Mejor con Salud
 

Conheça 3 sucos para nutrir e depurar o fígado

Além de controlar nossa alimentação e incluir alimentos que nos ajudem a depurar nosso fígado, é importante evitar hábitos como o consumo de tabaco e de álcool, assim como o sedentarismo.
Conheça 3 sucos para nutrir e depurar o fígado

O fígado é o órgão que tem mais responsabilidades no nosso organismo. Podemos visualizá-lo de uma forma muito gráfica: como um complexo laboratório que desempenha múltiplas funções. Por isso, manter hábitos que ajudam a nutrir e depurar o fígado são de extrema importância.

O fígado limpa o sangue, sintetiza enzimas e proteínas, armazena vitaminas e elimina toxinas e metais pesados que podem acabar nos adoecendo. São tantas as responsabilidades que tem, que requer um cuidado adequado da nossa parte para mantê-lo saudável.

Seria essencial que levássemos em conta tudo aquilo que colocamos em nosso prato todos os dias. Além disso, hábitos perigosos como fumar, manter uma vida sedentária e beber ou ainda tomar muitos medicamentos sem prescrição médica, podem trazer graves consequências para o fígado.

Em nosso espaço, convidamos a provar 3 excelentes batidas para nutrir e depurar o fígado. Qual você vai preparar hoje? Aproveite!

Sucos para nutrir e depurar o fígado

1. Suco de beterraba e limão

Suco de beterraba e limão para depurar o fígado

Por que é saudável para o meu fígado?

A beterraba é um dos melhores vegetais para favorecer o bom funcionamento do fígado. Graças a ela, conseguimos regular a pressão sanguínea e mineralizar nosso organismo devido aos seus múltiplos nutrientes.

Sua cor vermelha intensa revela seu alto nível de antioxidantes, elementos essenciais para recuperar a saúde do fígado.

O mesmo ocorre com o limão. Esta fruta nos ajuda a alcalinizar o organismo e, como você já sabe, um corpo mais alcalino é sinônimo de saúde. Graças à vitamina C e aos minerais que o limão contém, o fígado consegue filtrar melhor o sangue e eliminar toxinas.

Leia também: como limpar seu fígado para perder peso

Ingredientes

  • Uma beterraba
  • O suco de um limão
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • Limpe bem a beterraba cozida para, depois, cortá-la em vários pedaços para bater no liquidificador mais facilmente.
  • O passo seguinte também é muito fácil. Obtemos o suco do limão e o adicionamos no liquidificador junto com a beterraba e o copo de água. Bata por dois minutos para obter uma bebida homogênea e de cor atrativa, e beba pelas manhãs. Você vai adorar!

2. Suco de aipo, salsa e pepino

Suco de aipo, salsa e pepino para depurar o fígado

Por que é saudável para o meu fígado?

É possível que você não conheça este dado: consumir salsa é uma das melhores formas de limpar os rins e o fígado de maneira natural. Esta planta rica em vitaminas A e C, e minerais como o ferro e o magnésio, nos permite otimizar o funcionamento destes órgãos tão importantes.

De fato, toda verdura, planta ou fruta de “sabor amargo ou ácido” é boa para favorecer a saúde hepática. Por isso que verduras como as alcachofras ou as couves também são muito saudáveis.

O mesmo ocorre com o aipo. Se você é fã de aipo, vai gostar de saber que é um vegetal muito apropriado para fazer sucos. É rico em minerais e, sobretudo, diurético.

Dessa maneira, conseguiremos ficar bem hidratados e eliminar os elementos que nosso corpo não precisa.

Veja o que você deve fazer para preparar este suco para nutrir e depurar o fígado.

Descubra também: 5 receitas revitalizantes com aipo

Ingredientes

  • Uma colher de chá de salsa (5 g)
  • 1 ramo de aipo
  • 1 pepino
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • O primeiro passo é limpar bem todos os ingredientes. Uma vez prontos, como fizemos no caso anterior, os cortaremos em pedaços bem pequenos para bater no liquidificador mais facilmente.
  • Adicione o aipo, a salsa e o pepino junto com o copo de água no liquidificador. De imediato você obterá um suco verde muito saudável para o seu fígado.

