Transtorno narcisista da personalidade

14 de maio de 2019
As pessoas com transtorno narcisista da personalidade acreditam que são superiores aos demais e têm pouca empatia. Ao mesmo tempo, são pouco tolerantes às críticas e têm dificuldades de relacionamento.

O transtorno narcisista da personalidade é um problema mental que faz com que o indivíduo tenha um sentido exagerado de egocentrismo, afeição por si mesmo e escassa empatia para com os demais. Além disso, geralmente acha que merece um tratamento especial e tem uma necessidade extrema de ser o centro das atenções.

Com frequência, estas pessoas possuem carências no âmbito interpessoal, pois focam toda a sua atenção em si mesmos e não lhes importa o que possa acontecer aos demais. Aliás, somente aprovam a terceiras pessoas quando estas ratificam sua mania grandeza através de constantes elogios.

Entretanto, detrás de sua máscara de segurança, há uma autoestima frágil que pode ficar deteriorada com uma crítica insignificante. Devido a isso, tendem a cair com facilidade em estados depressivos, já que sentem infelicidade e decepção ao não estar ao nível de suas expectativas.

Por outro lado, não se sentem satisfeitos com suas relações, comparam-se constantemente e acreditam que ninguém está ao seu nível. Quais são as causas? Como identificá-lo?

A seguir contamos a você que fatores podem detonar esse problema e quais são os sinais para reconhecê-lo.

Causas do transtorno narcisista da personalidade

Como ocorre com outros transtornos de saúde mental, não há uma causa exata e específica para explicar o transtorno narcisista da personalidade. Entretanto, acredita-se que se desenvolve por uma combinação de fatores neurobiológicos, genéticos e ambientais.

De acordo com isso, uma pessoa possui mais risco de sofrer com esse problema quando:

  • Tem ou teve más relações familiares, seja por excesso de devoção ou por excesso de críticas.
  • Sofre alterações nas conexões cerebrais de conduta e de pensamento.
  • Algum de seus pais ou familiares mais próximos têm antecedentes desta doença.
  • É elogiado por sua aparência ou capacidades excepcionais.

Não deixe de ler: Como conviver com o transtorno de personalidade limítrofe

Sintomas do transtorno narcisista da personalidade

Os sinais que permitem identificar o transtorno narcisista da personalidade são muito variados, assim como também a gravidade como se apresentam. Com frequência, a pessoa que o sofre é muito vaidosa, exagera as suas capacidades e vê aos demais como inferiores.

Outros sintomas são:

  • São exageradamente prepotentes.
  • Sentem a constante necessidade de serem admirados ou elogiados.
  • Esperam um reconhecimento de superioridade apesar de que suas conquistas não o mereçam.
  • Exagera seus méritos e talentos.
  • Preocupa-se por fantasias sobre o êxito, o poder e o parceiro perfeito.
  • Sente-se superior aos demais, comparando-se constantemente.
  • Sente que somente pode relacionar-se com pessoas especiais, que estiverem à sua altura.
  • Monopolizam as conversas e desprezam os que consideram inferiores.
  • Espera favores especiais.
  • Aproveita-se dos outros para seu próprio benefício.
  • Falta de empatia.
  • Inveja os demais e acha que todos sentem inveja por ele.
  • Comporta-se de maneira arrogante ou prepotente.
  • Insiste em ter o melhor de tudo.
Homem com transtorno narcisista da personalidade

Aliás, uma pessoa com transtorno narcisista da personalidade tem pouca tolerância às críticas e tem dificuldade de enfrentar qualquer situação que seja contrária a ele. Portanto, também dá sinais, como por exemplo:

  • Impaciência e ira.
  • Dificuldades para ter relações sociais.
  • Desprezo e maltrato aos demais para dar a impressão de que são superiores.
  • Dificuldade para regular suas emoções e condutas.
  • Depressões por não alcançar a perfeição.
  • Sentimento de insegurança, vergonha e humilhação.
  • Incapacidade para manejar o estresse e para adaptar-se às mudanças.

Diagnóstico

O diagnóstico do transtorno narcisista da personalidade costuma ser complicado, porque muitos de seus sintomas são similares a de outros transtornos de personalidade. Aliás, é possível que se diagnostique mais de um transtorno de personalidade ao mesmo tempo.

Para poder confirmar esta enfermidade mental, o profissional da saúde considera os critérios do Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DMS-5). Além disso, também é feita uma exploração física e é realizada uma avaliação psicológica intensiva.

Confira ademais: Como conviver com uma pessoa que tem Transtorno de Personalidade Limítrofe (TLP)?

Tratamento para o transtorno narcisista da personalidade

O psicólogo ajudará a tratar o narcicismo

É muito difícil que uma pessoa com transtorno narcisista da personalidade aceite realizar um tratamento. Devido à sua conduta egocêntrica, no está acostumado a aceitar seus erros e defeitos. Assim, não vê a possibilidade (e necessidade para ele) de receber ajuda.

Mas, se chegar a receber um diagnóstico e decidir realizar terapia, o profissional de saúde mental aconselhará várias sessões de Terapia Cognitiva Comportamental. Seus objetivos são:

  • Ensinar a relacionar-se com os demais.
  • Compreender as causas dos comportamentos.
  • Ajudar a manter relações pessoais reais.
  • Fortalecer a capacidade de colaboração grupal.
  • Reconhecer e aceitar as capacidades reais para poder tolerar as críticas e fracassos.
  • Aumentar a capacidade para controlar os sentimentos.
  • Liberar o desejo de cumprir metas impossíveis de alcançar.
  • Melhorar a autoestima.
  • Controlar os momentos de estresse.

Medicamentos

Não existem medicamentos específicos para combater o transtorno narcisista da personalidade. Entretanto, é possível sugerir o uso de ansiolíticos ou antidepressivos para controlar os sintomas de ansiedade e depressão.

Finalmente, devemos mencionar que o problema pode piorar ou melhorar com os anos em função das suas causas e estilo de vida. Há muitas probabilidades de melhora se o paciente mantiver relações pessoais saudáveis e aceitar realizar o tratamento.

  • American Psychiatric Association. Narcissistic personality disorder. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders. 5th ed. Arlington, VA: American Psychiatric Publishing. 2013;669-672.
  • NIH.GOV (MEDLINEPLUS). “Trastorno de Personalidad Narcisista”.
  • López-Ibor Aliño, Juan J. & Valdés Miyar, Manuel (dir.) (2002). DSM-IV-TR. Manual diagnóstico y estadístico de los trastornos mentales. Texto revisado. Barcelona: Editorial Masson. ISBN 9788445810873.
  • Millon, Theodore & Davis, Roger D. Trastornos de la personalidad. Más allá del DSM-IV. Primera edición 1998. Reimpresiones 1999 (2), 2000, 2003, 2004. Barcelona: Editorial Masson. ISBN 9788445805183.
  • Grossman, Seth Millon, Carrie Meagher, Sarah,  Ramnath, Rowena. Trastornos de la personalidad en la vida moderna. Primera edición 2001, segunda edición 2006. Barcelona: Editorial Masson & Elsevier. ISBN 9788445815380.