5 sementes para emagrecer que você deve incluir em sua dieta

03 Janeiro, 2020
O consumo de algumas variedades de sementes pode ajudar a melhorar os efeitos da dieta para perder peso. Graças às suas contribuições de fibra e aminoácidos são ideais para apoiar o metabolismo.
 
Existe uma grande variedade de sementes para perder peso que podem complementar a dieta. Embora não sejam alimentos com propriedades milagrosas, seu consumo é ideal para complementar os efeitos dos alimentos, quando se trata de combater o excesso de peso.

Muitas dessas sementes ajudam a queimar gordura, pois estimulam as funções do metabolismo. Outras contêm fibras e nutrientes essenciais que contribuem para os processos de perda de peso.

Você sabe quais são os melhores? Descubra-as!

Sementes para emagrecer que complementam sua dieta

As sementes têm sido parte da alimentação dos seres humanos desde os tempos antigos. Durante séculos elas foram valorizadas por sua contribuição energética e nutricional, uma vez que são uma fonte de macronutrientes e micronutrientes.

Você deveria ler: Por que devemos deixar as oleaginosas e as sementes de molho?

1. Sementes de chia

Sementes de chia para emagrecer

Uma das variedades de sementes para perder peso mais destacadas são as sementes de chia. Isto é afirmado neste estudo pela Universidade Federal da Paraíba (Brasil).

Elas são conhecidas por seu alto teor de fibras solúveis e insolúveis, além de seus antioxidantes.

  • Sua ingestão regular é um suporte para combater a digestão lenta e a constipação. Além disso, aumentam o metabolismo e reduzem o acúmulo de gordura abdominal.
  • Devido às suas gorduras insaturadas, elas podem ajudar contra os altos níveis de colesterol ruim e triglicerídeos.
  • Seu conteúdo calórico é baixo e contém proteínas e carboidratos, que podem contribuir para manter um nível ótimo de energia.

2. Sementes de girassol

No passado, algumas pessoas pensavam que as sementes de girassol eram um alimento exclusivo para as aves.

No entanto, hoje estas fazem parte da dieta regular de muitos, pois são ótimas aliadas para frear a ansiedade e o excesso de peso. Isto é afirmado neste estudo pela Vidya Europe SAS.

  • Elas concentram grandes quantidades de vitamina E, um nutriente antioxidante que ajuda a combater os efeitos dos radicais livres, de acordo com esta pesquisa da Faculdade de Medicina do Governo e Hospital SMHS (Índia).
  • Suas contribuições de minerais e vitaminas do complexo B podem ajudar a fortalecer os músculos e reduzir a fadiga.
  • Elas fornecem uma pequena contribuição de aminoácidos e carboidratos, que ajudam a manter um bom ritmo do metabolismo.
  • Seus ácidos graxos insaturados ajudam a estimular a limpeza arterial, e a reduzir a presença de lipídios nocivos no sangue.

3. Sementes de coentro

Sementes de coentro para emagrecer

As sementes de coentro, também conhecidas como coriandros, são um pequeno fruto marrom que se distinguem pelo seu suave sabor cítrico.

Embora sua ingestão não seja tão difundida quanto as opções anteriores, são sementes com muitos benefícios medicinais.

  • Seus fitonutrientes estimulam a atividade do metabolismo, e ajudam a regular os níveis de glicose no sangue. Elas são benéficas para os diabéticos, de acordo com este estudo realizado pela Universidade de Alexandria (Egito).
  • Elas contêm óleos essenciais que otimizam a produção de insulina, o que é fundamental para transformar açúcares em fontes de energia.
  • Aliviam as dificuldades digestivas, e têm um efeito depurativo que promove a eliminação das toxinas retidas.

4. Sementes de gergelim

Esta variedade de sementes é obtida a partir de uma planta perene chamada Sesamum indicum, pertencente à família Pedaliaceae.

Elas são conhecidas em todo o mundo por suas aplicações dietéticas e medicinais, pois cuidam do peso e previnem doenças. Embora existam poucos estudos a esse respeito, as evidências encontradas, como este estudo conduzido pela Universidade Shahid Sadoughi (Irã), são de bom uso.

  • Sua pequena contribuição de niacina ajuda a reduzir a sensação de ansiedade, para frear o desejo insaciável de comer.
  • Contêm aminoácidos que apoiam na formação de massa muscular, melhorando o desempenho físico.
  • Elas são uma fonte interessante de fibra dietética, recomendada para melhorar a digestão e controlar o colesterol.
  • Seus antioxidantes protegem as células contra o estresse oxidativo, e agem em favor dos órgãos excretores, a fim de eliminar o desperdício.

5. Sementes de linhaça para perda de peso 

Sementes de linhaça para emagrecer

O consumo de sementes de linhaça disparou nas últimas décadas, apesar de ser um alimento muito antigo.

Sua popularidade aumentou com as recomendações de algumas celebridades e figuras de fitness, que as sugeriram como aliadas para perder peso.

Você estaria interessado em ler?: Alimentação e exercício: a chave para um corpo de revista

  • Este alimento contém importantes doses de fibras, polifenóis, e ácidos graxos essenciais, que atuam de maneira benéfica no metabolismo.
  • Sua pequena contribuição de ômega 3 aumenta a sensação de vitalidade e melhora a saúde cardiovascular, principalmente porque ajuda a reduzir o colesterol. Isso é sugerido por este estudo realizado pela Universidade Federal Fluminense (Brasil).
  • São suaves com o sistema digestivo, e seus géis naturais lubrificam o cólon para facilitar a expulsão dos resíduos.
  • Eles têm um efeito prolongado de saciedade que reduz a tendência de comer “junk foods” ou lanches rápidos.

Como você pode ver, todos elas têm benefícios importantes para a nossa dieta. Escolha a variedade que você considera mais adequada para o seu corpo e não hesite em incorporá-las às suas saladas e batidas favoritas.

 
  • Chia seeds. (n.d.)
    //www.clevelandclinicwellness.com/Features/Pages/chia-seeds.aspx
    metabolic-syndrome-randomized-trial
  • Basic report: 12036, seeds, sunflower seed kernels, dried. (2016, May)
    ndb.nal.usda.gov/ndb/foods/show/3626?fgcd=&manu=&lfacet=&format=&count=&max=35&offset=&sort=&qlookup=sunflower+seeds
  • Effects of dietary flaxseed on atherosclerotic plaque regression. Canadian Centre for Agri-food Research in Health and Medicine and the Institute of Cardiovascular Sciences, St. Boniface Hospital Research Centre, Winnipeg, Manitoba, Canada. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23585134