Você se anima a provar hoje mesmo?

3. Suco de cenoura, maçã e rabanete

Depurar o fígado com suco de cenoura, maçã e rabanete

Por que é saudável para o meu fígado?

O rabanete é um desintoxicante natural capaz de aumentar o oxigênio no sangue e que, além disso, contém enzimas que ajudam a limpar o fígado. É um complemento natural muito adequado que você deve incluir frequentemente em suas saladas.

Nesta suco, vamos adicionar também uma maçã e uma cenoura. É uma combinação medicinal rica em minerais e vitaminas que ajudará às células hepáticas a se fortalecerem e a eliminar o excesso de gorduras e toxinas que dificultam a depuração do fígado.

A maçã nos interessa, principalmente, por sua capacidade de atuar contra o colesterol, e as cenouras por sua capacidade de nos fornecer energia e fortalecer nosso sistema imunológico. Então… Por que não provar esse suco para nutrir e depurar o fígado?

Ingredientes

  • 2 rabanetes
  • Uma maçã verde
  • Uma cenoura
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • Comece limpando bem os ingredientes. Como dado, não é necessário que você descasque a maçã, já que na sua casca se encontra a pectina, um poderoso bioelemento que ajudará a depurar o nosso fígado e também a cuidar do mesmo.
  • Corte cada ingrediente em pedacinhos e leve-os para o liquidificador com o copo de água para obter uma bebida homogênea. O sabor desse suco será levemente picante, mas asseguramos que vale a pena tomá-lo todas as manhã. Cairá muito bem!
Como preparar uma infusão de boldo para proteger o fígado

Como preparar uma infusão de boldo para proteger o fígado

A infusão de boldo é um conhecido remédio popular para o tratamento e prevenção de problemas hepáticos. Saiba como prepará-la!



  • Angulo, P. (2004). Enfermedad grasa del hígado y esteatohepatitis no alcohólica. Revista de Gastroenterología de México., 69 Suppl 3, 140–148. Disponible en: http://www.worldgastroenterology.org/UserFiles/file/guidelines/nafld-nash-spanish-2013.pdf
  • Fang Wang, Yang Xue, Jingyu Yang, Fang Lin, Ying Sun, Ting Li, Chunfu Wu, Hepatoprotective effect of apple polyphenols against concanavalin A-induced immunological liver injury in mice,
    Chemico-Biological Interactions, Volume 258, 2016, Pages 159-165, ISSN 0009-2797, https://doi.org/10.1016/j.cbi.2016.08.018. (http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0009279716303362)
  • Martín-Domínguez Verónica, González-Casas Rosario, Mendoza-Jiménez-Ridruejo Jorge, García-Buey Luisa, Moreno-Otero Ricardo. Pathogenesis, diagnosis and treatment of non-alcoholic fatty liver disease. Rev. esp. enferm. dig.  [Internet]. 2013  Ago [citado  2018  Oct  30] ;  105( 7 ): 409-420. Disponible en: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1130-01082013000700006&lng=es.  http://dx.doi.org/10.4321/S1130-01082013000700006.
  • Sánchez Hernández E., Fernández Seara J.. Hepatopatía alcohólica. Rev. esp. enferm. dig.  [Internet]. 2005  Jul [citado  2018  Oct  30] ;  97( 7 ): 530-530. Disponible en: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1130-01082005000700009&lng=es.
  • Shokouhsadat Hamedi and Masoud Honarvar*, “Beta vulgaris – A Mini-Review of Traditional Uses in Iran, Phyto-chemistry and Pharmacology”, Current Drug Discovery Technologies (2018) 15: 1. https://doi.org/10.2174/1570163815666180308142912
  • Bernstein DE., Nonalcoholic fatty liver disease: an expanding health care epicdemic. Clin Liver Dis, 2018.
  • Grala TM., Handley RR., Phyn CVC., Roche JR., Dalley DE., A quantitative case study assessment of changes to hepatic metabolism from nonlactating grazing dairy cows consuming a large proportion of their diet as fodder beet. J Dairy Sci, 2019. 192 (9): 8559-8570.