Você tem fadiga? Pode ser a falta destes nutrientes

25 Novembro, 2018
Uma dieta saudável e equilibrada é essencial para que o nosso corpo receba todos os nutrientes de que necessita para desempenhar suas funções de forma correta.
 

Se você tem uma grande dificuldade de sair da cama todos os dias ou se, mesmo em um fim de semana tranquilo em casa, também precisa de muitos minutos para acordar, você pode estar sofrendo de fadiga ou cansaço crônico.

Além dos hábitos que podem estar causando essa situação, você deve prestar atenção à sua alimentação. Se estiverem faltando certos nutrientes, fica mais difícil ter energia para enfrentar o dia.

O que é a fadiga e o que ela provoca?

Todos nós nos sentimos cansados em algum momento do mês ou do ano. Queremos ficar na cama o dia todo e não fazer nada. No entanto, depois de uma “cura do sono” voltamos ao normal e podemos cumprir nossas atividades e obrigações.

O problema surge quando se passam algumas semanas e a fraqueza e a falta de vitalidade continuam e, o que é pior, ficam cada vez mais intensos. A fadiga é um alarme ao qual devemos prestar atenção.

Além do estresse e da vida agitada que levamos existem outras causas da fadiga:

Não se esqueça de ler: Você sofre de dor muscular e cansaço frequente? Pode ser fibromialgia

  • Tomar medicamentos como antidepressivos ou anti-histamínicos.
  • Submeter-se a certos tratamentos médicos (radioterapia, quimioterapia, etc…).
  • Estar em fase pós-operatória.
  • Sentir-se ansioso, deprimido ou nervoso.
  • Perder um ente querido.
  • Ter problemas pessoais ou financeiros.
    mulher-com-fadiga
 

Nossos hábitos diários são muito importantes e podem estar causando fadiga. Vale destacar:

  • Não fazer exercício físico.
  • Sempre dormir tarde e acordar cedo.
  • Beber muito café ou álcool.
  • Comer muita comida rápida e açúcares.
  • Ter uma agenda cheia de tarefas.
  • Não tirar férias por um longo tempo.

A síndrome da fadiga crônica é uma condição que muitas pessoas sofrem e para ser diagnosticada o paciente tem que sofrer de fadiga constante e crescente, pelo menos durante seis meses.

Ela não costuma ser associada a outras condições ou doenças. Ela afeta mais as mulheres do que os homens e, na maioria dos casos, depois de 40 anos. Alguns sintomas comuns incluem:

  • Dor de cabeça
  • Dor muscular
  • Gânglios linfáticos sensíveis
  • Problemas de memória
  • Irritabilidade
  • Falta de vitalidade
    Fadiga-500x334

A deficiência de vitamina = cansaço

Falamos sobre os hábitos diários que podem estar causando esgotamento físico e mental, mas além destes, é importante notar que os alimentos podem estar desempenhando um papel decisivo na forma como você se sente.

Não é a quantidade de alimento que você come todos os dias, mas a qualidade dos alimentos que o seu sistema recebe. Deficiências de nutrientes e calorias “vazias” causam muitos problemas de saúde, incluindo sensação de cansaço, impotência ou depressão.

 

Veja agora o que acontece quando você tem falta de determinados nutrientes.

Vitamina C

O sistema imunológico é o principal beneficiário deste nutriente, que devemos buscar nos alimentos porque o corpo não o produz por conta própria .

Precisamos comer frutas cítricas, tomates ou pimentões para metabolizar as proteínas para que nossos neurotransmissores trabalhem de forma correta.

Vitamina-C-500x334

Se não tivermos essa importante vitamina, não só sentiremos cansaço, mas também aparecerão as dores nas articulações, inchaço da gengiva e resfriados frequentes.

Vitamina D

Tem a capacidade de regular o cálcio no corpo, manter os ossos fortes e aumentar o movimento muscular. Também ajuda o sistema imunológico, reduz a inflamação e previne a fadiga.

Para ingerirmos este nutriente devemos comer atum, salmão e outros peixes azuis. Recomenda-se também a exposição à luz solar pelo menos por 15 minutos por dia.

