3 dicas de como cuidar da tireoide e melhorar a imunidade

14 Outubro, 2020
Você sabia que o exercício físico pode influenciar a produção de certos hormônios na glândula tireoide? Continue lendo e descubra quais hábitos podem influenciar tanto o sistema imunológico quanto as doenças da tireoide.

A saúde da tireoide está relacionada a imunidade de uma maneira muito mais relevante do que se pensa. É essencial manter defesas fortalecidas, pois podem ajudar a prevenir várias patologias, inclusive as relacionadas à glândula tireoide.

Se você suspeita que pode ter algum tipo de anormalidade com essas características, é muito importante consultar um médico. É provável que isso se refira ao endocrinologista, especialista neste tipo de problema. Mas existe realmente uma doença que pode ligar os dois sistemas?
A resposta é sim. É um distúrbio que relaciona a tireoide ao sistema imunológico, conhecido como “tireoidite autoimune” ou doença de Hashimoto.

Essa patologia é caracterizada por uma reação do sistema imunológico contra a glândula tireoide, o que causa hipotireoidismo. De acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, costuma afetar, sobretudo, mulheres de meia-idade e seu aparecimento é lento e progressivo.

Assim, não podemos esquecer a importância de estabelecer revisões periódicas com o médico para estarmos atentos a eventuais sintomas. Aqui estão 3 chaves importantes para se considerar:

Como cuidar da saúde da tireoide e da imunidade

Os bons hábitos de vida influenciam a saúde de todo o organismo, portanto, é fundamental mantê-los ao longo do tempo.

1. Cuide da sua alimentação e mantenha uma dieta saudável e balanceada

Suco-verde-500x357

Uma forma muito adequada de fortalecer as defesas é através de uma alimentação correta e balanceada. Recomenda-se também incluir grandes quantidades de frutas e vegetais, devido ao seu teor de vitaminas e minerais.

No entanto, este estudo realizado pelo Dr. Pedreros, da Universidade Nacional da Colômbia, recomenda cautela com o consumo de crucíferas, pois considera que o seu consumo pode ser prejudicial para pessoas que sofrem de certos distúrbios da tireoide.

Tenha em mente que, de acordo com a Clínica Mayo, não existem alimentos ou dietas para tratar os problemas de tireoide. O mais aconselhável nesses casos é falar com um endocrinologista, que estabelecerá as orientações dietéticas a seguir.

Se você deseja que o seu corpo seja nutrido com ingredientes saudáveis, observe a seguinte receita:

Ingredientes

  • O suco de ½ limão
  • 1 maçã verde
  • 1 pedaço de aipo
  • 3 folhas de espinafre
  • 1 cenoura pequena
  • 1 copo de água de coco (200 ml)

Preparação

  • Certifique-se de que todos os alimentos estão bem limpos. A primeira coisa que você deve fazer é espremer o suco de limão e depois cortar a maçã e o aipo em pedaços pequenos para facilitar a mistura.
  • Já no liquidificador, acrescente o restante dos ingredientes e tente obter um suco bem homogêneo.

Você pode tentar incluí-lo como um lanche no meio da manhã ou entre o almoço e o jantar. Claro, como já foi mencionado, você deve primeiro consultar um especialista em saúde.

Conheça alguns alimentos que te ajudam a regular a tireoide

2. Pratique exercício moderado

Cuidar da tireoide e da imunidade

Para cuidar da nossa imunidade e da saúde da tireoide é recomendável praticar um exercício moderado, que não canse muito, mas que se transforme em um hábito. Algo muito simples como caminhar meia hora por dia pode fazer muito por nossa saúde geral.

Se necessário, você pode consultar um médico ou até mesmo usar um personal trainer. A prática de certos tipos de exercícios, conforme afirmado neste estudo por uma equipe da Universidade Central do Equador, pode alterar a produção dos hormônios tiroxina e triiodotironina, algo problemático, principalmente se você sofre de hipertireoidismo.

