Você sofre de gota? Então conheça 8 alimentos que deve evitar em sua dieta

Se tivermos problemas de gota, devemos reduzir ao máximo o consumo de alimentos ricos em purinas, já que aumentam os níveis de ácido úrico, e devemos aumentar o consumo de alimentos com propriedades anti-inflamatórias.

A gota é uma das formas de artrite mais dolorosas, produzida pela acumulação de cristais microscópicos de ácido úrico no organismo.

Afeta com frequência as articulações, mas também acarreta efeitos negativos nos tecidos moles e nos rins.

Seu ataque típico costuma se manifestar pela noite, através de uma dor intensa e vermelhidão no dedo gordo do pé.

Também tende a afetar os joelhos, os tornozelos e outras partes do corpo que são suscetíveis à acumulação dessa substância.

Inclusive, estima-se que 20% dos pacientes com este problema desenvolvem dificuldades renais e cálculos.

Visto que ocorre uma reação inflamatória, é comum que se acompanhe com uma contínua sensação de dor, dificuldades de movimento e deterioração das áreas afetadas.

Sua causa exata não foi estabelecida, mas foi vinculado a:

  • Os fatores hereditários;
  • O consumo de álcool;
  • As mudanças sofridas por mulheres pós-menopáusicas.

Além disso, os maus hábitos alimentares e o sobrepeso também atuam como desencadeante de muitas de suas crises.

Devido a isto é primordial conhecer alguns alimentos que, por sua composição, podem piorar os sintomas.

Descubra-os!

1. Carnes vermelhas

Carnes vermelhas pioram a gota

O consumo excessivo de carnes vermelhas não só aumenta o risco de desenvolvermos gosta como também causa muitas complicações em pacientes diagnosticados com o problema.

  • Isto se deve ao fato de que concentram uma alta quantidade de purinas, além de componentes que aumentam os níveis de colesterol e o sobrepeso.
  • Seu consumo pode causar problemas nos processos inflamatórios do corpo, aumentando a retenção de ácido úrico e a dor.

Veja também: 6 Maneiras de reduzir o ácido úrico em casa

2. Mariscos

Os mariscos, conhecidos por muitos como “frutos do mar”, devem ser excluídos dos planos de alimentação dos pacientes com gota.

  • Infelizmente, ainda que muitos de seus compostos sejam saudáveis, contêm altos níveis de purinas, um tipo de substância que se decompõe no corpo como ácido úrico.
  • Isto quer dizer que, ao ingeri-los, podem aumentar os níveis desta substância e piorar a inflamação e a dor.

3. Cerveja

Evite beber cerveja se sofrer de gota

Apesar de não se poder negar que muitos dos componentes da cerveja são saudáveis para o organismo, no caso dos pacientes com este tipo de artrite é pouco conveniente.

Esta bebida aumenta os níveis de ácido úrico no corpo e, como se fosse pouco, interrompe os processos que se encarregam de eliminar este tipo de substâncias.

Além disso, seus compostos afetam de forma direta os processos inflamatórios das articulações, ao mesmo tempo aumentam a rigidez e a dificuldade de movimento.

4. Bebidas açucaradas

Os refrigerantes e bebidas açucaradas contêm xarope de milho e frutose, além de adoçantes artificiais que aumentam a produção de ácido úrico.

Seu consumo diário aumenta de forma considerável o risco de desenvolver transtornos metabólicos, além de doenças inflamatórias como a artrite e a gota.

De fato, o consumo de bebidas carbonatadas está vinculado ao aumento da tendência a problemas ósseos na idade adulta.

5. Peixe branco

Coma peixe se tiver gota

Enquanto que alguns tipos de peixe são favoráveis para o controle da inflamação e da dor, o peixe branco é prejudicial para os pacientes com acumulação de ácido úrico.

Este alimento contém entre 50 e 150 mg de purinas, as quais causam dificuldades no tratamento da gota.

Dentre os peixes cabe mencionar:

  • Bacalhau.
  • Robalo.
  • Badejo.
  • Dourado.
  • Merluza.

6. Legumes

Por seu conteúdo de purinas, os legumes devem ser ingeridos de forma moderada em casos de hiperuricemia grave ou gota.

Estes compostos químicos, presentes nas células de alguns alimentos de origem animal e vegetal, causam dificuldades no tratamento deste tipo de doença.

Porém, vale mencionar que a concentração de purinas nos legumes está muito abaixo da de outros alimentos como os extratos de carnes e as conservas de peixe.

7. Champignons

Evitar Champignons se tiver gota

Deliciosos, exóticos e pobres em calorias, os champignons são uma fonte de nutrientes que muitos gostam de adicionar em múltiplas receitas.

Porém, quem sofre desta doença deve limitar ao máximo seu consumo já que, ao ingeri-los, aumentam a concentração de cristais de ácido úrico nas articulações.

8. Fígado

Apesar de recomendado para superar as crises de anemia causadas pela deficiência de ferronão é a melhor opção alimentar os pacientes que sofrem contínuas crises de gota.

Tal e como acontece com outras fontes alimentares de origem animal, tem uma alta concentração de purinas que é prejudicial.

Evitar ao máximo os alimentos mencionados durante o tratamento da gota é determinante para minimizar e superar seus sintomas.

Em seu lugar, recomenda-se o consumo de alimentos com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e depurativas que contribuem, em grande medida, à eliminação desta substância.

Recomendados para você