4 fatores a levar em conta para um treinamento na praia

6 de outubro de 2019
O exercício físico é uma atividade revitalizante, ainda mais se for realizado na praia. No entanto, é bom considerar alguns fatores de forma que o treinamento na praia produza os resultados esperados.

O treinamento na praia é uma atividade com grandes contribuições para o organismo; sua prática contribui para o bom estado físico, social e psicológico do indivíduo. Há muitas maneiras de realizá-lo.

O treinamento físico e a praia 

Muitas pessoas estão imersas no mundo do exercício e do treinamento físico. Isso leva à prática incessante, não importa onde estejam. E não são apenas os indivíduos que vivem nas cidades costeiras que utilizam a praia, mas também os atletas.

A praia é uma excelente área para realizar rotinas de treinamento, especialmente aquelas voltadas para a força e resistência. No entanto, existem fatores que podem influenciar no desempenho físico, seja para benefício ou prejuízo, como:

  • A superfície. Nesse caso, a areia se torna um grande obstáculo, pois, quando treinamos na praia tendemos a nos sentir mais pesados ​​e, portanto, é mais complexo realizar qualquer esforço físico.
  • Ar limpo. Uma verdadeira vantagem de fazer um treinamento na praia é o acompanhamento de um ar mais puro e limpo. Além disso, o som das ondas quebrando na praia pode relaxar muito o organismo.
  • Sol. Pode desempenhar um papel positivo ou negativo. Portanto, é um fator a ser levado em conta, sem exceção. Para tirar proveito disso é necessário aplicar proteção solar suficiente sobre a pele. Além disso, é essencial escolher as horas da manhã, ou quando o sol está se pondo no horizonte.

Veja também: Quer reduzir centímetros de sua cintura? Não deixe de praticar esses exercícios

Fatores a se levar em conta em um treinamento na praia 

Homem na praia

Embora os três fatores mencionados acima devam ser levados em conta, existem outros tipos de aspectos diretamente envolvidos em um treinamento. Estes devem ser conhecidos para alcançar bons resultados.

A praia pode se apresentar como um ambiente hostil, especialmente se você não estiver acostumado a isso. Por esta razão, é um ambiente que deve ser tratado com calma. A seguir lhe mostraremos os fatores que você deve levar em conta para treinar na praia.

1. Avaliar o terreno 

Sem dúvida, a superfície é um dos fatores mais marcantes de um treino na praia. Especialmente quando se trata de uma pessoa mal, ou nada acostumada. A transição de um terreno como o asfalto ou a terra para a areia do mar pode ser brusca, por isso uma avaliação deve ser feita progressivamente.

Por outro lado, é necessário prestar muita atenção ao choque ou instabilidade nas articulações inferiores. Ou seja, os tornozelos ou joelhos.

2. Começar na areia molhada 

Praia

Em uma superfície como a da praia, o mais recomendado quando se trata de treinamento, é começar na beira da praia, exatamente onde está a areia molhada. Este conselho aplica-se àqueles que o farão pela primeira vez.

A areia molhada lembra a terra, pelo menos a da praia. Portanto, a mudança não será tão brusca, se você está acostumado com a terra. Para maximizar os resultados do treino é muito bom intercalar as superfícies da areia, isto é, trocar entre a superfície molhada e a seca.

3. Umidade 

Quando você treina na praia, o nível do mar desempenha um papel fundamental. Além do calor, a umidade tem um grande impacto na fisiologia do organismo. Este fator tende a aumentar nas cidades costeiras localizadas acima do nível do mar.

Nestes casos, o organismo apresenta dificuldades na regulação da temperatura corporal através da sudorese. Levando isso em conta, recomenda-se uma aclimatação prévia para evitar um desmaio devido ao calor, tontura, desidratação e lesões.

Leia também este artigo: Quer reduzir centímetros de sua cintura? Não deixe de praticar esses exercícios

4. Vestuário apropriado 

Mulher com musculos

Por último, nos referimos às roupas, que devem ser frescas e soltas. Para treinar na praia é melhor optar por um calçado muito leve.

Estar descalço facilita o treinamento, desde que os pés se adaptem à superfície de maneira gradual. Nós também devemos hidratar bem os pés após o exercício, com um creme umectante.

Você já tem as chaves para o seu treinamento na praia. Desfrute de exercícios ao ar livre, e melhore a sua saúde a cada dia.

  • Binnie, M. J., Dawson, B., Pinnington, H., Landers, G., & Peeling, P. (2014). Sand training: A review of current research and practical applications. Journal of Sports Sciences. https://doi.org/10.1080/02640414.2013.805239
  • Miyama, M., & Nosaka, K. (2004). Influence of surface on muscle damage and soreness induced by consecutive drop jumps. Journal of Strength and Conditioning Research. https://doi.org/10.1519/R-13353.1
  • Pinnington, H. C., & Dawson, B. (2001). The energy cost of running on grass compared to soft dry beach sand. Journal of Science and Medicine in Sport. https://doi.org/10.1016/S1440-2440(01)80051-7