5 mudanças para ter saúde vascular nas pernas

· 1 de abril de 2017
Para favorecer a saúde cardiovascular e melhorar a circulação é conveniente pôr as pernas para o alto sempre que possível. Para dormir, pode-se colocar um travesseiro para elevá-las

Nossa saúde vascular é chave para que possamos desfrutar de uma adequada qualidade de vida.

Visualize por um momento seu sistema circulatório como uma sofisticada estrada interna, formada por infinitas veias e artérias.

Por estas estradas tão especiais transportam-se oxigênio, nutrientes e outros elementos que fazem com que a vida seja possível.

Se algo falha, se nossas veias endurecem ou se for originado um pequeno coágulo que impeça a boa circulação, estaremos em perigo.

Um dos problemas mais comuns que pode acontecer em nossas “estradas” interiores é a doença vascular periférica.

Estamos falando de pequenos danos e obstruções que acontecem em veias e artérias que estão um pouco mais longe do coração.

As veias varicosas, por exemplo, são as que mais sofrem com esse transtorno venoso e devemos aprender a preveni-las e a tratá-las.

Pois bem, se além disso sofrermos de alguma doença vascular, é preciso consultar um especialista para prevenir possíveis tromboses.

No caso de ter antecedentes genéticos ou já apresentar teias vasculares ou varizes levemente inflamadas, vale a pena seguir esses conselhos simples para poder dispor de uma melhor qualidade de vida.

Comece hoje mesmo a cuidar de sua saúde vascular

Quantas horas permanece sentado? Às vezes, por razão de trabalho, ficamos obrigados a permanecer “grudados” em nossas cadeiras.

Entretanto, além das horas trabalhadas, abre-se todo um mundo de possibilidades nas quais só colocamos em movimento nosso coração.

Leia também: Como combater a oxidação em veias e artérias

O sedentarismo, a dieta, a gravidez ou a herança genética são fatores que determinam a aparição das varizes.

No entanto, a boa notícia é que é possível evitá-las ou diminuir seu avanço com algum esforço.  Se tomar consciência de que, às vezes, pequenas mudanças geram uma melhor qualidade de vida.

Dessa maneira, anote estas simples propostas.

1. Começar e terminar o dia com duchas frias nas panturrilhas

Certamente também faz isso: começar e terminar o dia com uma ducha. Nesses momentos também temos uma boa oportunidade de aprimorar a circulação na área das pernas.

Para isso, faça o seguinte:

  • Primeiramente, aplique sobre as pernas um jato de água morna (entre 36 e 38 ºC) durante cinco ou seis segundos.
  • Mais tarde, aplique água fria por outros 6 segundos.
  • Mude de perna e termine sempre com essa sessão de água fresca para revitalizar a correta circulação nesta área.

2. Suco de tomate no café da manhã

Suco de tomate para a saúde vascular

As sementes de tomate têm propriedades anticoagulantes que melhoram o fluxo sanguíneo. Para se beneficiar dessa maravilhosa virtude pode fazer duas coisas:

  • Aplicar de forma tópica lâminas de um tomate sobre as varizes durante alguns minutos.
  • No momento que notar que começa a sensação de coceira ou queimação retire e enxague com água fria.
  • Por outro lado, e como opção mais simples e deliciosa para começar o dia, nada melhor do que tomar um copo de suco natural de tomate.
  • Não se pode esquecer de que o tomate tem um índice calórico muito baixo.
  • Além disso, é um excelente diurético capaz de ativar o metabolismo, o que ajuda a queimar gordura.
  • Da mesma maneira, esse suco natural de tomate ajudará a drenar líquidos e a eliminar as toxinas que inflamam e fazem com que nos sintamos mais cansados e pesados.

3. Aloe vera e mel para favorecer a circulação sanguínea e aliviar a sensação de peso

Aloe vera para a saúde vascular

Uma maneira muito positiva de cuidar da saúde vascular é tomar diariamente esse remédio natural à base de aloe vera e mel.

Graças a essa combinação conseguirá reduzir a inflamação das varizes.

Além disso, à medida que é consumida diariamente, favorece-se, por outro lado, o retorno do fluxo venoso; o que ajuda a combater a sensação de peso e possíveis edemas.

Ingredientes

  • 1 colher de mel de abelhas (25 g)
  • 1 colher de polpa de aloe vera (15 g)
  • 1 copo de água (200 ml)

Preparação

  • Primeiramente, ferva a água e acrescente a aloe vera e o mel.
  • Em seguida, misture bem e beba diariamente logo após o almoço.

4. Dormir com as pernas um pouco mais elevadas

A saber, para cuidar da saúde vascular é necessário se mover e evitar o sedentarismo.

Pois bem, outra forma de melhorar a vida, com as varizes que apareceram,  é manter as pernas no alto o máximo de tempo possível.

  • Caso trabalhe sentado, é conveniente utilizar algo para apoiar os pés.
  • Além disso, outra ideia adequada é colocar um travesseiro debaixo das pernas enquanto dorme. Basta que estejam elevadas uns 15 centímetros em relação à cabeça.

Descubra também: Como aliviar dores lombares naturalmente

5. Sim à dieta rica em fibras

Sementes para a saúde vascular

Para potencializar e ter uma adequada circulação no corpo e nas pernas, é necessário fazer mudanças na alimentação.

  • Uma dieta rica em fibras, frutas, verduras e cereais é essencial para cuidar da saúde vascular.
  • Não se pode esquecer de algo importantíssimo: reduzir o consumo de sal para reter menos líquidos.

Descubra: Alivie as varizes com essa antiga receita da vovó

Recomenda-se que, a partir de hoje, inclua na alimentação os seguintes alimentos:

  • Sementes (de chia, de girassol)
  • Cereais (aveia, trigo-sarraceno, pão de centeio)
  • Macarrão integral
  • Vegetais (aspargos, abóbora, beterraba, alcachofras, brócolis)
  • Lentilhas
  • Frutos secos (pistaches, nozes)
  • Frutas (maçã, mamão, abacaxi, morango)

Por fim, sabemos que caso sofra com algumas veias varicosas muito inflamadas, a única solução é a cirurgia.

Entretanto, esses conselhos são adequados para todos os casos, junto com as recomendações dos especialistas.

Essas dicas ajudarão a desfrutar de uma boa saúde vascular.

  • Anjo, D. F. C. (2004). Alimentos funcionais em angiologia e cirurgia vascular. Jornal Vascular Brasileiro3(2), 145-154.
  • Bernaud, F. S. R., & Rodrigues, T. D. C. (2013). Fibra alimentar: ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arquivos brasileiros de endocrinologia & metabologia= Brazilian archives of endocrinology and metabolism. Vol. 57, N. 6 (ago 2013), p. 397-405.
  • Gaspar, P. J. S. (2009). Efeitos do sedentarismo a nível cardiovascular: a importância da actividade física na manutenção da saúde.