10 sinais de que seus pulmões podem estar falhando

· 6 de maio de 2017
Devemos vigiar a saúde de nossos pulmões se notarmos que o ar começa a nos faltar quando realizamos as atividades cotidianas, se temos sibilos ao respirar, ou nos cansamos em excesso.

Começar a se sentir cansado só de subir algumas escadas, ao brincar com seus filhos ou fazer trabalhos pequenos em casa são indicativos de que seus pulmões podem estar falhando.

Nossa qualidade de vida sempre vai depender do cuidado que damos ao nosso corpo, pois o funcionamento dos órgãos internos é de grande importância.

Uma pessoa adulta pode respirar até 20.000 vezes por dia em condições normais. Quando a regularidade da respiração começa a ser um problema, é preciso avaliar o que está acontecendo.

As vias respiratórias são talvez o sistema que mais trabalha em nosso corpo, e a fadiga constante é um sinal claro de que seus pulmões podem estar falhando.

Sintomas que indicam que seus pulmões podem estar falhando

1 – Cansaço ou fadiga

A fadiga pode indicar problemas nos pulmões

Talvez antes você fosse para todos os lugares andando, subisse as escadas ao invés de usar elevador, e não se importasse em mover tudo na casa na hora de limpar.

Porém, agora você não quer fazer nada disso e começou a notar que se cansa com poucos movimentos.

Leia também: Você tem fadiga? Pode ser falta destes nutrientes

2 – Chiados

Não é normal que nossa respiração produza sons quando o ar entra e sai.

Se você nota que aparece um certo chiado leve quando respira, então, isso, sem dúvidas, é um alarme que indica que seus pulmões podem estar falhando.

3 – Tosse e gripes constantes

Sofrer de gripes causadas por vírus é muito normal, principalmente no inverno. O que deve nos alarmar é o prolongar dessa situação.

É provável que o especialista revise primeiro as defesas do corpo, mas não se deve deixar um check-up pulmonar passar despercebido.

4 – Expectoração

É o nome que recebe a mistura de saliva e catarro nas vias respiratórias. É comum em fumantes, que costumam apresentar crises logo pela manhã.

Este problema causa uma necessidade de cuspir e expulsar o catarro.

5 – Falta de ar

A falta de ar indica problemas nos pulmões

Se não respiramos com tranquilidade, algo está errado. Nossa respiração é algo natural, que quase não notamos.

Por isso, ter dificuldade ao respirar pode ser um sinal de que seus pulmões estão falhando.

6 – Pressão no peito

Você sente como se algo pesado estivesse comprimindo o peito, e é provável que venha acompanhado de dor ao fazer coisas comuns como tossir, caminhar, comer, respirar com profundidade, ou ao se abaixar.

7 – Perda muscular

A massa muscular começa a diminuir pela falha na troca de oxigênio dentro do organismo.

Ainda que esta perda de massa muscular também possa ocorrer por outros fatores, é preciso prestar atenção se aparece ao mesmo tempo em que vários dos sintomas que já mencionamos.

8 – Febres inexplicáveis

A febre pode ser sinal de problemas nos pulmões

Não é normal ter febre sem motivo aparente. A febre é uma forma de defesa do organismo que indica que algo está errado, e costuma aparecer unida à inflamação dos gânglios linfáticos.

9 – Tosse com sangue

Costuma se tratar de problemas com patologia avançada, como é o caso da embolia pulmonar ou da tuberculose. É preciso então, consultar um médico com urgência para descartar qualquer prognóstico negativo.

10 – Perda de apetite

Ainda que muitas pessoas não vejam relação, quando os pulmões não estão funcionando bem perde-se a vontade de comer e aparecem episódios de aversão.

Conselhos para manter os pulmões saudáveis

O fumo ataca os pulmões

Estas mudanças no corpo acendem os alarmes, por isso não é bom ignorá-las. Ficar atento poderia ajudar seu médico a detectar a tempo qualquer doença com resultados satisfatórios.

A saúde não só se baseia em reconhecer as mudanças no organismo, mas a prevenção também é muito importante.

Existem algumas coisas que você pode fazer para fortalecer seus pulmões e assim evitar danos em seu sistema respiratório, algo que, sem dúvidas, vai influenciar na obtenção de uma melhor qualidade de vida.

Coloque em prática estas 5 recomendações básicas para proteger seus pulmões:

  • Não fume. É essencial e talvez o mais importante.
  • Exercite a respiração. Existem diversos exercícios para fortalecer os pulmões. Se você tiver dúvidas, pergunte a um especialista. A prática de ioga é uma das que proporciona os melhores resultados.
  • Depure seu organismo com regularidade. A limpeza por meio de alimentos é de grande ajuda. Os pulmões terão uma melhor saúde se você consumir fontes de ferro como por exemplo, os rabanetes, o pistache e alimentos ricos em vitamina E.
  • Evite a contaminação. Talvez seja difícil hoje em dia mas, se possível, afaste-se da contaminação ambiental, bem como de áreas para fumantes.
  • Tome chás depurativos. Você pode substituir o café por um chá de ervas que ajuda a depurar os pulmões. Os mais recomendáveis são: o orégano, o eucalipto e a casca de laranja.

Veja também: O câncer de pulmão é muito mais mortal nas mulheres

A doença pulmonar mais comum

O problema de saúde que mais ataca o sistema respiratório é a doença pulmonar obstrutiva crônica (EPOC).

Aparece comumente em pessoas que fumaram por mais de duas décadas, ainda que também possa afetar em menos tempo.

Embora sua aparição se atribua majoritariamente ao consumo de tabaco, também há casos em pessoas expostas a vapores químicos, contaminação ambiental e pó.

Agora que você já descobriu esses sintomas que alertam que seus pulmões podem estar falhando, comece a tomar precauções. O médico deve ser consultado, porque saberá fazer os exames e dar as orientações necessárias para cada caso.

Insistimos na importância que a detecção precoce e o cuidado possuem; dessa forma é possível proteger os pulmões.

O esforço vale a pena, afinal, eles estão entre os órgãos mais importantes para o nosso organismo.

As orientações foram úteis pra você? Sendo assim, continue lendo os próximos artigos com mais sugestões para a sua saúde e bem-estar.

ZAMBONI, M. (2002). Epidemiologia do câncer do pulmão. Jornal de Pneumologia. https://doi.org/10.1590/S0102-35862002000100008 West, J. (2004). Fisiopatologia pulmonar. Medicina.