3 formas de diminuir a papada e tonificar o pescoço

· 11 de maio de 2015
A papada costuma aparecer a partir dos 30 anos, fruto de alterações hormonais. No entanto, com uma alimentação adequada e praticando uma série de exercícios diários, é possível diminuí-la.

A papada é o acúmulo de tecidos gordurosos embaixo do queixo, o que acaba por causar um problema estético muito incômodo.

Como qualquer outra região de gordura localizada no corpo, a papada afeta tanto homens quanto mulheres, principalmente na idade adulta.

Mas por que ela aparece? Essa gordura localizada costuma ser produto de problemas como obesidade e sobrepeso, além de hábitos ruins, tais como o sedentarismo, o consumo de cigarro e a má alimentação.

Também ocorre por fatores genéticos, causas hormonais e envelhecimento.

Até os 28 e os 30 anos de idade, nossos níveis hormonais de gordura são relativamente baixos em comparação com os anos posteriores.

Quando passamos dos 30 anos, e na medida que o tempo passa, os fatores hormonais de gordura vão mudando. Assim, ela aumenta em maior proporção, afetando a massa magra do corpo.

É dessa forma que começamos a notar mais os problemas de gordura localizada, não apenas na papada, mas também em regiões como o abdômen, as pernas, as costas, os glúteos, entre outros.

Como prevenir e diminuir a papada?

Como qualquer outra região do corpo onde há gordura localizada, a papada é uma área difícil de tratar. Isso porque requer um esforço especial para eliminar esse excesso de gordura.

Muitas pessoas que sofreram com sobrepeso e obesidade e que perderam muitos quilos graças às dietas e exercícios, às vezes, esquecem de trabalhar a área da papada

Isso faz com que o rosto não fique tão magro quanto o corpo. Então, o que fazer para prevenir e diminuir a papada?

Combater a retenção de líquidos

a papada

O consumo de álcool, açúcar e sal em excesso está relacionado com o desenvolvimento da incômoda papada.

Esses ingredientes aumentam o tecido gorduroso do corpo e também causam retenção de líquidos, fazendo com que o resto fique mais inchado.

Leia também: As 10 melhores frutas para combater a retenção de líquidos

É muito importante evitar a ingestão excessiva desses produtos e optar por aumentar o consumo de água para ter uma boa hidratação. Um organismo desidratado é mais propenso a reter líquidos do que outras substâncias nocivas.

Combater qualquer tipo de intolerância alimentar

Pessoas que sofrem de intolerâncias alimentares como, por exemplo, sensibilidade ao glúten e síndrome do intestino irritável, têm mais risco de desenvolver papada no futuro. A distensão é um problema que indica que algo não está bem com o sistema digestivo.

Segundo a Fundação Internacional para os Transtornos Gastrointestinais Funcionais, não está muito clara a causa da inflamação. Mas os gases no intestino parecem ter muito a ver com as intolerâncias.

Leia também: Vitamina de mamão, maçã e aveia para equilibrar o sistema digestivo

Exercícios para diminuir a papada

a papada

Além de considerar as recomendações anteriores, uma forma muito eficaz de diminuir a papada é com um plano de exercícios que ajude a tonificar e eliminar as gorduras ao redor do pescoço e embaixo do queixo.

Esses exercícios são ideais para não recorrermos a tratamentos extremos, como a cirurgia.

  • Para começar, mova a cabeça para um lado. Mantenha essa posição enquanto toca o palato com a ponta da língua. O exercício deve ser feito de 10 a 15 vezes para, depois, trocar de lado e repetir.
  • Deite de barriga para cima e relaxe os músculos do rosto. Em seguida, flexione a cabeça até que o queixo toque o peito. Faça uma série de 10 repetições e, com o passar do tempo, vá aumentando gradualmente até chegar a 50 repetições.
  • Para o último exercício dessa rotina, sente-se em uma cadeira e encoste as costas firmemente contra ela. Depois, vire a cabeça para trás, de modo que fique olhando para o teto. Mantendo essa posição, estique a cabeça para frente, como se quisesse dar um beijo no teto. Repita o exercício várias vezes e descanse.

Para conseguir bons resultados, é importante ser constante com a realização desses exercícios e ter muita paciência.

Os resultados não serão imediatos. Entretanto, com muita dedicação será possível chegar ao objetivo.

Quando a papada é muito grande, o melhor é procurar um especialista e outras alternativas, como a cirurgia, por exemplo.