10 tratamentos de beleza que podem regenerar o colágeno da pele

Hoje existem meios para regenerar o colágeno da pele e conseguir uma aparência mais jovem. No entanto, o mais importante para prolongar a juventude é ter um estilo de vida saudável.
10 tratamentos de beleza que podem regenerar o colágeno da pele

Última atualização: 20 janeiro, 2022

A regeneração do colágeno na pele é a obsessão de mais de um cosmetologista e de algumas pessoas. Não poderia ser de outra forma, se tivermos em conta que este é um componente fundamental para manter a elasticidade e a firmeza da pele.

O problema é que o corpo gradualmente deixa de produzir essa substância. Em outras palavras, seu processamento interno fica mais lento com a idade. É por isso que se tornou tão importante encontrar e implementar novas estratégias para regenerar o colágeno na pele.

Tratamentos para regenerar o colágeno na pele

O colágeno é uma proteína que cumpre o papel de dar estrutura e força aos ossos, pele e outros tecidos. A partir dos 20 anos começa a se perder, a uma taxa de 1% ao ano. O resultado é uma pele mais marcada pelos sinais de envelhecimento.

Atualmente existem vários tratamentos para regenerar o colágeno da pele. Os seguintes são os mais conhecidos.

1. Terapia de luz vermelha

A luz vermelha é um tipo de energia cuja faixa espectral está entre 620 a 700 nanômetros. Isso é considerado útil para facilitar a cicatrização, reparo e promoção do rejuvenescimento da pele. Atinge uma profundidade de 8 a 10 milímetros, permitindo que penetre na derme.

Um estudo realizado em 2013 descobriu que a terapia de luz vermelha regenera o colágeno na pele. Especificamente, ele restaura os fibroblastos, que são as células responsáveis pela produção dessa substância. Também é considerado útil para reverter a queda de cabelo.

2. Microagulhamento

Trata-se de um tratamento realizado com aparelho dotado de minúsculas agulhas. Ele se move sobre a pele e causa pequenos furos na camada superior. Ao criar essas feridas, o corpo aumenta a produção de colágeno para repará-las.

Uma pesquisa publicada na Plastic and Reconstructive Surgery indicou que aqueles que se submeteram a este tratamento mostraram um aumento acentuado de colágeno e elastina após 6 meses. Também foram reduzidas cicatrizes, rugas e estrias.

3. Peelings químicos e a laser

Existem muitos tipos de peelings, tanto químicos como a laser. Eles são usados para tratar vários problemas de pele, especialmente rugas e hiperpigmentação.

A maioria deles causa secura, vermelhidão e irritação. Enquanto o corpo trabalha para resolver esses distúrbios, ele também trabalha para regenerar o colágeno da pele.

Peeling químico para regenerar o colágeno da pele.
Os peelings esfregam a camada superficial da pele, tirando alguns milímetros de espessura da epiderme.

4. Microcorrentes

O tratamento com microcorrentes também é uma forma de regenerar o colágeno da pele. No entanto, uma advertência deve ser feita.

Isso funciona melhor na pele que está começando a mostrar sinais de envelhecimento. Ele aumenta o nível de colágeno e aumenta a flexibilidade da pele. Na pele madura não causam um efeito maior.

5. Injeções de plasma

As injeções de plasma rico em plaquetas promovem o crescimento e a regeneração celular. O método consiste em colocar as plaquetas em pontos específicos, como as pálpebras inferiores ou as rugas da boca.

A partir de então, as plaquetas atuam nessas áreas como se fossem feridas. Portanto, eles promovem seu reparo. Ao mesmo tempo, essas injeções são ricas em fatores de crescimento, que estimulam a reprodução dos fibroblastos.

6. Cremes e soros

Um grande número de cremes inclui colágeno como um de seus componentes. Os soros prometem a regeneração dessa substância. Eles podem ser confiáveis? A resposta é sim.

De modo geral, você deve combiná-lo com um protetor solar. Também com retinóides, uma vez que cancelam a colagenase, uma enzima que destrói o colágeno.

7. Suplementos de colágeno

Os suplementos de colágeno mostraram alguma eficácia. No entanto, não tanto quanto é frequentemente elogiado.

