5 soluções naturais para a rigidez nas articulações

· 7 de fevereiro de 2016
A rigidez nas articulações costuma estar relacionada a um dos tipos de artrite que qualquer pessoa pode desenvolver durante sua vida.

De forma geral, a rigidez nas articulações ocorre durante a velhice, mas há quem a desenvolva em idades mais jovens por questões genéticas, intervenções cirúrgicas, lesões ou outros fatores.

Estima-se que existem cerca de 100 tipos de artrite e doenças relacionadas, incluindo aquelas que comprometem os ossos, os músculos e os tecidos que sustentam as articulações.

Os principais sintomas da rigidez nas articulações são a dor e a rigidez, a tal ponto que podem gerar incapacidade de movimento nos pacientes.

No entanto, também podem estar acompanhados por inflamação, hipersensibilidade, vermelhidão e outros sinais que diminuem a qualidade de vida.

Ainda que na maioria dos casos sejam receitados tratamentos farmacológicos para controlar a rigidez, existem vários remédios naturais que atuam como complemento para aliviar este tipo de dor e as demais relacionadas a estas inflamações.

Neste espaço vamos compartilhar soluções caseiras para lidar com este tipo de transtorno.

1. Aipo para combater a rigidez nas articulações

Aipo para combater a rigidez nas articulações

O aipo é considerado como o alimento principal para a dieta e o tratamento daquelas pessoas que têm algum tipo de doença associada à inflamação.

Conheça: 7 relaxantes musculares naturais

Suas propriedades diuréticas favorecem a regulação de líquidos no organismo para desinflamar os tecidos e controlar os sintomas da artrite.

Entre outras coisas, seu consumo favorece a digestão, diminui a pressão arterial e pode ter um efeito positivo contra as células cancerígenas.

Como consumir?

Fácil! O aipo pode ser incluído de várias formas na dieta e algumas ideias incluem:

  • Suco natural.
  • Vitamina verde.
  • Saladas e sopas.
  • Arroz
  • Sanduíches.

2. Cenoura para a rigidez nas articulações

Esta hortaliça tão consumida no mundo pode ser um grande complemento para a erva anterior. A cenoura conta com uma ação anti-inflamatória muito poderosa que protege as artérias e diminui a dor.

Além disso, é uma fonte de vitamina A, protege a saúde visual e contribui para manter o bom estado da pele ao frear o dano oxidativo.

Como consumir?

Devido ao seu delicioso sabor e versatilidade, existem centenas de receitas incorporadas quase que diariamente na dieta. No entanto, para desfrutar ao máximo de seus benefícios, cabe dizer que o melhor é comer a cenoura crua.

Por isto, tente acrescentá-la em:

  • Sucos naturais.
  • Saladas.
  • Ralada em sopas (sem cozinhar).

3. Gengibre para a rigidez nas articulações

Gengibre para combater a rigidez nas articulações

 

As qualidades analgésicas e anti-inflamatórias do gengibre podem ser utilizadas como tratamento interno e externo para aliviar as articulações.

Seu consumo diário diminui a dor e reduz a inflamação provocados pelo movimento; além disso, aplicando o gengibre no local, é possível relaxar a área afetada para uma maior sensação de alívio.

Como consumir?

Esta especiaria conta com um leve sabor picante que muitos adicionam em suas receitas de panificação, sopas, sucos e outras comidas. No entanto, como remédio é melhor consumir o gengibre em chá ou infusão.

Para usá-lo de forma externa, submerja um pano na infusão morna ou quente e aplique na área afetada.

4. Compressas de folhas de louro

A aplicação de compressas ou um cataplasma de folhas de louro podem diminuir a inflamação, desde a parte externa, para proporcionar alívio e ajudar no movimento das articulações.

Leia também: Chá de canela, limão e gengibre para ajudar a eliminar gordura abdominal

As propriedades das folhas de louro diminuem a rigidez e aliviam a tensão, em especial quando existe algum momento de crise.

Como consumir?

As compressas devem ser preparadas a partir da infusão da planta e com a ajuda de um algodão absorvente.

O que é necessário?

  • 1 litro de água
  • 20 g de folhas de louro
  • 1 pedaço de algodão

Instruções

  • Coloque para ferver um litro de água, quando chegar à ebulição, acrescente as folhas de louro e deixe no fogo baixo durante cinco minutos adicionais.
  • Retire a infusão do fogo, deixe repousar por 10 minutos e, quando estiver apta para a aplicação, submerja o algodão e coloque-o sobre a área dolorida durante 5 minutos.
  • Repita este processo várias vezes ao dia, todos os dias.

5. Cúrcuma para a rigidez nas articulações

Curcuma para combater a rigidez nas articulações

Esta maravilhosa especiaria está nos primeiros lugares dos anti-inflamatórios naturais, já que também antioxidante e analgésico.

Está comprovado que a cúrcuma pode ajudar aos pacientes com artrite e outras condições que afetam os músculos e as articulações.

Como consumir

Para desfrutar de suas qualidades a cada dia, pode-se acrescentar a cúrcuma em vários tipos de receitas. Como o objetivo é complementar o tratamento contra a rigidez e a dor, não há um tempo limite para tomá-la, sempre e quando seja necessário, em quantidades moderadas.

Desfrute-a em:

  • Sopas.
  • Saladas.
  • Vitaminas.
  • Chá e infusão.
  • Arroz.

Como recomendação final, independentemente do caso, lembre-se de que você deve tentar mover as articulações com a prática de exercícios de baixo impacto.

Ainda que pareça que a atividade física aumenta a dor, o certo é que é uma das melhores terapias para controlar este tipo de doença. Não se esqueça!

  • Maizura, M., Aminah, A., & Aida, W. M. W. (2011). Total phenolic content and antioxidant activity of kesum (Polygonum minus), ginger (Zingiber officinale) and turmeric (Curcuma longa) extract. International Food Research Journal. https://doi.org/10.1039/c0cc03034a
  • Alasalvar, C., Grigor, J. M., Zhang, D., Quantick, P. C., & Shahidi, F. (2001). Comparison of volatiles, phenolics, sugars, antioxidant vitamins, and sensory quality of different colored carrot varieties. Journal of Agricultural and Food Chemistry. https://doi.org/10.1021/jf000595h
  • Crozier, A., Lean, M. E. J., McDonald, M. S., & Black, C. (1997). Quantitative Analysis of the Flavonoid Content of Commercial Tomatoes, Onions, Lettuce, and Celery. Journal of Agricultural and Food Chemistry. https://doi.org/10.1021/jf960339y