Tratamento de lesão subaguda de tecido mole

23 de março de 2020
Dentro da classificação dos chamados tecidos moles, estão os tendões, os ligamentos e os músculos. As lesões agudas mais frequentes são as entorses, as distensões e as contusões. Apesar disso, podem ocorrer lesões por abuso, como a tendinite e a bursite.

A lesão de tecido mole é aquela que ocorre nas partes moles do sistema musculoesquelético. Esse sistema é formado por tendões, ligamentos e músculos. O músculo é a unidade formada por um conjunto de fibras. Essas fibras são capazes de se encurtar, por contração, e se esticar devido à sua elasticidade.

Por outro lado, o tendão é a parte do músculo que serve de ligação entre o próprio músculo e o osso. Os tendões transmitem força para o osso a fim de produzir o movimento.

Os ligamentos têm uma estrutura similar à dos tendões. No entanto, sua função é unir e estabilizar os componentes que formam uma articulação. A lesão de tecido mole é classificada em duas categorias básicas. Estas são as lesões agudas e as lesões que ocorrem por abuso.

Lesões agudas

Gelo para lesão muscular

Esse tipo de lesão é causado por um traumatismo repentino, como uma queda, uma torção ou uma pancada. Nessa categoria, estão incluídas entorses, distensões e contusões.

Entorse

Uma entorse é um estiramento e/ou ruptura de um ligamento. As partes do corpo mais suscetíveis a sofrer entorses são os tornozelos, os joelhos e os pulsos.  De acordo com a gravidade, são classificadas em:

  • Grau 1 ou leve: ocorre um leve estiramento e uma leve lesão nas fibras do ligamento.
  • Grau 2 ou moderado: nesse grau, ocorre uma ruptura parcial do ligamento.
  • Grau 3 ou grave: existe uma ruptura total do ligamento causando instabilidade e fazendo com que a articulação não seja funcional.

Embora a intensidade varie, a dor dos hematomas, o inchaço e a inflamação são comuns nos três graus das entorses.

Distensão

Uma distensão é uma lesão do tecido mole que costuma ocorrer por uso excessivo, força ou estiramento. As distensões podem abranger desde um simples estirão até uma ruptura parcial ou completa na combinação de músculo e tendão. Os sintomas mais comuns de uma distensão são:

  • Espasmos musculares.
  • Cãibras.
  • Fraqueza muscular.
  • Inflamação.

Leia também: Remédios naturais para aliviar uma entorse de tornozelo

Contusão

Uma contusão ou um hematoma é resultado de uma força externa ou uma batida. A mudança de cor da pele ocorre devido à ruptura dos vasos sanguíneos, e pode chegar até mesmo a limitar a amplitude de movimento.

Tratamento de uma lesão aguda de tecido mole

O tratamento varia em função do tipo e da gravidade da lesão. Quando ocorre uma lesão aguda, o tratamento inicial aplicado é o que corresponde ao protocolo R.I.C.E, siglas que se referem a termos em inglês e que são traduzidos como: descanso, gelo, compressão e elevação.

O descanso da atividade que causou a lesão é fundamental, junto com a aplicação de gelo ou compressas frias durante 20 minutos várias vezes por dia. Além disso, para impedir que haja inflamação, aconselha-se fazer uma atadura elástica de compressão e, enquanto descansa, elevar a lesão acima do coração.

O tratamento das entorses leves é feito com R.I.C.E. As moderadas precisam de um período de imobilização, e as mais graves podem precisar de cirurgia para reparar a lesão.

Em relação às distensões, a recomendação é a mesma que para uma entorse: descanso, gelo, compressão e elevação. Isso deve ser seguido de exercícios simples para aliviar a dor e restabelecer a mobilidade.  A maioria das distensões leves respondem bem ao protocolo R.I.C.E.

Lesão de tecido mole por abuso

Tecido mole: locais comuns de tendinite

Esse tipo de lesão ocorre de forma gradual com o passar do tempo. Elas acabam aparecendo quando uma atividade física se repete com tanta frequência que o corpo não tem tempo suficiente para se curar. Dentro dessa categoria, a tendinite e a bursite são as lesões mais comuns dos tecidos moles.

Tendinite

Essa lesão de tecido mole é uma inflamação ou irritação do próprio tendão ou da sua cobertura. Normalmente, ocorre devido a uma série de esforços repetidos que se revelam agressivos para o tendão.  Os sintomas típicos da tendinite são inflamação e dor que piora com a atividade.

Você também pode se interessar: Alívio da tendinite com soluções naturais

Bursite

As bursas são pequenas bolsas gelatinosas que se localizam ao redor dos ombros, dos cotovelos, do quadril, dos joelhos e dos tornozelos. Contêm uma pequena quantidade de líquido e se localizam entre os ossos e os tecidos moles. Dessa forma, agem como almofadas reduzindo o atrito. A bursite é a inflamação da bursa e ocorre como consequência de pequenos esforços repetidos.

Tratamento das lesões por abuso

O tratamento da tendinite inclui descanso, medicamentos anti-inflamatórios e exercícios para melhorar a flexibilidade. Se a inflamação persistir, pode dar origem a um dano significativo do tendão, que pode exigir tratamento cirúrgico.

A bursite pode ser aliviada com a mudança de atividade e, se for necessário, o uso de medicamentos anti-inflamatórios. Se não melhorar, é possível que seja necessário eliminar o líquido da bursa.

  • Saavedra Lozano, J., Santos Sebastián, M., González, F., Hernández Sampelayo Matos, T., & Navarro Gómez, M. . (2011). Infecciones bacterianas de la piel y tejidos blandos. In Protocolos de la AEP: Protocolos de Infectología.

  • C.L Rodrígues Pérez, D.J. Fernández Gutiérrez, J.A. Ruiz Caballero, J.F. Jiménez Díaz, M. E. B. O. (2005). Tratamiento del esguince de tobillo. XIX JORNADAS CANARIAS DE TRAUMATOLOGIA Y CIRUGIA ORTOPEDICA. https://doi.org/10.1016/S0048-7120(04)73454-4

  • Parker, R. H. (2015). Bursitis. In Clinical Infectious Disease, Second Edition. https://doi.org/10.1017/CBO9781139855952.079