Como aliviar dores lombares naturalmente

· 11 de setembro de 2016
A dor lombar é muito comum e tem uma infinidade de causas, mas você pode aliviá-la com remédios caseiros muito simples. O melhor de tudo é que você pode usar a maioria deles.

Muitas pessoas sofrem com dores lombares.

Algumas as padecem após se levantar da cama depois de ter dormido de mau jeito, por não terem descansado bem ou pela falta de mobilidade durante a noite.

Outras, por outro lado, terminam o dia com uma sobrecarga importante nessa zona.

Neste artigo daremos algumas dicas simples e efetivas para reduzir e aliviar a dor na lombar. 

Por que tenho dores lombares?

Mulher com dores lombares

Essa é uma parte do corpo na qual muitas pessoas sofrem dores lombares ou incômodos com frequência. O fato de passar muitas horas de pé ou sentados é um fator determinante.

Mas também são influenciadas pela alimentação, as emoções, a falta de exercício ou o exercício inadequado, os transtornos digestivos e intestinais, entre outros.

Além disso, os rins também estão vinculados diretamente com esse tipo de incômodo, já que estão situados entre as vértebras lombares e as dorsais. Por este motivo também é interessante cuidá-los e ficar atento.

Leia também: Purifique seus rins com água de salsa

Remédios para aliviar as dores lombares

Mulher na piscina aliviando as dores lombares

1. Jato de água quente

As lombares costumam ser uma parte do corpo que gosta do calor e que se ressente com o frio, a umidade e o sedentarismo.

Por isso, este remédio se baseia na hidroterapia, ou seja, nos benefícios terapêuticos da água a diferentes temperaturas, neste caso, a água quente.

Como preparar?

  • Primeiramente, aplique o jato de água em temperatura morna, movendo-o de um lado a outro e, em seguida, aumentando a temperatura de modo gradual até que esteja quente.
  • Faça isso durante 3 ou 4 minutos, preferencialmente sentado.
  • O ideal seria que outra pessoa o fizesse e poderíamos estar comodamente sentados em um banquinho de plástico, por exemplo.
  • Este remédio não deve ser aplicado nos casos de ciática e nem de hérnias.

2. Temperaturas alternadas

Para este remédio também usaremos a água, mas a diferentes temperaturas. O uso da água a temperaturas frias e quentes combinadas de modo alternado nos permite melhorar a circulação e reduzir as inflamações e as dores lombares.

Esta terapia é mais efetiva se outra pessoa fizer. Precisaremos ter em mãos água quente e água fresca (não muito fria) e dois panos ou toalhas médias.

Leia também: Benefícios das águas termais para a saúde

Como preparar?

  • Primeiramente, molhe a toalha em água quente, escorra e aplique sobre a zona lombar da pessoa afetada, que estará deitada de barriga para baixo.
  • Em seguida, deixe a toalha de meio minuto a um minuto.
  • A seguir faça o mesmo com a água fria.
  • Repita o procedimento pelo menos cinco vezes com cada temperatura e termine sempre com a água quente.
  • Por fim, seque bem a lombar e agasalhe a área.

3. Massagem com óleo de gergelim e arnica

Óleo de gergelim e arnica para o tratamento de dores lombares

Uma boa massagem sempre pode nos ajudar a reduzir uma dor nas costas. 

Além disso, as lombares são uma das poucas zonas nas quais nossas próprias mãos podem alcançar. Porém, sempre será mais prático que outra pessoa nos faça a massagem.

Assim, para fazer a massagem podemos usar óleo de gergelim, que nos ajudará a aumentar o calor na zona, misturado com arnica (em óleo, creme ou gel), que tem um alto poder anti-inflamatório.

Como preparar?

  • Primeiramente, faça uma primeira massagem suave para criar calor e preparar a zona, sem fazer muita pressão.
  • Em seguida, foque com mais pressão nas duas laterais da coluna, com movimentos verticais.
  • Dê beliscões grandes na cintura para relaxar as costas, pegando o máximo que puder com a mão e arrastando um pouco para separar os tecidos e dar flexibilidade.

4. Emplasto de couve

Este remédio também é uma opção que podemos fazer em casa e para isso somente precisaremos de algumas folhas verdes de couve crua.

A couve tem propriedades anti-inflamatórias que nos permitem aplicá-la em qualquer parte do corpo que queremos reduzir a dor (no ventre durante cólicas menstruais, em dores nos joelhos, etc.).

Como preparar?

  • Primeiramente, pegue 4 ou 6 folhas de couve, as mais verdes possíveis.
  • Em seguida, coloque em uma panela com água fervendo e mergulhe as folhas alguns segundos, não mais do que dez.
  • Coloque-as sobre uma madeira e triture-as um pouco para que soltem o suco.
  • Apoie as folhas sobre as lombares quando ainda estiverem quentes e cubra-as, primeiro com um pano e, depois, com uma toalha seca.
  • Por fim, deixe atuar por 15 minutos.
  • Você pode fazê-lo duas ou três vezes por dia.

Nascimento, P. R. C. do, & Costa, L. O. P. (2015). Prevalência da dor lombar no Brasil: uma revisão sistemática. Cadernos de Saúde Pública. https://doi.org/10.1590/0102-311X00046114

Da Costa, D., & Palma, A. (2005). O efeito do treinamento contra resistência na síndrome da dor lombar. Revista Portuguesa de Ciências Do Desporto. https://doi.org/http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-05232005000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Pereira, N. T., Ferreira, L. A. B., & Pereira, W. M. (2010). Efetividade de exercícios de estabilização segmentar sobre a dor lombar crônica mecânico-postural. Fisioterapia Em Movimento. https://doi.org/10.1590/S0103-51502010000400011