Mejor con Salud
 

3 dietas depurativas e com baixo teor de gordura

As dietas depurativas são excessivamente restritivas e deficientes em nutrientes. Segui-las pode causar problemas de saúde a médio e longo prazo.
3 dietas depurativas e com baixo teor de gordura

Última atualização: 18 Dezembro, 2020

Assim, cada vez mais as pessoas estão interessadas em colocá-las em prática, especialmente depois de cometer algum tipo de excesso ou sentir certos sintomas, como inchaço abdominal, gases e sensação de peso.

Os cardápios propostos não devam ser mantidos por muito tempo. Seu consumo permite promover a eliminação de toxinas, reduzir a obstipação e melhorar as funções do metabolismo para perder peso mais facilmente.

No entanto, as evidências científicas sobre esse tipo de dieta são limitadas e questionáveis. Alguns deles podem acarretar certos riscos devido às restrições alimentares, conforme afirma um artigo publicado no Journal of Human Nutrition and Diabetics.

Você se atreve a experimentá-las? Nesta oportunidade, queremos compartilhar 3 tipos de dietas depurativas que podem ser implementadas como um suplemento para perder peso ou melhorar a saúde.

O que você deve saber antes de iniciar qualquer uma das dietas depurativas?

Para começar, as dietas depurativas expõem um programa de alimentação que possui vários objetivos. Primeiro, elas buscam limpar e depurar os órgãos excretores do corpo (fígado, rins e cólon) para aprimorar suas funções quando há muitas toxinas.

Sendo compostas de alimentos leves e fáceis de digerir, são ideais para regular o processo de digestão e reduzir a inflamação. Entre outras coisas, podem aumentar a resistência do corpo contra doenças e produzir uma sensação notável de bem-estar.

Esses modelos de alimentação não são projetados para serem aplicados por toda a vida, pois podem ser um pouco restritivos. O ideal é aplicá-los por no máximo 7 dias, apenas três ou quatro vezes por ano.

De qualquer forma, recomendamos procurar um especialista antes de iniciar uma dieta desse tipo. Os benefícios podem não superar os riscos e podem ter contraindicações para você.

Ressaltamos que os especialistas não costumam recomendar seu uso e que seu efeito na desintoxicação como tal é questionado.

Veja também: Como preparar um suco de aloe vera para depurar o fígado e queimar gordura

Alimentos proibidos em dietas depurativas

Alimentos proibidos em dietas depurativas

Muitos dos alimentos de consumo regular têm características que não são adequadas dentro das dietas depurativas. Embora nem todos sejam classificados como alimentos “prejudiciais”, alguns têm propriedades que podem dificultar o processo de depuração.

Os mais comuns são:

  • Carnes vermelhas.
  • Comidas rápidas.
  • Café e chocolate.
  • Produtos enlatados.
  • Refrigerantes e refrescos.
  • Salsichas ou carnes curadas.
  • Frituras ou salgadinhos.
  • Óleos e manteigas saturadas.
  • Alimentos processados ​​ou pré-fabricados.
  • Produtos de panificação industrial ou padaria.

A maior parte desses produtos é caracterizada por conter grandes quantidades de açúcar e gorduras trans em sua composição. Esses nutrientes são prejudiciais à saúde a médio e longo prazo, segundo um estudo publicado em 2015.

As 3 dietas depurativas e com baixo teor de gordura que você deve experimentar

O interesse pelas dietas depurativas cresceu tanto nos últimos anos que muitos planos alimentares foram projetados com suas características. É comum encontrar muitas alternativas, inclusive adaptadas a certas necessidades.

Abaixo, compilamos 3 modelos de dietas de baixo teor de gordura que, além de limpar o corpo, ajudam a reduzir o peso corporal. É claro que, uma vez finalizados os planos, após um máximo de sete dias, deve-se manter uma dieta balanceada.

