4 exercícios básicos para prevenir a escoliose

Esta condição geralmente tem um bom prognóstico na maioria dos casos, e a melhora tem muito a ver com o tempo de detecção e tratamento aplicado. Quanto mais cedo for detectada e tratada, melhor.
4 exercícios básicos para prevenir a escoliose

Última atualização: 05 Março, 2021

Existem alguns exercícios que podem ajudar a prevenir ou melhorar o desconforto da escoliose e que podem ser combinados com órteses ou cirurgias, conforme o caso, para melhorar a qualidade de vida do paciente. Isso ocorre porque sua execução pode melhorar e alinhar a coluna vertebral, a caixa torácica, os ombros e a pelve para, assim, ter uma postura adequada.

O que é a escoliose?

Mulher com escoliose

A escoliose é uma alteração da coluna vertebral que é observada como uma curvatura lateral na mesma. A maioria da população tem uma curvatura menor ou igual a 5%, o que não é considerado patológico. Para que o caso seja considerado objeto de análise, o desvio tem que ultrapassar esse número.

Segundo estudo realizado pelo Hospital Universitário Quirón, a escoliose é a deformidade do esqueleto axial no plano ântero-posterior. Inclui deformidade tridimensional com rotação vertebral e pode ser acompanhada por alterações no plano sagital. Para ser considerada escoliose, deve ter mais de dez graus de angulação.

Desta forma, existem vários graus de escoliose que impedem de levar uma vida normal (com algumas orientações a seguir) ou ter de realizar uma operação. No entanto, podem ser encontradas maneiras de neutralizá-la ou aliviá-la.

A escoliose costuma ser notada na infância, conforme ilustra esse estudo realizado pelo Hospital Roberto del Río, mas também pode ocorrer na idade adulta.

Causas

Vários estudos médicos consideraram algumas das causas da origem da escoliose, que podem ser: alterações no crescimento, alterações discais, alterações do sistema nervoso central, anomalias no tecido conjuntivo e desequilíbrios musculares, para citar alguns.

Atualmente, as causas exatas são desconhecidas, mas ainda acredita-se que possa ocorrer por várias causas, incluindo as já citadas, e outros motivos genéticos, posição pélvica irregular, cirurgias de coluna, joelhos ou pés mal posicionados, entre outros.

Dicas úteis para prevenir a escoliose

Se você tem escoliose precisa ter atenção com seu corpo, principalmente à posição da coluna vertebral. Dessa forma, a postura pode ser corrigida durante as atividades da vida diária. Aqui estão algumas dicas importantes para complementar:

  • Praticar natação: é um esporte recomendado para prevenir e tratar essa condição.
  • Mindfulness: essa prática milenar se mostrou fundamental na redução da dor.
  • Cuidar da postura nas atividades do dia a dia: ao sentar-se, ao ficar em pé, ao pegar algo, etc.
  • Prestar especial atenção ao praticar atividade física e esportes.
  • Diminuir o estresse em geral.
  • Fazer exercícios regularmente, seja de alongamento ou fortalecimento dos músculos.

Exercícios para prevenir a escoliose

Antes de começar a realizar os exercícios para corrigir ou prevenir a escoliose, você deve levar em conta que, dependendo do tipo de desvio da coluna, será necessário um tratamento especializado para corrigir o problema.

Esses exercícios são especialmente indicados para tratar a escoliose antes do final do período de crescimento da criança. No entanto, em adultos, também podem melhorar. O objetivo será realizar o treinamento 3 vezes por semana. A duração dos exercícios será de 20 minutos e podem ser feitos em casa.

1. Inclinação pélvica

Inclinação pélvica

Um dos melhores exercícios para pessoas que sofrem de escoliose é a inclinação pélvica. Para realizá-lo, você deve deitar no chão de costas e dobrar os joelhos. Os braços devem estar relaxados nas laterais.

Você deve trazer a pressão ou força para a área abdominal para liberar a tensão da região lombar. Em seguida, levante a área pélvica com um movimento natural e quando as costas estiverem retas, pare por 5 segundos. Por fim, retorne à posição inicial.

2. Perna alinhada

Primeiramente, se apoie com as mãos e joelhos no chão. Mantenha os braços esticados e os joelhos num ângulo de 90º. Em seguida, erga a perna direita e o braço esquerdo ao mesmo tempo, lentamente, e volte à posição de repouso.

Depois, levante a perna esquerda e o braço direito ao mesmo tempo. Recomenda-se manter a perna e o braço levantados alinhados com a coluna por 10 segundos. Faça 12 repetições.

3. A prancha

Prancha

A prancha é um exercício que proporciona muitos benefícios para as costas e a postura. Pertence a um grupo de exercícios isométricos, por isso é necessário manter o músculo tenso em uma determinada posição.

Quando bem feita, os ombros, abdominais e, claro, as costas notam os resultados. Lembre-se de que seu corpo deve estar completamente reto e paralelo ao chão. Você não deve dobrar os joelhos e tome cuidado para não sobrecarregar as costas.

4. Posição do gato

Esse exercício para corrigir a escoliose é um dos mais simples de executar. Primeiramente, fique no chão de joelhos. Em seguida, coloque as palmas das mãos no chão e os braços esticados. Os joelhos devem tocar o chão e formar um ângulo de 90º.

Em seguida, arqueie as costas tentando colocar o estômago para dentro. Estique os quadris levemente para frente e incline o queixo em direção ao peito, puxando o ar. Por fim, olhe para cima, contraia as omoplatas. Você pode fazer 5 repetições.

Para finalizar, é fundamental lembrar que, caso as dores nas costas piorem, um médico especialista deve ser consultado. Isso é essencial.

Pode interessar a você...
Escoliose: um problema muito comum nas mulheres
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Escoliose: um problema muito comum nas mulheres

No caso das mulheres a escoliose pode ser ainda mais problemática e dolorosa por culpa da menopausa e da osteoporose. Saiba mais neste artigo.