Tratar a celulite com álcool de alecrim

· 9 de setembro de 2015
O problema afeta a maioria das mulheres desde a adolescência, e parece ser mais frequente nas pessoas de pele clara. Alguns homens também podem apresentar celulite e sobrepeso, mas é mais raro.

Celulite é uma palavra que provoca mal-estar em muitas mulheres, por causa do efeito estético desagradável que provoca. Em outras palavras, a celulite deixa a pele com uma aparência áspera.

Obesidade, sedentarismo, estresse, dietas inadequadas, predisposição genética e questões hormonais parecem ter bastante influência sobre o aparecimento da celulite.

Mas o excesso de gordura no corpo não é a única causa do problema, já que mulheres magras também tendem a apresentar os “furinhos” na pele, ainda que em menor quantidade.

As regiões do corpo em que a celulite aparece são, geralmente, glúteos, coxas, quadris, batata da perna, braços e barriga. Mas também podem aparecer nos seios, nas costas e até na nuca.

a celulite

Quais são as causas da celulite?

Como explicado acima, não existe uma única teoria que explique a causa da celulite. Alguns especialistas afirmam que o acúmulo de gordura faz as células incharem, pressionando os vasos sanguíneos e linfáticos, causando um inchaço, ou edema.

Para diminuir o edema, o organismo enviaria fibras de colágeno que se prendem à pele e a repuxam, causando as ondulações que percebemos como furinhos na superfície cutânea.

a celulite

Benefícios do alecrim

Muito usado em pratos salgados, o alecrim é uma erva versátil com propriedades estimulantes para o sistema nervoso, circulatório e linfático.

Leia também: Ervas aromáticas: o segredo da cozinha mediterrânea

Conheça alguns de seus benefícios:

  • É rico em vitaminas, como B6, B2, A e C. Também possui ferro, cálcio, magnésio e antioxidantes. Por tudo isso, é muito usado em cosméticos e tratamentos de beleza.
  • Digestivo, também auxilia o corpo na absorção da glicose do sangue.
  • Anti-inflamatório, pode ser usado para dores musculares e articulares, como no caso da tendinite.
  • Também é usado para combater a estafa mental, por fazer bem ao sistema nervoso.
  • Estimulante do sistema circulatório, pode ser usado para purificar o fígado.
a celulite

Como preparar álcool de alecrim em casa?

Antes de passarmos para você a receita do álcool de alecrim, é bom lembrar que seu uso deve ser apenas tópico, ou seja, o álcool de alecrim não deve ser ingerido nem aplicado sobre mucosas, como boca, olhos ou genitais.

Leia também: Os 8 melhores óleos naturais para tratar a celulite

Ingredientes

  • 1 punhado de alecrim fresco, com folhas e flores
  • 150 ml de álcool 70º
  • 1 frasco de vidro

Preparo

  • Coloque os ramos frescos de alecrim no frasco de vidro, em pedaços ou inteiros.
  • Cubra-os com o álcool 70°, que pode ser encontrado em farmácias.
  • Feche bem o frasco e deixe-o descansar em um lugar escuro e seco por, no mínimo, 15 dias.
    • Algumas pessoas gostam de um extrato mais forte, por isso, deixam as ervas descansarem 40 dias no álcool. Mas duas semanas já é um bom período.
  • Após esse tempo, use um pano limpo ou coador para filtrar o álcool de alecrim. Pronto, ele já pode ser usado.
a celulite

Como aplicar o álcool de alecrim sobre a pele

Antes de realizar esse tratamento, limpe e esfolie a pele afetada pela celulite. Aplique o álcool usando bolinhas de algodão.

Massageie a pele de baixo para cima, até a completa absorção do álcool de alecrim. Se estiver massageando as coxas, por exemplo, comece pelos joelhos e suba até os quadris.

Dedique uma atenção especial à parte posterior das pernas, bem abaixo das nádegas, pois nessa área, a celulite tende a ser muito intensa na maioria das mulheres.

Deixe o produto agir por cerca de dez minutos, enxágue bem com água fria e finalize o tratamento com um creme firmador.

Outras maneiras de combater a celulite

Como para vários outros problemas de saúde, a celulite pode ser combatida com a perda do excesso de peso, a prática regular de exercícios físicos e a adoção de uma dieta saudável.

Apesar das pessoas magras apresentarem celulite, por ser um problema relacionado à gordura corporal, seu acúmulo aumenta demais os sintomas. A obesidade pode agravar a celulite até provocar dor na região afetada.

  • Linder, K. A., & Malani, P. N. (2017). Cellulitis. JAMA – Journal of the American Medical Association. https://doi.org/10.1001/jama.2017.5205