6 hábitos alimentares que ajudam a cuidar da saúde do coração

· 7 de novembro de 2017
Reduzir o consumo de sal e seguir uma dieta equilibrada repleta de frutas, vegetais e alimentos ricos em ômega 3 é uma das melhores maneiras de cuidar da saúde do coração.

A adoção de hábitos alimentares saudáveis é um dos pilares mais importantes no que diz respeito a cuidar da saúde do coração.

Embora existam muitos fatores envolvidos no funcionamento do coração, o consumo de alguns alimentos pode ajudar a mantê-lo em boas condições, mesmo quando existe o risco do desenvolvimento de doenças.

Isto é atribuído à sua concentração de nutrientes essenciais, que ajudam a atender os requisitos do corpo para que os sistemas funcionem sem dificuldades.

Muitos destes alimentos são fundamentais no controle da pressão arterial e do colesterol alto, dois distúrbios comuns e silenciosos que costumam gerar um forte impacto em todo o sistema cardiovascular.

Tendo em mente que muitos se preocupam com esse aspecto, neste artigo queremos compartilhar 6 recomendações alimentares que vão ajudá-lo a cuidar da saúde do coração e mantê-lo funcionando em condições ideais.

Cuidar da saúde do coração por meio da alimentação

1. Aumente o consumo de ômega 3

Alimentos para cuidar da saúde do coração

O consumo regular de fontes de ácidos graxos ômega 3 é uma das recomendações alimentares para manter o coração saudável.

Essas gorduras saudáveis ajudam a remover os excessos de colesterol ruim (LDL) retidos nas artérias e, por sua vez, evitam a inflamação e o estreitamento dos vasos sanguíneos.

Embora possa ser comprado em forma de comprimidos ou suplementos, é melhor absorvê-lo de fontes naturais, tais como:

  • Peixes gordurosos (salmão, atum, sardinha, etc.)
  • Mariscos
  • Sementes de chia, linhaça e girassol
  • Abacate
  • Azeite de oliva
  • Oleaginosas

2. Coma mais frutas e vegetais frescos

Incluir frutas e vegetais frescos em sua alimentação diária é uma maneira eficaz de proteger a saúde do coração sem ingerir muitas calorias.

Esses alimentos são uma fonte importante de fibras dietéticas e compostos antioxidantes, ambos necessários para regular o colesterol e a pressão arterial elevada.

Sua assimilação no organismo melhora a circulação, alivia a inflamação e remove toxinas que, de alguma forma, intervêm no bom funcionamento do músculo cardíaco.

Não deixe de consumir variedades como:

  • Frutas cítricas
  • Peras e maçãs
  • Mamão
  • Abacaxi
  • Vegetais de folhas verdes
  • Cenoura
  • Tomate
  • Beterraba
  • Cebola e alho

3. Equilibre o consumo de gorduras

Abacate para cuidar da saúde do coração

Centenas de pessoas consideram que é correto eliminar completamente as fontes de gordura da alimentação, visto que isso permite prevenir problemas cardiovasculares e de sobrepeso.

A verdade é que este é um pensamento errado, dado que, em certa medida, o corpo exige algumas gorduras para funcionar sem dificuldades.

Embora as gorduras saturadas e trans aumentem os níveis de colesterol e o risco cardíaco, as fontes de ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados podem ser benéficas.

  • Portanto, não se trata de eliminar esse nutriente da alimentação, mas de escolher fontes de boa qualidade.

4. Limite o consumo de sal

Em centenas de oportunidades fomos advertidos de que o consumo excessivo de sal pode trazer várias consequências negativas para a saúde.

Esta substância é reconhecida como um fator de risco para a hipertensão e doenças cardíacas associadas à inflamação.

O mais preocupante é que muitas pessoas consomem mais do que o dobro da quantidade recomendada e, como se não fosse suficiente, ignoram que uma grande quantidade de alimentos o contenha em sua composição.

É essencial evitar o seu uso como adição às refeições usuais e, além disso, ele deve ser identificado em alimentos como:

  • Pães
  • Carnes e derivados
  • Molhos comerciais
  • Queijos
  • Fast food
  • Conservas de peixe
  • Leguminosas enlatadas
  • Sopas instantâneas

5. Coma mais grãos integrais

Cereais integrais para cuidar da saúde do coração

Os grãos integrais são mais saudáveis do que versões refinadas e, no que diz respeito ao coração, são 100% recomendados.

Isto é devido às suas altas contribuições de fibras alimentares, vitaminas e minerais, que facilitam o controle do colesterol, hipertensão arterial e diabetes.

Alguns grãos recomendados são:

  • Arroz integral
  • Aveia
  • Grão de bico
  • Quinoa
  • Cuscuz de trigo integral
  • Espiga de milho ou pipoca caseira
  • Trigo integral
  • Espelta (ou trigo-vermelho)
  • Cevada
  • Centeio

6. Não se esqueça das leguminosas e das oleaginosas

Tanto as leguminosas quanto as oleaginosas são alimentos saudáveis para o coração que podem ajudar a manter o músculo cardíaco em boas condições, evitando distúrbios como a hipertensão, doenças cardíacas e insuficiência.

Esses alimentos fornecem, em troca de poucas calorias, altas doses de fibra, antioxidantes e minerais essenciais que apoiam o funcionamento do sistema cardiovascular.

Não hesite em adicionar à sua alimentação:

  • Feijão
  • Lentilha
  • Ervilha
  • Soja
  • Amendoim
  • Amêndoas
  • Nozes
  • Avelãs
  • Castanhas

Você está preocupado em cuidar da saúde do coração? Você tem um histórico familiar de doença cardíaca? Se assim for, siga as recomendações dadas e melhore sua alimentação para promover o bom funcionamento deste importante órgão.