Dieta depurativa de alcachofra

Dentro das dietas depurativas, a da alcachofra se destaca como uma das mais eficazes. Também melhora a digestão, promove a eliminação de líquidos e ajuda a reduzir quilos em pouco tempo. Mostramos como seguir essa dieta de forma eficaz:

  • Café da manhã: uma xícara de infusão de alcachofra com limão, salada de frutas e duas fatias de pão integral.
  • Meio da manhã: um copo de leite vegetal ou suco de laranja espremido na hora.
  • Almoço: um prato de arroz integral com alcachofras ou salada de alcachofra com tomate e aipo.
  • Lanche: um prato de frutas picadas e duas cápsulas de alcachofra (pode ser encontrado em farmácias ou lojas de ervas).
  • Jantar: alcachofra grelhada acompanhada de uma porção de peito de frango.

Nota: essa dieta não deve ser realizada por mais de três dias. Pode ser levada em consideração antes de adotar uma dieta balanceada para perder peso.

Recomendamos a leitura: Alcachofras recheadas com arroz: 3 maneiras de prepará-las

Dieta depurativa de aveia

A aveia é um dos cereais mais completos do ponto de vista nutricional. Sempre fez parte das dietas depurativas, pois sua contribuição em fibras e antioxidantes são fundamentais para facilitar a eliminação dos resíduos retidos no corpo. A dieta de aveia é a seguinte:

  • Café da manhã: três colheres de farinha de aveia com leite e quatro morangos.
  • Meio da manhã: um pedaço de fruta ou uma tigela de caldo de legumes.
  • Comida: três colheres de sopa de aveia com água ou leite; uma salada mista e uma porção de peito assado.
  • Lanche: suco de frutas ou infusão.
  • Jantar: três colheres de aveia com água ou leite, e uma salada com aspargos, azeite e uma pitada de sal.

Nota: o período para fazer essa dieta é de no máximo cinco dias. Os alimentos de cada refeição principal podem ser variados por alternativas semelhantes, mantendo o consumo de aveia.

Dieta depurativa de tomate

O tomate nas dietas depurativas com baixo teor de gordura

Por suas propriedades nutricionais, o tomate tem sido um dos ingredientes depurativos mais notáveis ​​do plano alimentar. Nesse caso, acaba por ser o protagonista de uma das dietas depurativas mais conhecidas do mundo.

  • Jejum: um copo de suco de tomate fresco.
  • Café da manhã: dois tomates cozidos temperados com orégano, azeite e sal.
  • Meio da manhã: um copo de suco de tomate fresco.
  • Almoço: um prato de salada de tomate com brotos de feijão e pimentões. Pode ser acompanhado com uma porção assada de peito de ave ou salmão.
  • Lanche: um copo de suco de tomate fresco.
  • Jantar: uma salada de tomate com alcachofras e pimentão e uma porção de peixe.
  • Antes de dormir: termine o dia com um copo de suco de tomate.

Nota: essa dieta deve ser feita apenas por três dias. Em caso de ansiedade, você pode adicionar ingredientes com baixo teor de gordura e calorias, como frutas ou grãos integrais.

Cuidado com dietas de limpeza

Apesar dos benefícios que prometem, esses tipos de dietas depurativas podem colocar sua saúde em risco. Portanto, se você ainda quiser realizá-las, recomendamos consultar primeiro um especialista.

As deficiências de nutrientes nesses planos alimentares podem afetar negativamente os processos metabólicos e hormonais do corpo, causando um efeito rebote subsequente. Por isso, queremos esclarecer que este artigo é meramente informativo e que nossa intenção não é que você coloque esse tipo de dieta em prática.

Dieta depurativa para o fígado

Dieta depurativa para o fígado

Assim como é importante incluir alimentos benéficos para o fígado, também devemos evitar aqueles que possam dificultar seu trabalho ou impedir suas funções depurativas. Siga essa dieta para cuidar dele.



  • Klein AV., Kiat H., Détox diets for toxin elimination and weight management: a critical review of the evidence. J Hum Nutr Diet, 2015. 28 (6): 675-86.
  • De Souza RJ., Mente A., Maroleanu A., Cozma AI., Ha V., et al., Intake of saturated and trans unsaturated fatty acids and risk of all cause mortality, cardiovascular disease, and type 2 diabetes: systematic review and meta analysis of observational studies. BMJ, 2015.