5 hábitos saudáveis para prevenir a dor no peito

Reduzir os focos de estresse é fundamental para prevenir a dor no peito. Ainda, é bom melhorar a dieta e realizar alongamentos para evitar as contraturas.
5 hábitos saudáveis para prevenir a dor no peito

Última atualização: 03 Março, 2021

Você já se perguntou se é possível prevenir a dor no peito e como? Nesse caso, você ficará interessado em saber o que vamos contar a seguir.

A dor no peito pode se apresentar de diferentes maneiras, dependendo da causa. Por esse motivo, há pessoas que relatam uma dor latejante e até surda, enquanto outras enfatizam a rigidez e a queimação na área.

Ao contrário da crença popular, a causa da dor no peito nem sempre é um ataque cardíaco, então vá com calma! Hoje, há muitas pessoas que mantêm hábitos pouco saudáveis ​​devido ao ritmo de vida agitado que levam e ao excesso de trabalho. Isso muitas vezes leva à exaustão física e mental que pode levar a dores no peito.

Para evitar esta sensação incômoda, apresentaremos 5 hábitos saudáveis ​​que você pode colocar em prática para preveni-la.

Faça uma dieta saudável para prevenir a dor no peito

Faça uma dieta saudável para prevenir a dor no peito

O acúmulo de gases a nível intestinal exerce pressão sobre os órgãos abdominais. Isso cria dor que se espalha para a frente do peito. Por isso, as pessoas sentem uma dor que “arde” na parte superior do estômago, acompanhada de náuseas ou regurgitação após as refeições.

Todos estes incômodos são secundários à prisão de ventre ou mesmo a um estado de secreção excessiva de suco gástrico por ingerir alimentos ricos em gorduras ou picantes.

Se já aconteceu com você e você deseja obter alívio, além de fazer as mudanças na dieta indicadas pelo médico e melhorar sua hidratação diária, lembre-se das dicas a seguir que vamos comentar.

Levantar muito peso, fazer movimentos bruscos ou exercícios extenuantes são atividades que promovem a contratura muscular, principalmente dos músculos trapézio e deltoide.

Toda essa contratura exagerada promove inflamação e dor, o que resulta em uma sensação de “pressão” que aumenta quando você respira e é aliviada pela melhora da postura.

  • Uma solução simples é aplicar compressas quentes na área dolorida.
  • Também fazer exercícios de alongamento levantando os braços é bastante útil para aliviar a dor.

Se o seu médico indicar, tome relaxantes musculares

A costocondrite é outra causa bastante comum de dor. Consiste em uma inflamação das articulações que unem as costelas do tórax com o esterno. Dentro das principais causas encontra-se o excesso de esforço físico, a tosse recorrente e alguma lesão das costelas decorrentes de algum traumatismo.

  • No tratamento, o uso de relaxantes musculares tópicos à base de arnica são bastante eficázes.
  • Além disso, reduzir o peso sobre os ombros e o repouso da área afetada são complementares ao tratamento.

Aprenda a gerenciar o estresse para viver melhor

Um estilo de vida atarefado leva a um aumento da pressão muscular sobre os ombros. Ainda, pode aumentar a frequência dos batimentos cardíacos e gerar uma sensação de “morte” iminente.

Outros sintomas são a respiração acelerada e as náuseas. Estes são um dos principais sintomas de um ataque do pânico. Por isso, ingerir infusão de camomila ou valeriana para reduzir a ansiedade é uma boa ferramenta.

  • Se isso acontece com frequência, é necessário mudar o estilo de vida. Tente reduzir o estresse relacionado com o trabalho e com a família. 
  • Além disso, realizar atividades não estressantes como ir ao cinema, passear ou praticar algum esporte faz parte de uma boa terapia de tratamento para prevenir a dor no peito.

Leia também: Experimente estes remédios naturais para desintoxicar os pulmões

Melhore a sua respiração para prevenir a dor no peito

Mulher respirando

Para evitar o aparecimento de dores no peito (de estresse e ansiedade), tente aprender e praticar técnicas de respiração profundaIsso permitirá que você esteja ciente de sua respiração e acalme os pensamentos que o perturbam.

Lembre-se de que algumas patologias nos pulmões podem causar desconforto ou uma tosse recorrente que desencadeia dores no peito. Asma ou bronquite crônica também podem causar desconforto, como dor no peito, portanto, não descarte fazer um check-up médico.

Lembre-se que, acima de tudo, um estilo de vida saudável será a pedra angular do seu bem-estar, por isso adotar e manter hábitos saudáveis ​​é de extrema importância para tudo, não apenas para prevenir a dor no peito.

Alimentar-se de forma saudável, praticar exercícios diariamente, colocar em prática técnicas de controle do estresse e seguir as recomendações do médico são algumas das melhores orientações que você tem à sua disposição.

Em suas mãos você tem o poder de mudar a sua realidade e ser melhor. E se você tiver dúvidas, lembre-se de que você pode sempre consultar o seu médico. 

Pode interessar a você...
O que fazer ao sentir dores no peito?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
O que fazer ao sentir dores no peito?

As repentinas dores no peito geralmente estão relacionadas a problemas para respirar, já que na maior parte dos casos surgem associadas à falta de ...