Você foi infiel? Veja aqui como confessar

Tomar a decisão de confirmar que foi infiel a sua parceira pode ser libertador, mas é preciso ser cuidadoso com a forma como se comunica e os detalhes que são dados.

Não existe uma definição exata e única do que significa ser infiel. Cada pessoa pode interpretar de forma muito diferente. Além disso, uma mesma situação pode ser considerada para alguns como infidelidade e pra outros absolutamente não é. Isso está imerso em subjetividade, por isso as reações podem ser muito diferentes segundo a “vítima”.

Por este motivo, se torna muito difícil em ocasiões que alguém tome a iniciativa de contar a sua parceira que você foi infiel. Tem certeza de que desejam fazê-lo mas teme as consequências que podem recair na relação. E encontrar a forma e o momento adequado é uma responsabilidade muito forte. Mas não devem deixar tanto tempo passar na busca, porque o efeito pode ser muito pior.

Ser infiel ocasionalmente não é o mesmo que manter uma vida dupla. Portanto, primeiro é preciso deixar claro que tipo de aventura você vai contar. Se foi um fato isolado que foi cometido em um momento de fraqueza, mas que não pode ser escondido, é preciso tomar certas medidas para conseguir o menor efeito negativo possível. Pensar profundamente o bem e o mal que essa notícia causará no parceiro que foi traído.

Ser infiel: difícil confissão

Se a parte que foi infiel já decidiu que confessará, então há certos passos a seguir para fazê-lo da maneira mais cuidadosa possível. Não é uma garantia de perdão ou esquecimento, mas talvez sirva para aliviar o golpe.

  • Falar de imediato

Homem confessando que foi infiel

Conversar sobre o tema o quanto antes costuma ser um ponto fundamental. O mundo é um lenço, dizem as avós, e muito mais ainda as redes sociais. Portanto, é preciso ter o valor de expor a verdade, ainda que ela doa. É melhor isso do que a pessoa saber por outros ou por outro meio.

Veja também: 6 chaves para ser bem-sucedido como casal

  • Paciência e submissão

Se arme de toda a paciência de seu ser porque a reação talvez seja terrível. Pode surgir reclamações, insultos, choro e centenas de expressões emocionais a mais. Ter uma contrarreação pioraria as coisas e o que se procura com a confissão é recuperar a paz. Quase que há de se chegar ao ponto de agir de forma submissa e aceitar o que vier, sem obstáculos.

  • Verdade absoluta

Mulher triste porque seu parceiro foi infiel

Ser completamente honesto e não tentar desviar o disfarçar os acontecimentos. Com certeza haverá pedidos de detalhes e se for realmente necessário deverá responder. Utilizar mais mentiras ou se negar a seguir na conversa causará mais rejeição. O fato já está confessado, por isso ser sincero é o melhor. A confiança e a relação são postas em jogo, é momento de abrir o coração por completo.

  • Mostrar arrependimento

Demonstrar que reconhece o erro e fez uma análise do dano que causou ao outro e ao parceiro. Pedir perdão com o compromisso de não voltar a ter outro deslize deste tipo. Mas não faça da conversa um drama próprio e nem se mostre como vítima, pois isso só conseguirá enfurecer mais a pessoa que está ouvindo.

Te recomendamos ler: 4 sinais de um parceiro emocionalmente infiel

  • Tempo

Muler triste porque seu parceiro foi infiel

Dedique a este encontro o tempo e o respeito que ele verdadeiramente merece. Não é um trâmite qualquer, mas o que está em jogo é o futuro de vocês juntos. Esteja seguro, antes de iniciar o diálogo, de que não haverá interrupções e que você está dando ao momento a seriedade que ele requer. Desligue o celular e entregue sua atenção unicamente a cada olhar, palavra ou gesto de seu companheiro.

  • Dê ao outro seu espaço

Com certeza o outro precisa de algumas horas, dias ou quem sabe quanto tempo, sozinho. Isso lhe permite digerir a informação, acomodar suas emoções e pensar em como continuar. Ele merece que este espaço não seja intoxicado por nenhum fator. O infiel então esconde seu orgulho e se limita a esperar sem invasões privadas e nem pressões.

Claramente, é importante, esta época de entendimento e aceitação da infidelidade, que o culpado não haja como solteiro. Diante da rejeição de seu parceiro ou das discussões que surjam com a novidade, o infiel deve se limitar em esperar. Sempre e quando estiver entre suas prioridades continuar o relacionamento e recuperar a confiança.

Recomendados para você