A deficiência de vitamina D não está apenas relacionada ao enfraquecimento dos músculos e ossos, mas também à fadiga durante o dia e ao sono.

Ferro

Não é necessário estar anêmico para sofrer deficiências deste mineral. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a falta de ferro é o principal problema nutricional da população mundial.

 

Os sintomas mais comuns de sua deficiência incluem fraqueza, fadiga e desenvolvimento cognitivo pobre.

Ferro-500x375

Este por sua vez, traz o mau desempenho no trabalho (ou escola), desequilíbrios no sistema imunológico e problemas de manutenção da temperatura corporal.

Magnésio

Este nutriente está presente em legumes, nozes e grãos integrais.

Quando uma pessoa não tem a quantidade suficiente, sente náuseas, fraqueza, dormência dos membros e perda de apetite. Ele também ocasiona ritmos cardíacos anormais e contrações musculares.

Quer saber mais? Leia: Cloreto de magnésio conheça 18 benefícios incríveis

Vitamina B

Os complexos B1, B6 e B12 são os mais importantes para as pessoas, porque sua deficiência leva à fadiga, depressão e perda de massa muscular e de apetite. Também provoca sarcopenia, um transtorno caracterizado por fraqueza e debilidade.

  • A vitamina B1 ou tiamina é responsável por regular as funções do sistema nervoso e metabolizar o açúcar no sangue .
  • A vitamina B6 controla o apetite e metaboliza as gorduras.
  • A vitamina B12 evita a depressão e a fadiga crônica.
    Vitamina-B-ovos
 

Estima-se que 15% da população seja deficiente em vitamina B (qualquer uma delas). Você pode encontrar este nutriente em ovos, laticínios e peixes. Para os vegetarianos, nos cereais enriquecidos e leveduras.

  • Barkoula, N. M., Alcock, B., Cabrera, N. O., & Peijs, T. (2008). Fatigue properties of highly oriented polypropylene tapes and all-polypropylene composites. Polymers and Polymer Composites. https://doi.org/10.1002/pc
  • Bhaduri, A. (2018). Fatigue. In Springer Series in Materials Science. https://doi.org/10.1007/978-981-10-7209-3_8
  • Chaudhuri, A., & Behan, P. O. (2004). Fatigue in neurological disorders. Lancet. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(04)15794-2
  • Clínica Mayo. Síntomas cansancio. (2018). Recuperado el 25 de marzo de 2020. https://www.mayoclinic.org/es-es/symptoms/fatigue/basics/causes/sym-20050894
  • Clínica Mayo. Síndrome de fatiga crónica. (2018). Recuperado el 25 de marzo de 2020. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/chronic-fatigue-syndrome/symptoms-causes/syc-20360490
  • N. Campagnolo, S. Johnston, A. Collatz, D. Staines, S. Marshall‐Gradisnik. Dietary and nutrition interventions for the therapeutic treatment of chronic fatigue syndrome/myalgic encephalomyelitis: a systematic review. (2017). https://doi.org/10.1111/jhn.12435
  • Suh, S., Bae, W.K., Ahn, H. et al. Intravenous Vitamin C administration reduces fatigue in office workers: a double-blind randomized controlled trial. Nutr J 11, 7 (2012). https://doi.org/10.1186/1475-2891-11-7
  • Roy, S., Sherman, A., Monari-Sparks, M. J., Schweiker, O., & Hunter, K. (2014). Correction of low vitamin D improves fatigue: Effect of correction of low vitamin D in fatigue study (EViDiF study). North American Journal of Medical Sciences. https://doi.org/10.4103/1947-2714.139291
  • Organización Mundial de la Salud. Carencia de micronutrientes. https://www.who.int/nutrition/topics/ida/es/
  • Wong, C. (2017). Iron deficiency anaemia. In Paediatrics and Child Health (United Kingdom). https://doi.org/10.1016/j.paed.2017.08.004
  • Cleveland Clinic. Feeling Fatigued? Could It Be Magnesium Deficiency? (And If So, What to Do About It!). (2019). https://health.clevelandclinic.org/feeling-fatigued-could-it-be-magnesium-deficiency-and-if-so-what-to-do-about-it/