Melhor Com Saúde
 

Tratamento de microespuma para as varizes

Entre as várias alternativas que existem hoje, o tratamento das varizes com microespuma é um dos mais solicitados. Em que consiste? Quais são os seus riscos? Continue lendo para descobrir.

Tratamento de microespuma para as varizes

Última atualização: 05 Dezembro, 2020

Você conhece o tratamento de microespuma para as varizes? Lembremos que as veias varicosas, também chamadas de varizes, são um problema de saúde e estético. Elas se manifestam na forma de teias de aranhas azuis ou roxas, ou como um espessamento e escurecimento das veias.

Felizmente, existem vários tratamentos que permitem minimizá-las. Entre eles, encontramos a microespuma, que se popularizou pela sua simplicidade e bons resultados. Em que consiste? Como é executado? Descubra a seguir.

Varizes

As veias varicosas estão relacionadas à insuficiência venosa. Nas pernas, aparecem como veias inchadas, com protuberâncias nodosas e ondeadas, pouco atrativas à vista. No entanto, também pode haver obstrução das veias em outras áreas e órgãos, como o esôfago (varizes esofágicas) e o reto (hemorroidas).

A causa das varizes geralmente está ligada à insuficiência das válvulas ou fraqueza das paredes das veias. Isso é condicionado por fatores hereditários, bem como pela idade, hábitos e estilo de vida.

A boa notícia é que existem vários tipos de tratamento para neutralizar as causas e consequências das varizes. Isso vai desde mudanças na dieta e exercícios para minimizar as varizes até cirurgias, terapia a laser e outros procedimentos.

Neste caso, como já mencionamos, explicaremos em que consiste o tratamento das veias varicosas com microespuma. Além disso, detalhamos como é a sua recuperação e quais são seus possíveis riscos. Continue lendo!

Tratamentos para as varizes

Leia também: 8 regras a seguir se você quiser curar as varizes

Tratamento de microespuma para tratar varizes

Em particular, o tratamento das veias varicosas com microespuma consiste na injeção de uma substância nas veias afetadas. O objetivo é promover o endurecimento e a cicatrização das paredes internas das veias, a fim de restringir e redirecionar a circulação. Em seguida, as veias tratadas são reabsorvidas pelo tecido circundante, até desaparecerem.

A substância usada nesse procedimento, o polidocanol, também conhecido como Laureth-9, é um agente esclerosante. Isso aumenta a formação de coágulos e tecido cicatricial. Assim, diminui a dilatação das veias afetadas, que é o sinal mais visível das veias varicosas.

Deve-se notar que este tratamento não requer hospitalização ou anestesia. Ainda assim, deve ser feito por um profissional que deve seguir um protocolo específico.

Etapas do tratamento de microespuma

  1. Localização da veia a ser tratada por ultrassom com Doppler.
  2. Introdução do cateter.
  3. Injeção da microespuma pelo cateter. O processo é monitorado o tempo todo.
  4. Após a aplicação da microespuma, retira-se o cateter e coloca-se um curativo no local da punção.

Não deixe de ler: 5 hábitos saudáveis ​​para aliviar as varizes

Recuperação e riscos do tratamento

O tratamento das veias varicosas com microespuma é minimamente invasivo. Portanto, não é necessário um longo período de recuperação. Inclusive, a pessoa pode retomar as suas atividades diárias quase que imediatamente. No entanto, o médico deverá supervisionar a evolução do caso.

De qualquer maneira, várias sessões de tratamento podem ser necessárias para obter bons resultados. Isso será determinado pelo médico, bem como a quantidade da substância usada nas sessões.

É conveniente ter em mente que a aplicação desta técnica acarreta alguns riscos e possíveis efeitos colaterais. Vamos ver os mais relevantes a seguir.

  • Efeitos temporários: vermelhidão, hematomas, escurecimento, visibilidade dos vasos. Isso deve desaparecer com o tempo.
  • Efeitos colaterais que requerem atenção: se houver inflamação, sensação de calor ou reação alérgica, deve-se consultar o médico. Em casos mais graves, ocorrem pequenos coágulos que requerem drenagem.

Varizes nas pernas
Depois de tratar as veias varicosas com microespuma, a pessoa pode sentir vermelhidão e hematomas. Porém, o normal é que isso melhore em pouco tempo.

O que lembrar sobre o tratamento de microespuma?

Fazer o tratamento das varizes com microespuma significa uma melhora na qualidade de vida do paciente do ponto de vista estético. Também pode ajudar com outros sintomas relacionados a essa condição, como cãibras, dor e inchaço.

O procedimento é considerado pouco invasivo, mas deve ser feito por um profissional. Além disso, em caso de reações adversas, como inflamação ou alergia, é necessário buscar atendimento imediato para evitar complicações.

Exercícios para as varizes

Exercícios para as varizes

Os exercícios para as varizes são um complemento recomendado ao tratamento prescrito pelo médico. Saiba quais são os mais adequados.



  • Antani MR, Dattilo JB. Varicose Veins. [Updated 2020 Apr 28]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020 Jan-. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK470194/
  • Radhakrishnan N, Jayakrishnan R, Deepu G. Microfoam Sclerotherapy for Varicose Veins: a Retrospective Analysis of a Modified Technique. Indian J Surg. 2015;77(Suppl 3):816-821. doi:10.1007/s12262-013-1013-2
  • Worthington-Kirsch RL. Injection sclerotherapy. Semin Intervent Radiol. 2005;22(3):209-217. doi:10.1055/s-2005-921954
  • Barrett JM, Allen B, Ockelford A, Goldman MP. Microfoam ultrasound-guided sclerotherapy treatment for varicose veins in a subgroup with diameters at the junction of 10 mm or greater compared with a subgroup of less than 10 mm. Dermatol Surg. 2004;30(11):1386-1390. doi:10.1111/j.1524-4725.2004.30430.x
  • Tropper U, Ferrrari D, Torres D. Todo sobre las varices, 1era edición. Buenos Aires; Kier, 2007.