Pés na água fria: para que serve esta técnica?

· 14 de maio de 2016
Colocar os pés na água fria por 15 segundos pode ser o suficiente para que o nosso sistema imunológico desperte e atue.

No inverno, ao ter um dia exaustivo, sempre pensamos em, quando chegarmos em casa, beber alguma coisa quente e colocar os pés em uma bacia com água morna e algumas essências ou óleos. No entanto, o mais recomendável é colocar os pés na água fria

Estudos revelam que, para desfrutar de melhores benefícios, devemos usar água fria. Inclusive quando as temperaturas externas são muito baixas.

Conheça neste artigo quais são as propriedades deste tratamento.

Pés na água fria: resultados maravilhosos

Benefícios de colocar os pés na água fria

Não se preocupe! Você só tem que mergulhar os pés em água fria por 15 segundos (justamente o tempo necessário para que você não fique doente). Este remédio caseiro é realmente simples e tem muitas propriedades.

Simplesmente colocar os pés na água fria. Se for verão, melhor ainda. Mas por que também no inverno? É nessa estação que aparecem os verdadeiros corajosos!

Brincadeiras à parte, a verdade é que esta técnica tem sido recomendada pela medicina natural por seus resultados fantásticos. O processo deve ser repetido durante 15 dias seguidos para desfrutar de suas propriedades.

Coloque água fria da torneira em um recipiente suficientemente grande para que ambos os pés fiquem totalmente submersos.

A seguir, adicione alguns cubos de gelo para que a água fique ainda mais fria. A proporção é de 18 cubos para cada 2 litros de água. Quando o gelo começar a se desfazer e o volume do líquido do recipiente aumentar, coloque os pés.

Tente aguentar por 15 segundos. No começo, o efeito é de muito frio, mas antes que tenha de retirar os pés, você já terá se acostumado.

Além disso, ao repetir este método todos os dias, seus pés não sentirão tanto a mudança de temperatura.

Ao passar o tempo recomendado, retire os pés e seque com uma toalha envolvendo-os bem para aquecê-los. Por último, coloque meias de algodão ou lã (as mais grossas que tiver) e vá dormir.

Repita a técnica todas as noites durante duas semanas completas. Se você for uma pessoa que fica doente com frequência, recomenda-se fazê-lo duas vezes por dia.

Pode te interessar: Como aumentar as defesas de nosso organismo

Para que serve colocar os pés na água fria?

Para que serve colocar os pés na água fria?

Já demos uma prévia de suas vantagens: fortalecer o sistema imunológico. Diferente do que se acredita, para que nossas defesas estejam prontas para nos proteger dos ataques dos vírus e bactérias, é preciso que elas “treinem” antes.

Como? Expondo-as a uma situação similar (como acontece com as vacinas).

Quando nosso sistema imunológico sabe de que maneira agir diante das mudanças de temperatura dos pés, tem a capacidade de evitar todo tipo de doença relacionada ao frio. Vale destacar que os pés são os primeiros a esfriarem no inverno ou quando chove.

A explicação nesses casos é a seguinte: quando retiramos nossos pés da água gelada, eles precisam de sangue “novo” ou limpo para aumentar a temperatura o mais rápido possível. Essa reação corporal pode ser o que precisamos para evitar a inflamação, a dor e outros problemas.

Além disso, permite que os músculos inferiores se revigorem ao se encherem de oxigênio e que as células funcionem melhor.

Ao contrário do que se pensa, não é a água fria (ou a baixa temperatura sentida pelos pés) que cura. Mas o que o corpo deve fazer para produzir calor e reverter essa situação “perigosa”.

Ativa o metabolismo e a mudança orgânica, bem como as reações circulatórias, nervosas e musculares.

E se eu submergir todo o corpo?

Benefícios para o corpo de mergulhar o corpo na água fria

Um dos “remédios da vovó” quando alguém tem muita febre é colocá-lo em uma banheira de água fria. Alguns podem pensar que é uma solução muito drástica, mas é assim que faziam no passado para reduzir a temperatura corporal.

O mesmo efeito que indicamos para os pés acontece com o corpo em geral. No entanto, neste caso, devemos ter em mente que não podemos demorar muito para “devolver” o calor ao corpo ou acabaremos doentes.

A hipótese utilizada para explicar os resultados dessa técnica é a de que “as doenças podem ser curadas melhor de fora para dentro”.

A água fria devidamente aplicada sobre a pele “desperta” as funções do corpo, ajuda a eliminar a febre e a congestão dos órgãos. Também favorece a expulsão de impurezas acumuladas no sangue.

O banho favorece a contração dos vasos sanguíneos para ajudá-los a se tornar mais elásticos. Da mesma forma, ajuda a eliminar tudo de ruim que há dentro de nós.

Não precisamos nos submergir completamente na água gelada. É mais conveniente fazer isso pouco a pouco, em partes. A maneira “violenta” tem efeitos que podem ser perigosos para os pulmões e o coração.

Com isso, recomenda-se colocar primeiro os pés, depois as pernas e assim por diante até o pescoço. Sempre se deixa a cabeça fora da água. Algo semelhante deve ser feito quando vamos tomar banho de mar ou de piscina durante as férias.

Leia também: Remédios caseiros para controlar a febre

Experimente!

A técnica dos pés na água fria também ajuda as mulheres que usam saltos altos ou sapatos desconfortáveis ​​durante todo o dia. Inclusive, é destinada àqueles que trabalham em pé ou sentados por várias horas e ao chegarem em casa precisam de algo para relaxar os pés.

Da mesma forma, as pessoas que sofrem de inchaço ou acúmulo de líquido nos tornozelos poderão ver uma grande mudança no corpo depois de começar a realizar a técnica de colocar os pés na água fria. Também vale para as pessoas que sofrem de varizes.

Anime-se para um “mergulho” gelado para não ficar doente tão facilmente e desfrutar de uma melhor saúde. Não se esqueça que, quanto mais fria a água, maior o trabalho calórico que o corpo deverá realizar, mas também mais reações eficazes acontecerão.