Sintomas de doenças mentais que deveria conhecer

13 de maio de 2019
Certos distúrbios relacionados ao comportamento, humor ou capacidade de se relacionar com os outros são indicativos da presença de doenças mentais. Este tipo de sintoma deve ser tratado o mais rapidamente possível.  

Transtornos que influenciam o comportamento, as condutas e o humor podem ter consequências para a saúde. Cada um deles apresenta sintomas de doenças mentais causadas por várias razões.

É provável que essas situações sejam temporárias; no entanto, quando os sinais persistem ao longo do tempo, podem ser indício de uma doença mental. Os sintomas da doença mental tratados a tempo podem ser controlados.

Alguns sintomas podem ser detectados pelo indivíduo que os sofre. Em outros casos, são os terceiros que percebem essas disfunções em seu comportamento. E estão associadas a medos, dores, conflitos nas inter-relações, perda de autonomia, isolamento, etc…

10 sintomas de doenças mentais que são um sinal de alerta

Menina com sinal de doença mental

A seguir, veremos alguns sintomas que podem ser indicativos da existência de uma doença mental:

Transtornos do sono

A incapacidade de ter um sono reparador é um dos sintomas mais frequentes. Inclui os diferentes extremos, como a insônia ou a sensação de sono contínuo. Além disso, podem se manifestar através de sonambulismo ou pesadelos.

Fobias

Entre os sintomas da doença mental, as fobias ocupam um lugar muito importante. Certamente, as mais conhecidas são os medos de sair de casa, interagir com os outros ou dividir um lugar com multidões. Existem também fobias específicas por algum animal, objeto ou situação.

Não se esqueça que as fobias afetam diretamente os comportamentos e a capacidade de se adaptar ao ambiente, pelo paciente que sofre desses sintomas.

Talvez você esteja interessado em ler: Menina de 12 anos cria aplicativo para se comunicar com sua avó com Alzheimer

Mudanças de humor sem sentido aparente

Tristeza, ansiedade, nervosismo, irritabilidade, raiva ou desânimo para desfrutar de coisas felizes, são outros sintomas importantes a serem considerados. Esses estados causam estranhamento ou problemas nas relações com os entes queridos.

Distorção da realidade

Aqueles que sofrem de uma doença mental podem ver uma realidade diferente daquela percebida pelo resto das pessoas. Não se trata de diferenças políticas, sexuais ou religiosas, mas de uma verdadeira disfunção. Um exemplo mais extremo disso são as, bem conhecidas, ilusões ou alucinações.

Modificações nos hábitos alimentares

Sintomas de doenças mentais: modificações nos hábitos alimentares

Transtornos alimentares também se enquadram nas doenças mentais. Algumas pessoas começam a comer sem limites, independentemente de seu corpo e saúde se deteriorarem. Outros, pelo contrário, abandonam a comida porque consideram que estão sempre acima do peso. Desta forma, aparecem problemas alimentares, como a anorexia.

Vícios

Outro sintoma de doença mental é o abuso de substâncias ou outras atividades que não podem ser controladas. Os vícios podem ser revertidos com trabalho e suporte.

Na prática, é muito difícil para o próprio adicto ser aquele que percebe a disfunção ou desordem. Nesta categoria estão o tabagismo, o vício em drogas, o alcoolismo, o jogo compulsivo, etc.

Não deixe de ler: Pesquisa científica aponta: cuidar dos netos ajuda a prevenir a demência

Desejos sexuais

A diminuição do desejo sexual pode estar relacionada à algumas doenças, como a depressão. Além disso, existem outros sinais relacionados aos hábitos sexuais que também indicam uma possível doença. Os mais recorrentes são a ejaculação precoce, o sadomasoquismo, e outros sinais de parafilias.

Deficiências cognitivas ou de memória

A dificuldade de entender ou relacionar tarefas, pessoas ou situações também é um alerta. O mesmo acontece com a perda progressiva de memória.

Às vezes, alguns pacientes começam a detectar que esqueceram as luzes acesas, não se lembras de pessoas conhecidas, etc. É um sintoma que deve ser tratado rapidamente, para evitar acidentes e maior dano psíquico.

Hostilidade excessiva e raiva

A incapacidade de lidar com o estresse causa uma raiva incontrolável. Assim, os surtos de raiva são maiores, e podem terminar em atos de violência. Agora, se os impulsos não forem dominados, acabarão causando sérias consequências nas relações trabalhistas, pessoais e sociais.

Pensamentos suicidas

O desejo recorrente de acabar com a vida é um dos sintomas mais claros. Sem dúvida alguma, a angústia, a sensação de inutilidade ou a impossibilidade de adaptação atraem a ideia do suicídio. É importante ter a coragem de falar sobre isso a tempo, pedir ajuda, e não se isolar.

Para levar em conta

A terapia grupal serve para tratar algumas doenças mentais

Existem alguns fatores de risco que podem afetar os sintomas, mas não são determinantes:

  • Experiência de situações traumáticas
  • Ambiente de violência ou abandono
  • Doenças mentais anteriores
  • Uma lesão que tenha provocado dano cerebral
  • Situações estressantes

Em conclusão, as doenças mentais são mais comuns do que imaginamos. Elas aparecem em qualquer idade, classe social, profissão ou cultura. Na maioria dos casos, é necessário ter ajuda para controlar ou curar a condição.

  • Héctor González Prado, Marino Pérez Álvarez. La invención de enfermedades mentales. Extraído de: http://www.asmi.es/arc/doc/La_invencion_de_enfermedades_mentales.pdf
  • Carolina Raheb. Universidad Autónoma de Barcelona. Conceptos de enfermedades mentales. Extraído de: http://www.paidopsiquiatria.cat/files/sistemas_clasificacion_dsm-iv_cie-10.pdf