Dois aspectos devem ser levados em consideração. A primeira é que você deve adquirir suplementos certificados e de excelente qualidade. A segunda é que não se devem esperar resultados extraordinários.

8. Mesoterapia facial

É um tratamento no qual são aplicadas vitaminas, ácido hialurônico e outras substâncias com o objetivo de rejuvenescer e restaurar a pele. A aplicação é feita com agulha muito fina, de forma que não haja dor. Cada sessão dura 20 minutos.

9. Atividade física

Embora a atividade física não seja um tratamento de beleza como tal, ela ajuda a regenerar o colágeno da pele. O ato de suar aumenta a produção do hormônio do crescimento. Isso, por sua vez, estimula os fibroblastos a produzir mais colágeno.

Um estudo publicado na PloS ONE observou que o treinamento de força e o treinamento intervalado parecem ser os mais eficazes. A prática do Yoga também contribui, pois reduz o estresse.

10. Fios de sustentação

Na verdade, existem muitos outros tratamentos para regenerar o colágeno da pele. Mencionaremos mais um que não pode ficar de fora deste relatório.

É sobre os fios de sustentação. A técnica consiste na implantação de pequenos fios de polidioxanona (PDO) na pele. Promovem a produção natural de colágeno, ao mesmo tempo que criam tensão na pele para dar a sensação de que não há rugas.

Levantamento com fios tensores.
Os fios de sustentação são colocados com técnica cirúrgica, seguindo as linhas naturais do rosto.

O colágeno e sua regeneração

O colágeno dá origem a fibras que são fortes e flexíveis e estão presentes em muitas áreas do corpo, incluindo a pele. Essas fibras são tensas, mas com o passar dos anos, elas se entrelaçam e perdem elasticidade. O resultado são rugas.

Os fatores que mais afetam esse processo são a exposição ao sol, alimentação inadequada, falta de hidratação, consumo de tabaco e álcool e estresse. O normal é que por volta dos 35 anos o impacto começa a ser visto no rosto.

Estima-se que uma mulher terá perdido cerca de metade de todo o colágeno aos 50 anos. Os homens tendem a ter menos perdas. Isso leva a uma diminuição da espessura da derme.

Os tratamentos para regenerar o colágeno da pele têm vários graus de eficácia. No entanto, eles são aprimorados quando acompanhados por um estilo de vida saudável.

O envelhecimento, com tudo o que isso acarreta, é inevitável. Mas esse processo pode ser retardado se os hábitos corretos forem adotados.

This might interest you...
Óleo de tanaceto azul: usos para a beleza da pele
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Óleo de tanaceto azul: usos para a beleza da pele

O óleo de tanaceto azul é uma substância que vem ganhando muita popularidade, embora a ciência ainda não apoie todas as suas propriedades. Entenda!



  • Wunsch A, Matuschka K. A controlled trial to determine the efficacy of red and near-infrared light treatment in patient satisfaction, reduction of fine lines, wrinkles, skin roughness, and intradermal collagen density increase. Photomed Laser Surg. 2014 Feb;32(2):93-100. doi: 10.1089/pho.2013.3616. Epub 2013 Nov 28. PMID: 24286286; PMCID: PMC3926176.
  • Aust MC, Fernandes D, Kolokythas P, Kaplan HM, Vogt PM. Percutaneous collagen induction therapy: an alternative treatment for scars, wrinkles, and skin laxity. Plast Reconstr Surg. 2008 Apr;121(4):1421-1429. doi: 10.1097/01.prs.0000304612.72899.02. PMID: 18349665.
  • Sellami M, Dhahbi W, Hayes LD, Padulo J, Rhibi F, Djemail H, et al. (2017) Combined sprint and resistance training abrogates age differences in somatotropic hormones. PLoS ONE 12(8): e0183184. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0183184.
  • Schoenfeld, P. (2020). Colágeno: Rejuvenece tu piel, fortalece las articulaciones, y siéntete más joven gracias a la dieta que aumenta la producción y el consumo de colágeno. EDITORIAL SIRIO SA.