5 sinais que mostram que você é exigente demais com seus filhos

Descubra 5 sinais que mostram que você é exigente demais com seus filhos. Essa consciência pode ajudar você a criar uma relação mais saudável com eles.
5 sinais que mostram que você é exigente demais com seus filhos

Última atualização: 28 março, 2022

Seria ótimo se existisse um manual de instruções para nos ensinar a cuidar dos filhos. É necessário ter muito comprometimento para orientar e ensinar nossos pequenos, para que eles se tornem adultos independentes e felizes. No entanto, muitas vezes, com o intuito de prepará-los para a vida, pode-se passar um pouco do limite, o que faz você ficar exigente demais com seus filhos.

É essencial ensinar as crianças a completar tarefas e respeitar regras. No entanto, se formos exigentes demais poderemos gerar consequências negativas na autoestima e segurança dos nossos filhos, além de correr o risco de transformar esse vínculo em uma relação de medo e insegurança. Isso pode, a longo prazo, criar uma sensação de estresse e consequentemente problemas emocionais como depressão e até mesmo ocasionar o desenvolvimento de doenças.

Por esse motivo, é importante observar nosso comportamento enquanto pais de forma a encontrar o equilíbrio entre o ensinamento e a exigência excessiva, pois apenas dessa forma nossos filhos aprenderão a tomar boas decisões de forma independente, entendendo que as escolhas têm consequências.

O amor que sentimos pelos nossos filhos deve ser sempre incondicional. As crianças devem se sentir protegidas e amadas em todos os momentos, com isso elas sentirão mais segurança para explorar e aprender. Com isso em mente, elaboramos algumas reflexões sobre a forma como ensinamos nossos filhos, que mostraremos a seguir:

5 sinais que mostram que você é exigente demais com seus filhos

1. “Você não fez mais do que a sua obrigação”

Quantas vezes não ouvimos essa frase em nossas vidas? Não estamos dizendo que ela esteja errada. Pelo contrário, sabemos os sacrifícios que nossos pais fizeram para garantir que tivéssemos boas oportunidades na vida.

No entanto, é importante reconhecer cada conquista do seu filho, pois ele se esforçou para dar essa alegria a você. Todos nós somos motivados pela recompensa, de forma que receber um elogio ou gratificação nos incentiva a fazer mais e melhor.

Que tal comemorar todas as conquistas do seu filho, por mais simples que elas pareçam? Com isso, você garante mais momentos felizes em família, além de fortalecer a confiança do seu filho e o vínculo entre vocês.

2. “Faça o que eu mandei”

Como pais, temos mais experiência e muitas vezes sabemos o que é certo ou errado com mais facilidade que os nossos filhos. Como queremos evitar que eles sofram, tentamos impor certas escolhas ou regras e não escutamos o que eles têm a dizer. Com isso perdemos a chance de ensiná-los a argumentar e lidar com as emoções ao expressar a própria opinião.

A verdade é que nem sempre estamos certos. Além disso, em algumas ocasiões a nossa resistência a mudanças nos impede de ver as situações com uma perspectiva diferente e assim acabamos seguindo padrões vivenciados em nossa própria infância.

Obviamente as crianças estão em constante processo de amadurecimento, mas isso não significa que elas não sejam inteligentes e perspicazes. Se você der uma oportunidade ao seu filho, descobrirá que a criatividade dele é impressionante e pode te ensinar várias coisas.

3. “Você consegue fazer melhor do que isso”

É ótimo manter o hábito de incentivar os filhos a evoluir e perseverar, descobrindo e aprimorando habilidades. O problema começa quando você é muito exigente com seus filhos ao forçá-los a fazer tarefas complexas demais para eles ou que exigem uma coordenação que ainda não foi desenvolvida.

É claro que queremos que os nossos filhos sejam bem-sucedidos em tudo, mas a verdade é que cada indivíduo tem certas habilidades e dificuldades. Algumas pessoas tem o dom de desenhar muito bem, outras têm facilidade para fazer cálculos matemáticos. O ideal é descobrir o que se gosta de fazer e aprimorar essa aptidão.

Se você mantiver um padrão de exigência mais alto do que o seu filho é capaz de alcançar, isso provoca frustração e problemas de confiança, o que é perigoso para o desenvolvimento emocional da criança.

4. “O tempo livre não deve ser desperdiçado com brincadeiras, mas sim com conhecimento”

Desejamos que os nossos filhos tenham sucesso em seu futuro profissional, por isso queremos ensiná-los desde cedo a serem pessoas responsáveis. Muitas vezes preenchemos todo o tempo livre da criança com cursos e oficinas de aprendizado e nos esquecemos de deixá-las relaxar.

Não é novidade que as crianças aprendem e se desenvolvem por meio das brincadeiras. Além do mais, é indispensável que elas entendam que um momento de descanso e relaxamento é importante, pois além de garantir momentos felizes que serão lembrados para sempre, elas também descansarão a mente, o que torna o aprendizado mais fácil e rápido.

5. “Como assim você não conseguiu?”

Demonstrar irritação com os erros cometidos pelos seus filhos, além do hábito de puni-los quando erram é um forte sinal de que você está sendo exigente demais com os seus filhos. Evite ofender, aumentar o tom de voz e principalmente a prática de castigos físicos nos seus filhos, pois esses hábitos podem ter graves consequências na saúde mental deles.

Lembre-se de que todos nós cometemos erros e merecemos acolhimento e uma nova chance. Por exemplo: sabemos que um ambiente de trabalho no qual um indivíduo é obrigado a se sujeitar a insultos e humilhações pode ser devastador para ele. Então por que submeter as pessoas que mais amamos a uma situação semelhante?

Aprenda a controlar suas emoções e desenvolva a empatia. Evite demonstrar sentimentos como decepção ou raiva, pois os seus filhos veem você como um exemplo e aprendem a partir da observação das suas atitudes e reações. Seja carinhoso e acolhedor, assim existirá uma relação eterna de confiança e admiração entre você e a sua família.

Pode interessar a você...
Pais de primeira viagem: 7 erros e problemas comuns na criação dos filhos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Pais de primeira viagem: 7 erros e problemas comuns na criação dos filhos

Os pais de primeira viagem frequentemente encontram dificuldades e preocupações semelhantes. Descubra quais são elas e como lidar com cada uma.