Síndrome da criança hiper-presenteada: o que é?

· 27 de janeiro de 2019
A síndrome da criança hiper-presenteada surge como uma tentativa de compensar a ausência dos pais à base de presentes. Em vez disso, tente passar mais tempo com seu filho.

Como pais, às vezes pensamos que um brinquedo novo paga o tempo de ausência com um filho. Essas ações geram a síndrome da criança hiper-presenteada. Se você tiver dúvidas sobre esta questão e as consequências que traz, este artigo é para você.

O amor que tem por seu filho deve ser enorme e, portanto, ele merece todos os presentes do mundo. Pode receber brinquedos em todos os aniversários e no Natal, mas o melhor presente que ele ou ela pode receber é passar mais tempo com você.

Se você não pode compartilhar muito tempo com seu filho, ele provavelmente tem a síndrome da criança hiper-presenteada. Assim, ele vai querer ganhar um brinquedo novo toda vez que vocês forem ao mercado.

Esta síndrome está presente desde o início deste século, e é bastante comum por causa de nosso estilo de vida. Se você tem muitas obrigações, o melhor é que se organize. Assim, poderá evitar que seu filho tenha problemas em seu crescimento pessoal, como acontece com uma criança hiper-presenteada.

Em que consiste a síndrome da criança hiper-presenteada?

Na síndrome da criança hiper-presenteada a criança tem tudo o que quer

A síndrome da criança hiper-presenteada consiste no excesso de brinquedos e presentes que uma criança pode receber. Ao notar que pode ter tudo o que quer, pode te manipular como pai para atender a todos os seus desejos.

Também, essa síndrome é um sinal do pouco tempo que você dedica ao seu filho. Provavelmente, ele não seria assim se, em vez de receber um novo presente, compartilhasse mais tempo com você.

É fácil detectar uma criança com esta síndrome por suas reclamações constantes. No entanto, não há porque se preocupar. Você pode estabelecer normas se seu filho quiser novos brinquedos. Por exemplo, dando-lhe um bom presente por ter tirado as melhores notas de sua turma.

Veja também o artigo: 15 brinquedos para estimular a aprendizagem das crianças

Como saber se seu filho tem a síndrome da criança hiper-presenteada?

Como o nome indica, a síndrome da criança hiper-presenteada é conhecida pelas excessivas reivindicações por novos presentes por parte da criança. No entanto, também pode ser pelos seguintes sintomas:

  • A criança é pouco tolerante à frustração.
  • Tem uma imaginação empobrecida.
  • É caprichosa.
  • Menospreza o que já tem.
  • É materialista e consumista.
  • É egoísta.

Para que uma criança seja assim, também pode ser influenciada por seus amigos. Se eles recebem novos brinquedos, provavelmente ele queira também. Para lidar com isso, o melhor é comentar que cada família é diferente e estabelecer certas regras para receber presentes.

O que os pais podem fazer a respeito dos presentes?

Como pais, temos a tarefa de guiá-los em sua vida. Por este motivo, é importante compartilhar com nossos filhos o dia após dia por meio de atividades tais como as brincadeiras. Desta forma, seu pequeno vai perceber que o melhor presente é quando você está com ele. Uma boa ideia é lhe dar uma surpresa e saírem para comer em seu restaurante favorito e desfrutarem juntos.

Ensine a valorizar

A melhor maneira de seus filhos valorizarem cada presente que você lhes dá é saber como você fez isso. Quando eles entenderem o seu trabalho e quanto custa obter esses brinquedos, eles verão as coisas com olhos diferentes. Além de incentivá-los a se encontrar em um trabalho no futuro, os ajudará a ser mais maduros.

A regra dos quatro presentes

Uma regra que pode parar a síndrome da criança hiper-presenteada é a dos quatro presentes. Ela consiste em dar:

  • Um objeto que eles podem carregar
  • Um livro
  • O que eles mais querem
  • Algo que eles precisam

Por exemplo, pode dar um patinete, que pode carregar ou seu livro favorito. Alguns marcadores que precise na hora de uma pintura e algo que seu filho esteja a meses pedindo também entrariam nesta regra. Desta forma, evitará aqueles brinquedos que as crianças descartam uma semana depois de ganhar.

Brincar sem brinquedos

Para evitar a síndrome da criança hiper-presenteada deixe a imaginação do pequeno voar

Sem dúvida, seu filho pode se divertir com o melhor presente: com você! Se você dedicar uma hora de brincadeira, poderá evitar a síndrome da criança hiper-presenteada. Você também poderá melhorar suas relações familiares.

Assim, quando você estiver um pouco ocupado, sugerimos que convide seu filho para pintar ou cantar perto de você. Essas ações podem ser feitas sem usar um brinquedo. Além disso, se você precisar de um pouco de silêncio, uma boa opção seria a leitura.

Leia este artigo: 6 benefícios da leitura que você vai gostar de conhecer

O maior presente é o amor

Como dizia Van Gogh, o que é feito com amor é bem feito. Apesar de seus deveres, dedicar um bom tempo ao seu filho para ouvi-lo, conversar e brincar. Ambos podem relaxar e contar um com o outro para qualquer ocasião.

Consequências do excesso de brinquedos

A síndrome da criança hiper-presenteada pode ter consequências para o seu filho e para as pessoas ao seu redor. Algumas destas podem ser:

  • Gastos econômicos desnecessários.
  • Complexidades na criança.
  • Isolamento de seus pais.
  • Dificuldade em expressar o que sente a curto e a longo prazo.
  • Intolerância à frustração.
  • Pouco reconhecimento do valor das coisas e das pessoas.

Conclusões

Definitivamente, você pode evitar essa síndrome compartilhando mais com seu filho. Juntos, poderiam ir ao cinema ou ao parque, mas também podem fazer atividades dentro de casa. Podemos estar saturados de obrigações, mas o melhor é conviver com o seu filho todos os dias.

Em suma, esperamos que este artigo também ajude você a refletir. Comece a dar mais valor aos momentos com seus entes queridos do que a seus bens materiais. Se a criança aprende este ensinamento de sua parte, você também deve colocar isso em prática.