4 óleos que ajudam a acalmar a sensibilidade dos dentes

05 Dezembro, 2019
A sensibilidade dentária é um problema que afeta inúmeras pessoas. Descubra como resolvê-lo de maneira rápida e fácil com alguns remédios à base de óleos vegetais.

A sensibilidade nos dentes é um problema bastante comum. É causada pela diminuição ou desgaste do esmalte que protege os nervos dos dentes, causando dor intensa ao ingerir bebidas quentes ou frias.

Mas o problema vai mais longe, porque também afeta as gengivas, tornando-as mais vermelhas e causando sangramento. Isso também pode ser causado ou agravado por alimentos e bebidas ácidas e doces, porque facilitam a proliferação de agentes bacterianos que causam sensibilidade, cárie e sangramento nas gengivas.

No mercado, existem diferentes produtos que garantem a diminuição da sensibilidade nos dentes. A maioria desses cremes possuem como ingrediente o nitrato de potássio e a arginina, que diminuem esse problema com grande eficiência.

No entanto, nem sempre ajudam a obter os resultados esperados e podem acabar afetando seu bolso devido ao seu alto custo. Por esse motivo, trazemos para você 5 óleos naturais para ajudar a diminuir a sensibilidade nos dentes.

1. Óleo de canela

Óleo de canela para aliviar a sensibilidade nos dentes

O primeiro remédio contra a sensibilidade nos dentes é o óleo de canela. Contém aldeído cinâmico e eugenol, dois agentes antivirais e analgésicos que ajudarão a controlar o desconforto da sensibilidade.

Para aproveitar seus benefícios, basta aplicar algumas gotas nos dentes. Você pode fazer isso com os próprios dedos, com um chumaço de algodão ou uma escova de dentes. Se o desconforto for intenso, aplique três vezes ao dia. Caso contrário, uma ou duas vezes serão suficientes.

Você encontrará óleo de canela em lojas de produtos naturais e precisará apenas de uma pequena quantidade. Quando for guardá-lo, lembre-se de mantê-lo em um local escuro para evitar a oxidação.

Quer saber mais? Então leia: Dicas para cuidar dos dentes contra infecções

2. Óleo da árvore do chá

O óleo da árvore do chá é conhecido por seus muitos usos em remédios para a saúde e cosméticos. Entre esses benefícios, podemos incluir a capacidade de reduzir a sensibilidade dentária, graças às propriedades de seus ingredientes: terpineno, cineol e pineno.

Esses ingredientes combatem as bactérias que causam dor e a diminuem em poucos minutos. Você pode usar o óleo da árvore do chá como enxaguante bucal. Você só precisa de:

Ingredientes

  • 1 copo de água morna (250 ml)
  • 3 gotas de óleo da árvore do chá

Preparação

  • Primeiramente, dilua o óleo em água morna.
  • Logo depois, escove os dentes como de costume.
  • Após remover a pasta, enxágue.
  • Aplique o óleo da árvore do chá com uma bola de algodão ou com os dedos.

3. Óleo de tomilho

Tomilho

Os componentes do tomilho incluem flavonoides e paracimeno. Ambos os ingredientes ajudam a controlar a sensibilidade dentária, pois agem como agentes antissépticos. Além disso, este óleo também é rico em vitamina C e cálcio, ajudando a fortalecer os dentes e melhorar a saúde.

Ingredientes

  • 1 copo com água fria (250 ml)
  • 5 gotas de óleo de tomilho

Preparação

  • Em primeiro lugar, escove os dentes normalmente.
  • Logo depois, remova a pasta dental e use a mistura para enxaguar os dentes.
  • Tente não comer nada por uma hora.

Você pode estar interessado: 5 remédios para aliviar a dor de dentes

4. Óleo de manjericão

O manjericão possui infinitos usos culinários. Seu aroma agradável faz com que seja uma planta muito usada dentro das nossas casas. Além disso, essa erva possui componentes como o estragol e eugenol, que atuam como anti-inflamatórios naturais.

Essa propriedade diminui a sensibilidade porque relaxa os nervos dentários. Coloque algumas gotas em um algodão e aplique nos dentes com movimentos circulares.

Não se resigne à sensibilidade nos dentes

Depois que a sensibilidade dentária aparece, muitas pessoas pensam que devem se conformar. No entanto, para notar a melhora em seus dentes e gengivas, você deve ser constante e disciplinado com esses tratamentos. Mas certamente notará a melhora em um tempo muito curto.

Escolha aquele que melhor se adapte ao seu gosto e orçamento e pare de sofrer com dores desnecessárias. Comece a desfrutar de todas as suas bebidas e refeições favoritas compartilhadas com seus amigos e familiares sem se preocupar com dores desconfortáveis.

Então, as dicas foram úteis pra você? Sendo assim, continue conosco porque mais artigos que certamente vão te interessar.

  • Addy M, Mostafa P, Absi EG, Adams D. Cervical dentine hypersensivity: etiology and management with particular reference to dentifrices. Proccedings of Symposium on hipersensitive dentine: Origin and management: Ed Rowe NH. University of Michigan 1985:43-64.
  • Dowell P, Addy M. Dentine hypersensivity: A review, etiology, symptoms and theories of pain production. J Clin Periodontol 1983;10: 341-50.
  • Graf H, Galasse R. Morbidity, prevalence and intraoral distribution of hipersensitive teeth. J Dent
    Res 1977;56:A 162.
  • Tobar, A., Soto, I., Da Venezia, C., Contreras, J., Morales, A., Carvajal, P., & Hernández-Ríos, P. (2017). Eficacia de la Arginina al 8% y Nitrato Potásico al 5% en el tratamiento de la hipersensibilidad dentinaria. Ensayo clínico aleatorio. Rev. Clin. Periodoncia Implantol. Rehabil. Oral, 10(2), 121. https://doi.org/10.4067/S0719-01072017000200121
  • Tortolini P. (2003). Sensibilidad sentaria. Avances en Odontoestomatología (Vol. 19). [publisher not identified]. Retrieved from http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s0213-12852003000500004
  • José, M. L. J. (2000). Antimicrobianos naturales. Medicina Naturista, 2(1), 104–108.