Os 15 melhores diuréticos naturais

6 de dezembro de 2018
A retenção de líquidos não é uma doença independente, mas sim um sintoma de outras condições que podem variar desde problemas circulatórios até o mau funcionamento da tireóide, transtornos cardíacos, renais ou hepáticos.

Caso o problema seja a retenção de líquidos ou inchaço, independentemente das medidas tomadas, os diuréticos a seguir são uma excelente opção para aqueles que também estão de dieta. Vença a batalha contra o inchaço, emagreça e elimine o que está retido inutilmente em seu corpo.

O que é retenção de líquidos?

A hidropisia ou edema é o acúmulo de líquidos nos tecidos. É uma problema que é o sintoma clínico de outras doenças, tais como renais, cardíacas ou digestivas. Concentra-se, principalmente, no abdômen, punhos e tornozelos; além disso, seu excesso pode causar transtornos em diversas funções corporais.

Diuréticos para reduzir o inchaço

O inchaço mais comum ocorre nos pés e nas pernas, chamado de edema; especialmente em gestantes ou mulheres com sobrepeso.

Não produz quaisquer sintomas ou dores, nem alterações na cor da pele. Ao pressionar a área afetada, é possível detectar as marcas características. As causas incluem distúrbios circulatórios, hepáticos, renais e cardíacos, disfunção da tireoide e deficiência de vitaminas.

Quer saber mais? Sintomas comuns da retenção de líquidos

Quais são os melhores diuréticos naturais?

Melancia

Possui grande quantidade de água, tornando-a um diurético natural; ademais contém licopenos, antioxidantes que previnem danos dos radicais livres no corpo.

Ainda, seus aminoácidos dilatam as veias, permitindo um melhor fluxo dos fluídos; arrastando, assim, os líquidos retidos nos tecidos. É também alcalinizante, desintoxicante e mineralizante. Bem como promove a saúde do intestino, o que ajuda a eliminar as toxinas do corpo.

Tomate

Possui 90% de água e vários antioxidantes (vitamina C, selênio, betacaroteno e licopeno). Evita danos dos radicais livres nas paredes dos vasos sanguíneos que causam inflamação e vazamento de fluídos.

Os tomates são diuréticos naturais

Pepino

Não só tem alto teor de água, como também é um diurético natural por excelência. Contém nitrogênio e silício, os quais ajudam os rins a eliminar o ácido úrico; reduzindo a retenção de líquidos no corpo.

Além disso, contém ácido ascórbico e ácido cafeico, que ajudam no efeito diurético; bem como potássio, que previne câimbras nas extremidades.

Suco de mirtilo

Pode-se consumir apenas a fruta em si, mas é melhor espremer o suco ou comprá-lo pronto. É muito eficaz no tratamento de infecções do trato urinário e é um diurético que não elimina o potássio no seu processo de remoção da água.

Além do mais, é um poderoso antibiótico que mantém a bexiga em boas condições. É excelente para os diabéticos.

Leia mais: Benefícios do mirtilo para a saúde

Cenoura

Este vegetal tem elevado teor de antioxidantes, vitaminas e minerais, sendo um dos diuréticos naturais mais recomendados.

Além disso, desintoxica o corpo, acelera o metabolismo, assim como atrasa problemas com a visão relacionados com a falta de lubrificação.

 

A cenoura é um diurético

Berinjela

Tem um alto teor de água e flavonoides, elimina os líquidos retidos no corpo e melhora a circulação. Aconselha-se beber sua água assim que fervida ou também consumi-la ralada para ajudar no emagrecimento. 

Alcachofra

Melhora a função renal, devido ao seu teor de flavonoides e ácido cafeico; além de minerais e vitaminas, que têm efeito diurético.

Bem como cinarina, que melhora o fluxo da bile, eliminando a retenção de líquidos.

Aipo

As sementes da planta aumentam a excreção do ácido úrico e aumentam a taxa de produção de urina, desintoxicando o corpo.

Ademais, contém elevado teor de sódio, porém compensado por seus altos níveis de potássio, que não são prejudiciais.

Uva

Contém muita água e potássio e é um poderoso diurético natural. Seus níveis de sódio são bastante baixos, sendo uma fruta ideal para eliminar as toxinas do corpo através da urina.

Uva entre os diuréticos naturais

Aspargo

Contém asparagina, um aminoácido que o torna um alimento de baixa caloria; além de ter grande poder diurético e tratar dores reumáticas, retenção de líquidos (pela síndrome pré-menstrual) e artrite.

Além disso, suas fibras são eficazes na limpeza do trato intestinal.

Alface

Atua como intensificador de sabor para saladas e seu elevado teor de água ajuda no processo mictório. Contém ferro e magnésio, dois minerais que ajudam a eliminar células adiposas.

Chá verde

Chá verde como diurético

É usado en muitas dietas de emagrecimento porque permite eliminar a gordura através da urina. Aconselha-se consumir não mais do que quatro xícaras por dia, pelo seu alto nível de cafeína.

Aveia

É um alimento ideal para o café da manhã, pelas suas propriedades energéticas e porque contém sílica, um composto que realça sua função de diurético natural.

Salsa

Suas propriedades diuréticas são bastante suaves, mas servem para limpar as toxinas dos rins. No entanto, é melhor consumi-la crua e bem picada.

Beterraba

Beterraba excelente diurético

Melhora as funções dos rins e do fígado; assim como contém ferro, que ajuda a limpar os depósitos de gorduras.

Imagens cortesia de Keirsten Marie, Richard Riley, Corey Burger, robinmcnicoll, tribp, Market Manager.

  • ALVES, M., CAMPOS, K., & BRACCIALLI, A. (2003). Efeito diurético e antihipertensivo do extrato aquoso de salsa (Petroselium sativum) em ratos SHR. III Simpósio Miguel R. Covian, 05-05.
  • Saigg, N. L., & Silva, M. C. (2009). Efeitos da utilização do chá verde na saúde humana. Universitas: Ciências da Saúde7(1), 69-89.
  • Lopes, G. A. D., Feliciano, L. M., Diniz, R. E. D. S., & Alves, M. J. Q. D. F. (2010). Plantas medicinais: indicação popular de uso no tratamento de hipertensão arterial sistêmica (HAS). Revista Ciência em Extensão, 143-155.