Suas mãos revelam quanto você necessita comer

31 de maio de 2017
Assim como podemos medir os alimentos, como o arroz, com a palma das mãos, o certo é que podemos embasar todas as quantidades que consumimos com o tamanho das mesmas

Um dos pontos que se deve levar em conta no momento de adotar uma boa alimentação, é a quantidade de comida que se ingere ao longo do dia.

Ainda que a maioria das pessoas já esteja acostumada a dividir o que ingere em porções, há quem tem dificuldades para alimentar-se adequadamente.

E, mesmo os nutricionistas recomendando comer em pequenas quantidades um maior número de vezes ao dia, muitos continuam tomando más decisões acerca de suas dietas.

Felizmente, já não se faz falta investir dinheiro em balanças ou métodos rigorosos para calcular como deve ser o tamanho das porções de alimento que você deve consumir ao longo do dia.

A única coisa que você vai necessitar, de agora em diante para não se equivocar, será suas mãos.

Isso mesmo! Mesmo muitos ignorando esse fato até o momento, as mãos permitem que calculemos com precisão quanto devemos comer.

Como utilizar as mãos para medir as porções que necessitamos comer?

É provável que, em outras ocasiões, você conheceu curiosidades sobre as mãos, como por exemplo que elas podem revelar aspectos de sua personalidade ou alguns sinais de saúde.

Entretanto, o fato de elas também poderem medir a quantidade de cada grupo de alimentos, é menos conhecida.

Se você quiser saber como isso é possível, a seguir compartilharemos os detalhes para que conheça como fazer isso.

Quer conhecer mais? Leia: Alimentos para desintoxicar o fígado e melhorar a saúde

A “dieta das mãos”

Brócoli para comer

A dieta das mãos, como é conhecido o método para medir a quantidade de alimentos que devemos ingerir, foi publicada pela internet na página norte-americana Guard Your Health (Proteja sua Saúde).

Essa dieta se fez popular porque ela respeita o equilíbrio nutricional evitando as populares “dietas milagrosas”.

 Ela está embasada no fato que o sobrepeso deve-se ao excesso das porções necessárias para cada organismo, porções essas que podem ser medidas pelo tamanho de sua mão.

Sendo assim, por exemplo, as porções de carne não devem ser maiores do que a palma da mão e os carboidratos não devem sobrepor o diâmetro de sua mão fechada.

Esse método chamou a atenção dos nutricionistas e especialistas no tema, que consideram que é uma forma interessante de ajudar as pessoas a compreenderem que a alimentação é um assunto individual, de cada um.

Tamanho do punho fechado

O tamanho de um punho fechado deve ser empregado quando os alimentos têm alto teor de hidrato de carbono.

Alguns exemplos:

  • As massas.
  • O arroz.
  • A batata.
  • O pão.

Tamanho de uma mão

Frutos secos para comer

Está comprovado que a palma da mão mede a quantidade adequada de fruta que se deve consumir durante o dia.

Mesmo assim, o espaço que compreende a palma da mão, do punho até o começo dos dedos, serve como medida para os alimentos ricos em proteínas, como as lentilhas.

Tamanho de duas mãos juntas

As duas mãos juntas, em forma de concha, são ideais para medir porções de hortaliças.

Tamanho  dos dedos indicadores e médio juntos

Ao se medir o tamanho dos dedos indicadores e médio, juntos, pode-se escolher a porção correta de queijo.

Tamanho do dedo polegar

Porção de bolachas na mão

Essa quantidade é a que se recomenda tanto para as gorduras como para os açúcares.

É primordial levar em consideração que se trata de um grupo de alimentos que se deve ingerir com moderação durante todo o dia.

Veja também: 4 bebidas para depurar açúcares e outros alimentos refinados de seu corpo

Outras recomendações para evitar o excesso de comida

Ainda que o truque de medir com as mãos seja útil para racionar os alimentos, é preciso saber que é necessário atender outras recomendações.

Portanto, além do dito antes, é bom:

  • Evitar o consumo de batatas fritas, bolachas recheadas e alimentos processados.
  • Ler a composição calórica nas etiquetas dos produtos e levá-las em consideração na hora de ingeri-los.
  • Moderar no consumo de doce, já que esse tende a ser viciante.
  • Escolher pratos pequenos no momento de servir a comida e dividir o que se come em quatro ou cinco porções ao longo do dia.
  • Evitar comer com distrações como, por exemplo, em frente à televisão, o computador ou o celular, entre outros.
  • Dispor de uns 20 minutos para consumir cada refeição, em um lugar tranquilo, longe de ruídos.
  • Agregar mais verduras em cada refeição principal, de tal modo que a metade do prato seja  composta por elas.
  • Fazer exercícios com moderação.
  • Aumentar o consumo de água e bebidas com baixo teor de calorias.

Como você acabou de notar, são muitas coisas que pode levar em consideração para moderar nos alimentos consome durante o dia.

Claro que no início não será fácil pô-las em prática, mas com o passar dos dias seu corpo irá se acostumar.

Que tal começar hoje?

Recomendados para você