deliciosas que podemos encontrar. É uma importante fonte de proteínas, ácidos graxos ômega 3 e vitaminas e minerais essenciais que desempenham um papel fundamental na saúde.

Atualmente, ele é um dos peixes mais recomendados pelos nutricionistas. Isso porque sua composição o torna perfeito para vários tipos de dietas. Além disso, é uma das melhores formas de consumir gorduras magras. O melhor de tudo é que ele é muito versátil na hora de cozinhar e pode ser aproveitado em muitas receitas combinado com especiarias e outros ingredientes.

Por que comer salmão?

Muitas pessoas ainda desconhecem que consumir esse alimento é saudável, no mínimo duas vezes por semana. Por essa razão, a seguir vamos compartilhar as 6 razões pelas quais vocês deveriam começar a comer salmão.

1. Melhora a saúde cardiovascular

O acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos pode ser evitado com o consumo regular de alimentos como o salmão.

Um dos principais benefícios do salmão se deve ao seu elevado conteúdo de ácidos graxos ômega 3.

Esse nutriente provou ser um agente protetor da saúde do coração e do sistema cardiovascular, já que ajuda a eliminar os lipídios que se acumulam nos vasos sanguíneos, além de reparar os tecidos e regular a pressão arterial.

Consumir salmão regularmente pode prevenir o enrijecimento arterial, um dos distúrbios que causa a maioria dos ataques cardíacos e derrames. 

2. Reduz a inflamação

Existem muitos fatores que podem aumentar a resposta inflamatória do corpo e provocar diversas doenças.

Graças ao significativo aporte de ácidos graxos, ômega 3 e de compostos antioxidantes, o salmão também controla esse processo inflamatório. É isso que afirma um estudo publicado em Biochemical Society Transactions.

Como muitos sabem, as inflamações podem se transformar em sintomas de transtornos graves como a diabetes, a artrite ou as doenças do coração.

A ingestão de, no mínimo, duas porções desse peixe por semana pode contribuir para diminuir a dor nas articulações. Ao mesmo tempo, fomenta a produção de tecidos nas cartilagens.

3. Protege os ossos

Outro dos nutrientes importantes do salmão é o cálcio. Esse mineral, junto com a calcitonina, ajuda a manter os ossos saudáveis para prevenir doenças ósseas e o enfraquecimento.

Essa propriedade o torna ideal para mulheres na fase da menopausa. Nessa fase da vida, os níveis de estrogênio diminuem, aumentando o risco de desenvolver osteoporose devido à perda de densidade óssea.

4. Ajuda a perder peso

Quer perder peso? Incluir salmão em sua dieta pode ser ideal.

Por seu alto conteúdo de nutrientes essenciais, o salmão é considerado como um dos melhores apoios para a dieta de quem deseja emagrecer. Ele contém proteínas e gorduras magras que contribuem para a formação de massa muscular, ao mesmo tempo que elimina o excesso de gordura.

Além disso, 100 gramas contribuem apenas com 208 calorias e oferece sensação de saciedade para evitar a ingestão excessiva de calorias.

5. Melhora a função cerebral

 

Os antioxidantes e a alta contribuição de ácidos graxos ômega 3, como o DHA, ajudam a impulsionar a atividade cerebral. Isso permite pensar com mais clareza e prevenir a deterioração cognitiva.

Seu consumo melhora o estado de ânimo e diminui a liberação de hormônios do estresse para melhorar o rendimento mental.

Por outro lado, existem evidências que indicam que o ômega-3 pode prevenir condições cognitivas, como o mal de Alzheimer. Além disso, as pessoas que comem salmão com frequência têm menos possibilidades de sofrer episódios de depressão.

6. Melhora a qualidade do sono

Quem tem dificuldade para dormir ou sofre com transtornos do sono também pode ser beneficiado de forma significativa, incluindo mais salmão em sua dieta. Esse alimento contém triptofano, uma substância com um efeito sedativo que nos ajuda a  dormir melhor e sem interrupções.

Contraindicações do salmão

 

Embora esse tipo de peixe ofereça tantos benefícios, existem alguns casos nos quais é melhor não consumi-lo porque pode ser contraproducente:

  • Se for salgado, do tipo defumado ou congelado, seu teor de sódio aumenta. Nesse caso, pode ser prejudicial para pessoas com hipertensão ou retenção de líquidos.
  • Também não é conveniente incluí-lo em casos de dieta biliar por algum problema de digestão ou absorção de gorduras, já que, embora sejam do tipo saudáveis, não deixam de ser gorduras.
  • E, é claro, quem tiver alergia ou intolerância ao salmão deve evitá-lo totalmente.
  • Do mesmo modo, em casos de altos níveis de ácido úrico, é melhor controlar seu consumo, porque as purinas pioram o problema.

Inclua salmão na dieta habitual

Portanto, à exceção dos casos especiais, é bom começar a comer salmão com mais frequência. Acompanhado de um plano alimentar saudável, pode contribuir para melhorar a qualidade de vida em muitos aspectos. Trata-se de um dos peixes mais saudáveis.

Pode interessar a você...
Aprenda a comer bem mudando hábitos
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Aprenda a comer bem mudando hábitos

Às vezes encontramos soluções onde menos esperamos. Dê uma olhada profunda nos hábitos alimentares de sua vida e aprenda a comer corretamente.



  • Watanabe Y, Tatsuno I. Omega-3 polyunsaturated fatty acids for cardiovascular diseases: present, past and future. Expert Rev Clin Pharmacol. 2017 Aug;10(8):865-873
  • Calder PC. Omega-3 fatty acids and inflammatory processes: from molecules to man. Biochem Soc Trans. 2017 Oct 15;45(5):1105-1115.
  • Canhada S, Castro K, Perry IS, Luft VC. Omega-3 fatty acids’ supplementation in Alzheimer’s disease: A systematic review. Nutr Neurosci. 2018 Oct;21(8):529-538.