Tratamentos para a acne

2 de fevereiro de 2020
Os tratamentos para acne devem ser realizados a partir do momento em que o problema é identificado. Portanto, é importante ir ao dermatologista aos primeiros sintomas desta doença. Saiba mais sobre isso.

Felizmente, hoje temos muitos tratamentos para a acne que são muito eficazes. Esta doença representa uma grande porcentagem das consultas dermatológicas. Esse percentual aumenta entre a população pediátrica e na atenção primária.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia estima que mais da metade da população convive com o problema depois dos 25 anos. Aliás, essa doença pode persistir após os 40 anos.

É uma doença que se desenvolve por diferentes fatores, por isso é considerada multifatorial. Atualmente, temos um amplo arsenal terapêutico eficaz para controlar cada um dos fatores envolvidos no desenvolvimento da acne.

No entanto, para conhecer a opção mais apropriada em nosso caso, é essencial saber como essa doença ocorre e quais são os gatilhos envolvidos. Além disso, como sugere a Academia Americana de Dermatologia, também devemos consultar o dermatologista.

De qualquer forma, queremos fazer uma breve revisão desta doença de pele e dos possíveis tratamentos que podem ser prescritos para combatê-la. Então, lembre-se deles e tire suas dúvidas com o profissional.

O que é a acne e por que ocorre?

Sendo uma doença tão comum entre a população em geral, certamente você já ouviu falar ou até sofreu com ela. A acne é um problema de pele que ocorre originalmente nos folículos pilosos. Os folículos capilares são a parte da pele onde os pelos do corpo crescem.

Durante esta doença, um tipo de tampão de gordura e células mortas são formados nesses folículos. Como resultado, formam-se comedões, cravos e espinhas, sendo esses os principais sintomas desse distúrbio de pele.

Todos esses sintomas da acne podem aparecer em diferentes partes do corpo. No entanto, as áreas mais frequentes são o rosto, as costas, peito e ombros.

Mulher com acne no rosto

Por outro lado, em relação às causas, comentamos que é um distúrbio multifatorial. Como existem muitos fatores envolvidos no seu desenvolvimento, foram estabelecidos quatro principais:

  • Um excesso de produção de gordura.
  • Alguma infecção bacteriana como a produzida por Propionibacterium acnes.
  • Obstrução dos folículos capilares por acúmulo de gordura e células mortas da pele.
  • Uma alta atividade hormonal, especialmente de andrógenos.

Além disso, existem outros fatores que favorecem o desenvolvimento desta doença e a agravam. Por exemplo, o estresse pode piorar essa condição, bem como certos medicamentos e dieta, como mostram os estudos.

Quando e como devemos procurar os tratamentos para a acne

Os tratamentos para a acne devem ser feitos assim que a doença for identificada. Portanto, ao observar as lesões, é melhor consultar o dermatologista para determinar a melhor opção em nosso caso antes que os sintomas mais graves apareçam.

Deve-se levar em consideração que cada tipo de lesão possui tratamento específico e, portanto, é essencial o diagnóstico do profissional. Aliás, podem ser necessários testes adicionais para determinar sua origem.

O tratamento geral visa reduzir a inflamação e prevenir o crescimento bacteriano. Portanto, o tratamento deve ser aplicado a toda a área afetada, não localmente nas lesões causadas. Vejamos a seguir, alguns dos tratamentos de acne mais utilizados.

Leia também: 6 remédios naturais para enfrentar a acne cística

Diferentes tratamentos para a acne

Dependendo da finalidade para a qual eles são usados, podemos classificar os tratamentos para a acne em:

Tratamentos para a acne para evitar cicatrizes

Tratamentos para a acne, com o objetivo de reduzir a descamação das células da pele

Entre os tratamentos mais utilizados, podemos citar os três seguintes:

  • Tretinoína: é um medicamento retinoide que consegue normalizar a obstrução do folículo. Possui também ação anti-inflamatória e preventiva para a formação das espinhas conhecidas.
  • Ácido salicílico: é menos eficaz que a tretinoína. Também tem efeitos anti-inflamatórios.
  • Adapaleno ou tazaroteno: são novos tratamentos com eficácia semelhante à tretinoína.

Quer saber mais? Então leia: O que é o ácido salicílico?

Medicamentos usados ​​para combater infecções bacterianas

A bactéria Propionibacterium acnes é bastante sensível a muitos antibióticos. Entre os medicamentos mais utilizados para esse fim, podemos citar os seguintes:

  • Peróxido de benzoílo, especialmente associado à eritromicina.
  • Clindamicina.
  • Antibióticos sistêmicos: como doxiciclina, minociclina ou cotrimoxazol.

Conclusão

Os tratamentos para a acne que temos hoje são muito variados. Entretanto, é fundamental que você consulte seu médico ou dermatologista de confiança, porque somente ele poderá determinar a melhor maneira de combater esta doença, dependendo do seu caso.

  • Haider, A., & Shaw, J. C. (2004). Treatment of acne vulgaris. Journal of the American Medical Association. https://doi.org/10.1001/jama.292.6.726
  • Pérez, J. M. P., & De Hoyos López, M. C. (2012). Acné. Pediatria Integral. https://doi.org/10.1016/s1761-2896(16)80894-8
  • Fox, L., Csongradi, C., Aucamp, M., Du Plessis, J., & Gerber, M. (2016). Treatment modalities for acne. Molecules. https://doi.org/10.3390/molecules21081063