As melhores técnicas contra a ansiedade

· 3 de maio de 2018
O exercício físico é uma das melhores alternativas para minimizar a ansiedade e descarregar tensões, ao mesmo tempo em que favorece a produção de serotonina.

Milhões de pessoas em todo o mudo são afetadas por este mecanismo de defesa que antecipa o possível perigo e que nos faz agir de maneira diferente.

É fundamental tratá-lo de forma profissional e também através de técnicas contra a ansiedade. Neste artigo oferecemos algumas das mais eficazes.

Conselhos para diminuir a ansiedade

Como primeira medida, é fundamental aceitar os sintomas e se familiarizar com eles. Isso não é tão simples, mas muito importante.

Analise sua ansiedade. Em que momento ela surge? Quando ocorre com maior intensidade? De que maneira ela aparece?

Quando se sentir ansioso e pensar que este problema está dominando você, recomendamos que realize as seguintes técnicas:

1. Não vá contra a corrente

Mulher cegada pela ansiedade

Aceite e reconheça sua ansiedade. Não serve de nada lutar contra os sintomas. Você tem que enfrentá-la. Não minha para si mesmo e nem tente esconder a verdade.

Tenha confiança de que você vai se sentir melhor em breve.

2. Aprenda sobre a sua condição

É importante saber que a ansiedade se apresenta de forma inesperada e, ainda que não exista um perigo real, interpretamos a situação de maneira errada.

Dentre os sintomas mais frequentes podemos encontrar:

  • Incapacidade para controlar o medo ou a incerteza;
  • Sudoração excessiva;
  • Respiração e batimentos acelerados;
  • Dor de cabeça;
  • Ressecamento na boca;

3. Procure ficar confortável

Respirar profundo é uma das técnicas contra a ansiedade

Pense no quadro da ansiedade como se fosse uma tempestade. A primeira coisa que fazemos nessa situação é tentar nos abrigar para não nos molharmos. Nesse caso acontece o mesmo.

  • Quando seus níveis de ansiedade estiverem muito altos, deixe tudo o que estiver fazendo, deite ou levante de onde está sentado, tire os sapatos e faça o possível para ficar confortável.
  • Você pode fechar os olhos e regular a respiração para que o corpo compreenda que não existe nenhum perigo.

4. Pratique exercício

Segundo um estudo realizado em 2013, a atividade física tem efeitos positivos sobre a ansiedade e os problemas emocionais.

O exercício permite diminuir a ansiedade e descarregar as tensões que nos levam a seus sintomas principais.

Procure algo para fazer que implique em movimento: caminhar, nadar, andar de bicicleta ou fazer boxe. São alternativas muito mais saudáveis aos ansiolíticos.

5. Tenha pensamentos realistas

Mulher lidando contra a ansiedade sozinha

O que lhe causa ansiedade? Quais são os pensamentos que a provocam? Se você mantém uma atitude positiva e se concentra nas ideias boas, pouco a pouco a ansiedade vai sendo aplacada.

Tente enxergar cada situação de um ângulo diferente e sentirá menos estresse.

Ao nos basearmos nos pensamentos realistas nos damos conta de que a vida não é uma prova e nem uma apresentação onde seremos julgados por nossos atos.

Olhe para as coisas por um ângulo “amável” ou com o “copo meio cheio”. Deixe os pensamentos que o angustiam e limitam você.

6. Faça aquilo que faz com que você se sinta bem

Se você não gostar de fazer exercício, não tem problema, já que existem centenas de atividades que podem reduzir sua ansiedade.

Por exemplo, você pode ver uma novela, assistir um filme de desenhos animados, tomar um chá, jogar com seus filhos, planejar uma viagem, ouvir música ou tomar um banho de imersão.

Qualquer coisa que sirva para distrair é bem vinda.

7. Não tire conclusões precipitadas

Mulher não conseguindo lidar contra a ansiedade

As pessoas altamente ansiosas costumam tirar conclusões se baseando em poucos dados e informações. Por exemplo, ao olhar as expressões faciais das outras pessoas.

Estas deduções podem estar relacionadas às suas experiências prévias.

Ou seja, se está sofrendo de ansiedade é mais provável que se apresse e tire conclusões nem sempre corretas. O melhor é esperar e analisar bem a situação antes de dar um veredito.

8. Respire

Quando o ar entra lentamente pelo nariz e se mantém por alguns segundos nos pulmões, antes de sair com muita pausa, o corpo se relaxa. E esse efeito se potencializa se fechamos os olhos.

Faça o teste e verá como os batimentos cardíacos se equilibram, como o suor das mãos ou a sensação de asfixia param.

Tente respirar com consciência!

9. Medite

A meditação é uma das técnicas contra a ansiedade

Já que você aprendeu como respirar para reduzir a ansiedade, o passo seguinte é praticar a meditação. Esta filosofia ancestral é muito benéfica.

Com meia hora por dia (por exemplo, ao levantar ou antes de deitar) você pode erradicar o estresse e os nervos.

A meditação não é se sentar em posição de lótus e fechar os olhos, mas sim treinar a mente para que não o engane.

Você pode desfrutar dos benefícios desta prática em todo o momento e em qualquer lugar.

Além disso, seria bom que realizasse técnicas de relaxamento para melhorar a ansiedade. O melhor de tudo é que seus efeitos são de larga duração.

  • Coloque música instrumental, acenda uma vela ou um incenso.
  • Deite no sofá ou na cama e feche os olhos. Concentre-se nos sons e aromas.
  • Pouco a pouco verá como se sente mais sereno.

10. Mantenha uma dieta saudável

 As frituras, doces e farinhas, assim como também o álcool ou o café, podem ter incidência nos quadros de ansiedade.

Já que somos o que comemos e bebemos, seria melhor que prestássemos mais atenção aos alimentos e bebidas que você oferece ao organismo.

As frutas e verduras têm muitos nutrientes bons para a mente e o corpo.

Optar por um suco de laranja é melhor do que tomar um café pela manhã, ou optar por uma salada ao invés de um hambúrguer. Você se sentirá melhor e mais tranquilo.