Isso ocorre porque essa condição aumenta a fragilidade dos ossos, o que pode causar entorses, luxações ou quebras com maior facilidade. Da mesma forma, a ingestão de zinco é recomendada para aumentar o desempenho esportivo, uma vez que inibe os efeitos de redução do hormônio tireoidiano.

Recomendamos o seguinte artigo como leitura: Como fortalecer o sistema imunológico

3. Proteja-se dos agentes tóxicos cotidianos

Lavar-alimentos- imunidade

Sabemos que não é fácil nos protegermos da contaminação e de todos os agentes externos prejudiciais. Porém, existem dicas muito simples que podem nos ajudar no dia a dia. São as seguintes:

  • Se você vai praticar um exercício ou caminhar, evite fazer isso em regiões próximas a estradas ou núcleos muito urbanos. Escolha um parque ou a praia, por exemplo. Um cenário natural que permita respirar ar fresco.
  • Lave cada alimento que vai consumir.
  • Cuide para que os alimentos que consome sejam os mais naturais possível. Evite os pratos prontos ou processados e as bebidas açucaradas com muitos conservantes.
  • Tome consciência de todos os objetos cotidianos onde muitas bactérias se acumulam, como é o caso dos corrimãos, dos carrinhos de compra, dos banheiros… Quando tocar esses objetos, procure não levar as mãos à boca ou ao nariz. Cuide da sua imunidade.
  • Evite as mudanças bruscas de temperatura.

As emoções influenciam o sistema imunológico?

Bem-estar-emocional e imunidade

Além das orientações mencionadas acima, é importante saber que o sistema imunológico é muito sensível ao estresse. Na verdade, esta pesquisa de uma equipe da University of Kentucky (Estados Unidos) concluiu que, embora o eventual estresse possa ser benéfico para os humanos e a sua sobrevivência, ocorre o contrário quando se torna crônico.

No momento em que o estresse se estende ao longo do tempo e se torna habitual, a imunidade começa a sofrer.

Por esse motivo, algumas orientações recomendadas para lidar com momentos de estresse são estas:

  • Mantenha uma escala de prioridades no seu dia a dia. Use algumas horas para você mesmo, para seus hobbies, para pensar e descansar.
  • Aprenda a aproveitar o momento presente. Ontem não pode mais ser mudado e o futuro não existe, então valorize o que realmente importa: o presente.

Priorizar também significa saber o que não é importante em sua vida e o que o está prejudicando. Não tenha medo de dizer não, de deixar de lado o que você não gosta ou de rejeitar o que não quer. Isso o ajudará a ganhar saúde.

  • Rayman, M. P. (2012). Selenium and human health. The Lancet. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(11)61452-9
  • Nestle, F. O., Di Meglio, P., Qin, J. Z., & Nickoloff, B. J. (2009). Skin immune sentinels in health and disease. Nature Reviews Immunology. https://doi.org/10.1038/nri2622
  • Krassas, G. E., Poppe, K., & Glinoer, D. (2010). Thyroid function and human reproductive health. Endocrine Reviews. https://doi.org/10.1210/er.2009-0041
  • Brown, K., & Arthur, J. (2008). Selenium, selenoproteins and human health: a review. Public Health Nutrition. https://doi.org/10.1079/phn2001143
  • Pedreros, Nicolás. (2016).Beneficios del consumo de crucíferas en la salud humana. https://www.researchgate.net/publication/316273005_Beneficios_del_consumo_de_cruciferas_en_la_salud_humana_-_Benefits_of_Cruciferous_vegetables_consumption_on_human_health
  • Clínica Mayo. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/hypothyroidism/expert-answers/hypothyroidism-diet/faq-20058554
  • VV.AA. (2017). Efectos del deporte sobre la glándula tiroides. http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0864-03002017000300013
  • Biblioteca Nacional de Medicina de Estados Unidos. https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/000371.htm
  • Segerstrom, Suzanne., Miller, Gregory. (2004).Psychological Stress and the Human Immune System: A Meta-Analytic Study of 30 Years of Inquiry. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1361287/